CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA

CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA
CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA

sexta-feira, 1 de março de 2024

Professor do Colégio Militar de Trindade é preso acusado de estuprar 17 alunas


 

O professor foi preso por estupro de vulnerável pela Central de Flagrantes de Trindade.


Alunas do Colégio Militar José dos Reis Mendes (CEPMG - PJRM), no setor Dona Íris em Trindade, denunciam abusos cometidos pelo professor, na quinta-feira, 29. A Polícia Militar (PMGO) confirmou que o professor foi preso por estupro de vulnerável.

Segundo as vítimas, os abusos aconteciam em vários ambientes da escola, mas eram mais frequentes na sala de Robótica por não ter câmera de segurança no local. Elas relatam também que denuncias que foram feitas por elas no ano passado para a administração do colégio, foram desacreditadas pelo comando do colégio e ignoradas pela coordenadora geral.


– Foto: Reprodução

A situação acontece há pelo menos um ano e meio, conforme as vítimas que têm entre 11 e 17 anos, o professor, se aproveitava da placa de identificação que fica no uniforme das meninas para praticar o assédio.

Primeiro ele erra proposital a pronúncia do nome da aluna para trocar na placa, fingindo não entender a escrita, e assim encostar os dedos nos seios das vítimas. Além de aproveitar para ficar olhando os seios delas.

O professor, segundo informações, já teria tido duas passagens pela polícia por violência domestica contra ex-mulher. Os alunos contam que ele sempre falava do divórcio e os filhos dele, um casal, não queria contato com ele, "agora sabemos por quê." desabafou um ex-aluno.

Exclusivo Diário da Manhã

O ex-aluno contou, também, que não é o primeiro caso de assédio na instituição. De acordo com ele, um fato ocorrido no ano passado em 2023, com um aluno, filho de um militar, terminou na expulsão de outro docente. Ele havia assediado o adolescente que denunciou o caso ao pai.

Ontem a história, veio a tona após uma aluna chegar em casa e contar tudo para mãe. Revoltada, a mãe da vítima teria ido o colégio no período noturno para agredir o professor.

Depois dessa situação, as alunas, vítimas do educador, resolveram revelar o que elas tem denunciado há quase dois anos. As mães das adolescentes foram até a Delegacia de Polícia Civil de Trindade (PCGO), na noite de ontem e registraram um boletim de ocorrência contra o professor e contra a escola que elas acusam de omissão. O caso que está sendo investigado.




Professor do Colégio Militar de Trindade é preso acusado de estuprar 17 alunas


Em nota ao DM Polícia Militar de Goiás disse que o Professor foi denunciado e preso em flagrante por estupro de vulnerável e não faz parte da corporação dos militares.

O DM entrou em contato com a Secretária de Estado da Educação (SEDUC) mas até o momento não obtivemos resposta. O espaço está aberto para que a pasta possa se posicionar sobre o assunto.

Leia nota completa

Referente ao caso envolvendo um professor no Colégio Militar, localizado no Conjunto Dona Íris II, a Polícia Militar informa que:

Ao tomar conhecimento do fato, equipe policial acionou o conselho tutelar e conduziu o professor à Central Geral de Flagrantes de Trindade, onde o delegado ratificou a voz de prisão, sendo o autor autuado pelo crime de estupro de vulnerável.

A Polícia Militar informa ainda que o professor não pertence à corporação, sendo do quadro da Secretaria de Estado da Educação - SEDUC.

Fonte:  https://www.dm.com.br/










Nenhum comentário:

Postar um comentário