A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS

A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS
VALPARAÍSO QUE EU QUERO 27

terça-feira, 31 de julho de 2012


Evangélicos estão mudando a identidade política do Brasil, diz especialista


Imagem: divulgação
O fenômeno do crescimento dos evangélicos no Brasil está mudando a identidade política do Brasil, segundo professor da Escola de Comunicações e Arte da Universidade de São Paulo, Eugênio Bucci. Em dez anos, o número de evangélicos no Brasil cresceu em 16 milhões de pessoas, chegando a 42,3 milhões, segundo dados do Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 2010.
Frente a esse crescimento, o professor, jornalista e colunista da Época, Eugênio Bucci, afirmou que com essa mudança na identidade religiosa, o Brasil também estaria mudando sua identidade política. “O que vai se transformando, diante de nossos olhos, não é meramente a identidade religiosa do Brasil, mas sua identidade política”, afirmou  em sua coluna nesta segunda-feira (30).
Eugênio aponta para movimentos notórios como a Marcha para Jesus, que, segundo ele, estão servindo para firmar legitimidade de poder, levando milhares de evangélicos às ruas. Ele destaca a observação do presidente da Marcha, Estevam Hernandes, fundador e líder da Igreja Apostólica Renascer em Cristo, de que o “Brasil será o maior país evangélico do planeta”.
“Se a previsão se confirmar, o Brasil político será outro”, afirmou Bucci. Ele reitera dizendo que o Brasil político já mudou, pois a bancada evangélica representa um dos segmentos mais ativos e influentes no Congresso Nacional: “O peso desses líderes religiosos na vida partidária é notório e crescente”.
Dando suporte a afirmação do professor, está o anúncio recente de uma das maiores igrejas evangélicas do Brasil, a Assembleia de Deus, que diz que terá como meta eleger um vereador em cada uma das 5.565 cidades brasileiras.
O fenômeno da influência evangélica na vida partidária, segundo o estudioso, é resultado do desenvolvimento da comunicação social, com a presença de líderes das igrejas no controle de estações de rádio e de televisão, e que vem se expandindo sem restrições.
O crescimento evangélico pode estar não somente influenciando na área política, mas em todas as esferas da sociedade. De acordo com teólogos e antropólogos, citados em uma reportagem notória sobre o crescimento evangélico da revista Época em 2010, a população evangélica estaria influenciando em todas as esferas da vida brasileira.

Fonte: The Christian Post


Greve da PC
Indicativo é de que a paralisação continue
Presidente do Sinpol aguarda proposta do governo, mas já adianta possível posicionamento da categoria
Déborah Gouthier

 O presidente do Sinpol-GO (Sindicato dos Policiais Civis em Goiás) Silveira Alves Moura esteve reunido durante esta segunda-feira (30), com integrantes da Polícia Civil e do governo estadual.  A intenção era chegar a um acordo sobre a greve que paralisa a polícia goiana, mas, por enquanto, não houve nenhum entendimento sobre o assunto.

Silveira informou ao Jornal Opção que, ainda no final desta tarde, o secretário de Segurança Pública João Furtado e o secretário de Planejamento Giuseppe Vecci estariam reunidos a fim de apresentar uma proposta à categoria. Entretanto, até o momento não houve nenhuma decisão. Ainda amanhã, os policiais em greve deverão se reunir em assembleia para analisar a referida proposta, caso ela seja apresentada hoje.

Todavia, o presidente do sindicato informou que, diante do que vem sendo apresentado até agora, o maior indicativo é de que a greve continue pelos próximos dias, contrariando a determinação da Justiça e aorientação do governador Marconi Perillo

segunda-feira, 30 de julho de 2012


DEPOIS DE VISITA CAMPING CLUBE MAIS UMA VEZ CRESCE A POPULARIDADE DE HILDO E JIRIBITA NO SETOR CAMPING CLUBE



    Aconteceu nesta   manhã  deste sábado 28/07 uma caminhada  com  o deputado Hildo do Candango (PTB) e seu candidato a vice jiribita  no setor  Camping Clube. 
     Respectivas esposas, juntamente com  uma de suas equipes e vários seguidores e candidatos da base do deputado  como Sandra Sabóia (PMN), Bira e Enfermeira Sueli, ambos do PTB. A caminhada foi realizada em varias casas totalizando de casa em casa fazendo o corpo a corpo debaixo de um forte sol e muita poeira Hildo e jiribita ficaram contente   com a animação do povo  onde os dois políticos  eram recebidos de forma calorosa por vários  moradores e pela aceitação dos que passavam pelas ruas próximas alguns falaram que iram dar total  apoio, outros fixando adesivos em carros e portas de casa, e com toda popularidade do Jiribita que hora ou outra soltava seu jargão "cai n'agua jiribita". 
  Em um levantamento feito rápido  pelo repórter catireiro nesta tarde para muitos moradores a visita de Hildo e jiribita foi considerada vantajosa para ambos pois percebemos que a aceitação e considerada boa dos políticos no setor.
os candidatos tanto Hildo como jiribita visitaram  também o clube que esta desativado juntamente com o líder comunitário seu juba os políticos falaram que iram lutar para que clube  se torne um parque ecológico segundo uma fonte em contado com a nossa redação nos informou que neste domingo os políticos Hildo e jiribita iram visitar a feira do entorno e outros pontos da cidade fazendo o mesmo trabalho do corpo a corpo com povo juntamente com seus seguidores e candidatos a vereadores de sua base.
 foto:http://www.jornalmultinoticias.com/

TRABALHO DE HILDO DO CANDANGO GARANTE ASFALTO PARA ÁGUAS LINDAS



  O Governo de Goiás  iniciou um grande projeto de recuperação do asfalto de Águas Lindas.Cerca de 4 milhões de reais estão sendo investidos nas obras,que foram autorizadas a pedido do deputado estadual Hildo do Candango,através de requerimentos.As obras de recuperação asfaltica começaram pelo setor Santa Lúcia e depois se estenderão por todas principais ruas e avenidas de Águas Lindas,num total de mais de 300 mil metros quadrados de asfalto.
Ao todo o deputado Hildo do Candango apresentou nove requerimentos solicitando a recuperação da malha asfaltica de Águas Lindas,dentro do programa RODOVIA URBANO do Governo de Goiás.Graças a esta ação de Hildo do Candango até o final do ano os moradores de Águas Lindas terão mais conforto e segurança para transitar pelas ruas da cidade.
VEJA OS BAIRROS BENEFICIADOS PELOS REQUERIMENTOS DO DEPUTADO HILDO DO CANDANGO
-Chácaras Coimbra
-Cidade do Entorno
-Jardim América 2 e 4
-Jardim Brasilia
-Jardim da Barragem 1,2,3,4,5 e 6
-Jardim das Águas Lindas 2
-Jardim Santa Lúcia
-Jardim dos Pinheiros
-Jardim Guaíra 1
-Jardim Pérola 1 
-Jardim Pérola 2
-Mansões Pôr do Sol
-Mansões Village
-Parque das Águas Bonitas 1
-Setores 1,2,3,6,8,9,10,11,12,13,14,16, e 17
Como deputado estadual Hildo do Candango conseguiu o dinheiro para recuperar o asfalto de Águas Lindas.Como prefeito vai asfaltar todas as ruas da cidade que ainda não tem pavimentação.

Andressa Mendonça é liberada e deve pagar fiança de R$ 100 mil

Publicação: 30/07/2012 12:42 Atualização: 30/07/2012 13:11
Na semana passada, ela foi ao julgamento do habeas corpus do marido, no TJDFT (Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Na semana passada, ela foi ao julgamento do habeas corpus do marido, no TJDFT
Por volta das 12h30 desta segunda-feira (30/7), Andressa Ramos Mendonça, a mulher do contraventor Carlos Augusto Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, foi liberada após prestar esclarecimentos. Nesta manhã, ela foi conduzida à Polícia Federal para falar sobre uma suposta oferta de propina ao juiz federal Alderico Rocha Santos. Segundo Joaquim Mesquita, da Superintendência da PF em Goiânia, Andressa Ramos terá três dias para pagar a fiança, no valor de R$ 100 mil.

Leia mais notícias em Política

De acordo com nota divulgada pela corporação, Andressa teria incorrido no Artigo 333 do Código Penal, que trata do crime de corrupção ativa. O suborno, de acordo com a PF, seria para obter do magistrado uma decisão favorável ao marido, que está preso desde o dia 29 de fevereiro. Além da condução dela, a Polícia Federal também cumpriu mandado de busca e apreensão na casa dela. Foram recolhidos dois computadores, documentos e dois tablets.

Andressa Mendonça também foi convocada a depor na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira no próximo dia 7 de agosto. Será o primeiro depoimento a ser prestado à CPMI após o recesso parlamentar.

Carlinhos Cachoeira foi preso no dia 29 de fevereiro deste ano, pela Operação Monte Carlo da PF, acusado de comandar a exploração de jogo ilegal em Goiás. A prisão ocorreu oito anos após após a divulgação de um vídeo em que Waldomiro Diniz, assessor do então ministro da Casa Civil, José Dirceu, lhe pedia propina. O resultado foi a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos e na revelação do esquema conhecido como mensalão.

Com informações de Edson Luiz e Agência Brasil
Passagens sobem quase 3% nas linhas do Entorno para o Distrito Federal


 (Edilson Rodrigues/CB/D.A. Press)Quem costuma pegar ônibus para o Entorno do Distrito Federal sentiu no bolso na manhã desta segunda-feira (30/7) que o preço das passagens do transporte público está mais cara. Em média, o preço subiu R$ 0,15, um aumento de quase 3% para transportes de passageiros que rodam tanto na cidade quanto na zona rural (semiurbano) e que tenha distância de até 75km de Brasília. 

O reajuste foi autorizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) por meio de resolução publicada no Diário Oficial da União e entrou em vigor a meia noite desse domingo. 

Por nota, a ANTT explicou que o transporte semiurbano de passageiros é sujeito a arredondamento da tarifa final, que tem como objetivo facilitar o troco. O arredondamento de um ano é compensado no reajuste do ano seguinte, de acordo com as regras estipuladas na Resolução.
Os itens são revistos com base em índices de inflação, fornecidos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Agência Nacional do Petróleo (ANP) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As despesas que mais pesaram nesse aumento foram com veículo, combustível e funcionários.

Silvio Santos provoca Globo, Edir Macedo e apóstolo Valdemiro

A retomada de poder do SBT na audiência, com bons resultados nos últimos meses e um reaparecimento da emissora no posto de vice-líder do Ibope parece deixar ainda mais de bem com a vida Silvio Santos, que caprichou nas brincadeiras e provocações às concorrentes neste domingo (29). Informou a jornalista Heloisa Tolipan, em sua coluna no site do Jornal do Brasil.
Em determinado momento de seu programa, em um quadro de adivinhações, Silvio envolveu a Globo em uma piadinha, ao reparar que a resposta da charada era uma novela global. “Olha aí, o cara que faz isso trabalha no SBT e faz propaganda pra Globo. Nesse povo de televisão a gente não pode confiar. Eles vão pra quem paga mais”, se divertia o apresentador.
Em seguida, Silvio não poupou a Record, ao citar a concorrente em uma charada envolvendo as Olimpíadas de Londres, cuja transmissão exclusiva na TV aberta pertence ao canal de Edir Macedo. “De novo… Quando não é de uma é de outra, essa produção… Ô, Fabiano (diretor da atração), manda embora! Mas dá um motivo pra demissão, porque se não ele vai na Justiça e pede indenização. Ah, já sei, fala que ele assediou uma bailarina e dá um cachê pra uma delas confirmar a história”, disparou o ‘Homem do Baú’, para delírio da plateia.
E, para finalizar, Silvio Santos lançou mais provocações, tanto em direção a Edir Macedo como ao apóstolo Valdemiro Santiago: “O bispo Macedo estava reclamando que o nome da escola de ‘Carrossel’ era Mundial e que devia ser Universal. Eu falei pra ele: ‘Se você me pagar mais que o Valdemiro, eu troco o nome. Eu digo que a escola faliu e que a partir de agora será outra, a Escola Universal. E ainda te dou 10% para o dízimo’”.
Fonte: JB


Marina Silva compara Olimpíadas à emoção de ter sido alfabetizada

Ex-senadora carregou a bandeira com os anéis olímpicos no final da cerimônia de abertura dos jogos de Londres por seu ativismo na causa ambiental


Brasileira foi anunciada como 'líder e referência na luta pela proteção ao meio ambiente'


A emoção de carregar a bandeira olímpica na cerimônia de abertura dos Jogos de Londresfoi semelhante à que sentiu ao ser aprovada no curso de alfabetização, disse à BBC Brasil a ex-senadora Marina Silva. ...

A candidata à Presidência em 2010 carregou a bandeira com os anéis olímpicos no final da cerimônia de abertura, na última sexta-feira, ao lado de outras personalidades: Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU, o ex-boxeador Muhammad Ali, o fundista etíope Haile Gebreselassie, o maestro argentino Daniel Barenboim e quatro ativistas de direitos humanos.

"Fui alfabetizada tardiamente, aos 16 anos, e na escola havia uma lista de muitos nomes de pessoas, aprovadas ou não no curso (equivalente ao primário). Quando vi meu nome lá embaixo (entre os aprovados), me ajoelhei e agradeci a Deus. Foi uma felicidade parecida. Foi aquela lista que me aprovou como alfabetizada, apta à educação, que me abriu um portal", disse Marina, em entrevista em um hotel no centro de Londres.

Ela contou que foi convidada pela organização dos Jogos Olímpicos no domingo, sob sigilo, viajou na quarta-feira a Londres e no dia seguinte fez um ensaio. A presença dela e dos oito demais "carregadores da bandeira" (flagbearers, em inglês) foi mantida em segredo até poucas horas antes de sua entrada no Parque Olímpico.

Segundo a organização dos Jogos, as nove personalidades representam "nossa aspiração comum de ser o melhor que podemos ser". Marina foi convidada por seu ativismo ambiental.

'Legado' 

A cerimônia foi assistida por bilhões de pessoas em todo o mundo, inclusive no Brasil, ao vivo. Questionada se poderia usar isso em seu futuro político, Marina disse que não quer usar um espaço "destinado a uma causa como um bem privado".

Disse também não saber se será candidata nas eleições de 2014. "Quero que isso seja bom para o meu País, que isso seja um legado. E um legado não pode ser apropriado por uma pessoa", afirmou.

A ambientalista foi candidata à Presidência pelo PV em 2010, eleição vencida pela presidenta Dilma Rousseff - que também estava na cerimônia de sexta-feira.

Marina afirmou que as duas não se encontraram no Parque Olímpico. Ela contou que, logo após o fim da cerimônia, ligou para seu marido e sua família no Acre.

"Meu pai, quando morávamos na floresta, ele ouvia muito a BBC, porque gostava muito de notícia. Saber que eu estava aqui (em Londres), de onde ele ouvia as notícias, sendo eu uma notícia importante, deve ter sido algo muito forte para ele, aos 85 anos."
Fonte: BBC Brasil - 29/07/2012 - 07:32

A falência da ética

11:07:35


Após a decepção com Demóstenes Torres, outro baluarte da ética subiu no telhado. Cotado para o governo do DF em 2014, o deputado José Antonio Reguffe (PDT-DF) (foto) foi funcionário fantasma do Senado, nomeado por ato secreto de Agaciel Maia em 1998, na liderança do PSDB, então ocupada por José Roberto Arruda. ... Por outro ato secreto, Reguffe ganhou cargo no gabinete do tio e senador Sérgio Machado. Sobre esse passado nebuloso, Reguffe precisa explicar também como quitou débitos eleitorais sem tirar um centavo do bolso.

Por Cláudio Dantas Sequeira
Fonte: Revista IstoÉ- Edição 2229´ - 28/07/2012 - 07:25
Vieram aprontar em Águas Lindas, mas voltaram
Quatro bandidos de alta periculosidade vieram de Santo Antônio, assaltaram uma distribuidora e na fuga capotaram com o carro
por Carlos Leal//TVCMN



Ontem 27/07 por volta das 23h00m, três bandidos armados vindos de Santo Antônio do Descoberto, chegaram em um distribuidora de bebidas no Setor Pérola-2 e enquadraram o proprietário e todos os clientes. Dos clientes, roubaram uma pick-up Fiat Strada cor preta e objetos pessoais. Da distribuidora levaram  dinheiro e até a gaveta do caixa. 
Uma das vítimas ligou para o 190 (COPOM), dando conta do assalto e passando as características do veículo. O COPOM  informou via rádio à todas as viaturas. A guarnição da VTR-2375 do 17º BPM, com os soldados Godoi e Flanks, patrulhavam o Setor Santa Lúcia quando avistaram um veículo em alta velocidade descendo a Av. Principal. Diante da semelhança com o veículo roubado, os policiais iniciaram o acompanhamento, em que os ocupantes aumentaram a velocidade, seguindo rumo à GO-247, mas perderam o controle vindo a capotar.
Quando os policiais chegaram ao veículo, um deles estava fugindo em que se embrenhou no mato. O segundo bandido estava muito machucado e não conseguiu fugir sendo algemado Washington Ramos Pena, em que o mesmo ficou aguardando a chegada do Resgate Municipal. Enquanto aguardavam a chegada do Resgate Municipal, os policiais fizeram uma varredura pele redondeza, mas não encontraram o bandido fujão. O resgate chegou e os socorristas prestaram os primeiros procedimentos ao bandido preso e em seguida ele foi levado para o HBJ onde foi medicado e em seguida conduzido para Delegacia. No HBJ ficou o aviso, casa aparecesse alguém baleado ou acidentado, era para chamar a polícia.
Mais tarde, a polícia foi avisada que um homem estava dando entrada no HBJ vítima de acidente. Com o apoio da VTR do CPU Sgt. Santos e Sd. Amilton,  os soldados Godoi e Flanks foram para o HBJ e lograram êxito em prender mais dois elementos da quadrilha que são, Gleydson Caetano que estava ferido e recebia atendimento e outro de nome Felipe que o acompanhava. Ao serem perguntados, contaram para os policiais que outro comparsa os aguardava em um Corsa vermelho no Jardim Barragem-I do outro lado da BR-070, e que fizeram isso para não levantar suspeita. Os policias fizeram uma busca e localizaram o Corsa onde estavam mais dois homens, e prenderam o quarto bandido conhecido por Randal, que fora reconhecido pelas vítimas, mas o outro homem e o Corsa também foram levados para Delegacia e liberados.   Ao serem perguntados onde estavam as armas, os bandidos disseram que na fuga as esconderam no mato. Os policiais foram ao local indicado e lá nada encontraram, supondo-se que os bandidos tenham mentido indicando o local errado.

domingo, 29 de julho de 2012

ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS
ELEIÇÕES 2012

CANDIDATOS A PREFEITO COMEÇAM  CAMPANHA EM BUSCA DA VITÓRIA

Por Moisés Tavares

Túllio(PT),Messias(PP),Hildo(PTB),Juarez(PSOL) e Pereira(DEM

O que eles mais querem é o voto do eleitor e para isso terão que apresentar propostas que convença a maioria do eleitorado que esta indignada com as desastrosas administrações que já passaram pela cidade.Visitas ,reuniões,caminhadas,é o chamado corpo a corpo,que a cada eleição se torna mais importante ainda,é a conquista do voto,é a busca do apoio,do diferencial.Dos cinco candidatos 3 já estão com as candidaturas deferidas pela justiça eleitoral,ou seja podem de fato fazerem campanha,são eles:Hildo do Candango do PTB,Túllio do PT e o Professor Juarez Quirino do PSol,enquanto isso, Geraldo Messias do PP e José Pereira do DEM aguardam julgamento, pois foi apresentada as candidaturas deles pedido de impulgnação,mas mesmo assim os dois continuam com suas campanhas ostentando um poder economico jamais visto em todas as eleições já realizadas na cidade.O atual prefeito Geraldo Messias(PP) enfrenta uma serie de denuncias em seu  governo ,que vai de: distribuição de áreas públicas para parentes,contrato irregular da merenda escolar,TCM julga ilegal contrato de 800 mil com a exparro,.............etc etc etc.......e como se não bastasse ,foi pego pela Policia Federal em conversações com o contraventor Carlinhos Cachoeira na operação Monte Carlo,onde o chama de Coronel e afirma fidelidade ao mesmo e diz que é ele quem manda(Vide-Inquérito da PF),Messias deverá depor em uma CPI que foi aberta na assembléia Legislativa em Goiânia no dia 18 de agosto,outra CPIMista também foi aberta no congresso nacional.Na apresentação de declaração de bens para registro da candidatura foi observado que o patrimonio do prefeito cresceu mais de 300% da campanha de 2008 para a de hoje e a dúvida é como pode uma pessoa com um salario de 15 mil reais/mês  ter um crescimento deste tamanho.O ex-prefeito José Pereira Soares quer voltar para o paço municipal e mesmo tendo uma série de problemas com a justiça e até foi preso,conseguiu nas vésperas de registro da candidatura uma liminar para concorrer,ele deixou a prefeitura em 2008 com uma rejeição muito grande e lançou a candidatura a prefeito de seu super secretário,Donizete Santos na época filiado ao PTN, que amargou uma grande derrota e sumiu da cidade deixando várias dívidas da campanha.Pereira ficou um tempo fora de cena,mas sempre dando sinais que voltaria a disputar a cadeira mais almeijada da cidade,hoje no DEM,lançou candidatura com chapa pura e convidou o pastor Patricio para ser seu vice.
Apostando na força  do PT que hoje governa o país e o DF,o servidor publico Túlio enfrentou um processo muito dificil dentro do proprio partido para chegar a ser candidato ,dividido em várias tendencias o PT de Águas Lindas queria coligar com o candidato Hildo do Candango,com o prefeito Geraldo Messias e também queria candidatura própria,prevaleceu com muita insistencia a candidatura própria e sem nenhum outro partido para formar coligação formaram também uma chapa pura trazendo como vice Taikendoo,eles correm pelos bairros  anunciando que as obras existentes hoje  na cidade são frutos do governo do PT,através do PAC 1 e 2 e outros convenios.O deputado Hildo do Candango(PTB) apresentou vários projetos de leis e requerimentos trazendo para a cidade,infra estrutura/saneamento basico ,dentre muitos outros como o RODOVIDA,asfalto para as rodovias da cidade,foi autor da proposta para trazer para Águas Lindas a subsecretaria de educação que esta em pleno funcionamento.e projetos de leis beneficiando servidores da rede estadual e municipal de educação,fez várias palestras  onde apresentou o projeto de combate ao uso do crack e distribuiu cartilha e material didatico com dicas de como prevenir deste mau,com mais experiencia politica,Hildo do Candango formou uma coligação onde trouxe como vice prefeito o popular Luiz Alberto JIRIBITA do PMDB,sonho de muitos eleitores da cidade,que não pode ser viabilizado na eleição passada e que nesta foi concluida,os dois juntos estão percorrendo a cidade e apresentando um plano de governo que com a participação popular vai trazer beneficios para a comunidade em todas as áreas,bem recebidos onde chegam,Hildo do Candango e JIribita não tem rejeição e acreditam que juntos poderão fazer o melhor para o municipio.
Juarez Quirino é professor e candidato a prefeito pelo PSOL,partido que concorre com uma chapa pura e tem uma das propostas de governo bem audaciosa onde trás a redução dos salários do prefeito e vice como também dos vereadores,se eleitos eles propoem realizar uma constituinte municipal onde a população determinará onde será aplicado os recursos da cidade.Durante estes dias,digo até o dia 07 de Outubro todos estes percorrerão a cidade em busca de votos ,como se busca ouro,realizarão comicios, reuniões,caminhadas e carreatas,distribuirão santinhos e cartazes,divulgarão suas propostas e planos de governo ,cabendo  aos 69.123 eleitores decidirem o futuro da cidade que escolheram para morar e ajudar a construir.


Mulher de Cachoeira quer ser deputada para "combater" a corrupção


Domingo, 29 Julho 2012 às 11:31


Filha de família tradicional na política de Goiatuba (GO), a mulher de Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, Andressa Mendonça, já pensa em entrar na política.

Segundo informações do jornal "O Estado de S. Paulo", ela pretende seguir os mesmos passos do pai, vereador Lair Mendonça (PMDB), que foi condenado em Goiatuba por improbidade administrativa.

Despachante, com patrimônio declarado de R$ 2 milhões em 2008, é filiado ao PMDB. Em média, se elege com 2 mil votos. Nas eleições deste ano pensou em concorrer à prefeitura, plano abortado por sugestão da própria Andressa, que temia que o caso envolvendo o marido atrapalhasse a campanha do pai.
Andressa, no entanto, sonha com voos mais altos: a Câmara dos Deputados. Fãs ela já tem. A mulher de Cachoeira é constantemente parada nas ruas ou nos tribunais para posar para fotos.

Na volta do recesso, enfrentará o primeiro teste no Legislativo. Foi convocada para depor na CPI que investiga as relações políticas do marido. Ainda não se sabe se Andressa usará o direito constitucional de permanecer calada, como tem sido recorrente nessa CPI.
Plataforma. Ironicamente, sua plataforma contradiz as práticas políticas atribuídas ao pai e as acusações que pesam sobre o seu companheiro. A musa da CPI, como ficou conhecida, prega, além da defesa da legalização dos jogos no País, o combate à corrupção. Uma das acusações que pesam sobre Cachoeira é justamente a de crime de corrupção ativa. Além disso, na família Mendonça, seu Lair é apresentado como um político populista, "daqueles do pão e circo", como definiu um de seus parentes.
Aos amigos, Andressa sustenta que não caiu de paraquedas na política. Trabalhou em todas as campanhas do pai. Mergulhou nas eleições de 2010, quando o ex-marido, Wilder Morais, foi suplente de Demóstenes Torres ao Senado. O interesse cresceu quando começou a se relacionar com Cachoeira, conhecido pela desenvoltura com que circulava pelos bastidores de Brasília. Andressa costuma dizer que o companheiro é um dos homens que mais entendem de política brasileira e da história dos partidos. O tema é recorrente nos encontros semanais na Penitenciária da Papuda. Nos áudios da Operação Monte Carlo também.
Desde que assumiu a vaga do senador cassado, o ex-marido de Andressa também tem pedido conselhos para a mulher com quem ficou casado por quase oito anos.
Incomodada com a fama de fútil, Andressa tem evitado falar com a imprensa, atendendo a um pedido da mãe. Empresária, mãe de dois filhos, decoradora profissional de árvores de Natal, ela quer mostrar a imagem de uma mulher determinada e batalhadora e não só os casaquinhos Chanel e as bolsas Hermès.
Assistência. Desde que Cachoeira foi transferido para o presídio da Papuda, Andressa assumiu uma faceta pop também entre os presos e seus familiares. Formada em serviço social, ela nunca tinha entrado em um presídio.
Agora, a pedido do marido, tem atendido às mulheres dos detentos. A lista de solicitações que Cachoeira repassa à mulher é ampla: cestas básicas, fraldas, remédios e assistência jurídica.

As informações são do jornal O Estado de S.Paulo

Ditador mantém 70 mil cristãos presos em campos de concentração

Apesar de fontes confirmarem que a Coreia do Norte tenha reduzido restrições para os cidadãos desde a posse de Kim Jong Un, para os cristãos as mudanças não são perceptíveis, havendo ainda cerca de 70 mil cristãos aprisionados em campos de concentração.
De acordo com Ryan Morgan, analista do International Christian Concern Asia: “Não ouvimos quaisquer relatos de melhora para os cristãos no país e não temos motivos para acreditar que qualquer coisa mudou”, disse. “O regime ainda tem mais de 70.000 cristãos aprisionados em campos de concentração”, afirmou o analista em entrevista ao site WND.
Ele comenta que restrições seculares como os alimentos ocidentais como pizza e batatas fritas, e restrições sobre o número de telefones celulares foram liberados, porém assim como o antigo governante do país, Kim Jong Un, mantém restrições religiosas.
Kim Jong Un inspeciona alimentos 'liberados' ao consumo no país, mas mantém mão de ferro contra os cristãos
Morgan explicou que os cristãos e suas famílias ainda podem ir para a prisão apenas por possuir uma bíblia. “Estamos esperando e orando para que isso mude em breve, mas não vimos nenhum sinal de mudança”, disse.
Segundo a publicação WND, Morgan apontou um relatório da Comissão dos EUA sobre Liberdade Religiosa Internacional afirmando que o regime norte-coreano está cada vez mais considerando as religiões como “ameaças potenciais à segurança do país”. O relatório diz que o regime está oferecendo recompensas para quem fornecer informações que leve a cristãos que exerçam sua fé, a fim de prendê-los.
De acordo com uma fonte não identificada pelo WND, por questão de segurança, existem pessoas pagas só para espionar redes evengélicas. A fonte relata que os cristãos estão cientes do perigo e trabalham com cautela. ”Os cristãos estão cautelosos com Kim Jong Un, mas estão mais preocupados em fazer o ministério de Deus”, disse a fonte. “Nosso trabalho não tem sido afetado por estes desenvolvimentos”.
A igreja cristã subterrânea tenta resistir as perseguições por meio da fé em Jesus
A fonte ainda comenta que as orações dos cristãos do ocidente são muito importantes e que eles são gratos pelo apoio.
Kim Jong Un é o sucessor de seu pai Kim Jong Il falecido em 2011. Kim Jong Il exerceu um governo de perseguição e execuções de cristãos. A Coreia do Norte ainda está em primeiro lugar na lista dos maiores perseguidores dos cristãos no mundo.
No país, qualquer forma de adoração à outra pessoa além do ‘Grande Líder’ (Kim II-Sung), avô do atual líder, e do “líder supremo” (Kim Jong-II) é vista como traição.
De acordo com Portas Abertas dos EUA, acredita-se que pelo menos 25% dos cristãos estejam “definhando” em campos de trabalho forçados, porque se recusaram a adorar o fundador da Coreia do Norte, Kim II-Sung.
O ministério Portas Abertas ainda afirma que cerca de dez milhões de habitantes do país estão desnutridos, e milhares de pessoas estão sobrevivendo apenas comendo grama e cascas de árvore.

Fonte: The Chrsitian Post

Eleições
Partidos apontam as prováveis surpresas eleitorais de 2012
Estreantes e velhos conhecidos do eleitorado vão se destacando nos respectivos partidos como possíveis cartas na manga das eleições municipais deste ano
Fernando Leite/Jornal Opção
Deputado estadual Karlos Cabral (PT) poderá surpreender Juraci Martins em Rio Verde
Frederico Vitor
Cada eleição é uma história. Muitos po­líticos usam deste chavão para se es­quivar de previsões e análises acerca da corrida eleitoral deste ano. É fato que novos nomes surgem em um panorama político manchado por recentes escândalos. Com o desgaste, os chamados “estreantes” poderão ganhar espaço. Partidos já apostam suas fichas e fazem do mapa de Goiás um verdadeiro tabuleiro de xadrez. As maiores forças do Estado já costuraram alianças e, em alguns casos, tradicionais aliados serão adversários. Novos nomes não faltam como francos favoritos para o pleito de 2012.

Segundo o Tribunal Re­gio­nal Eleitoral de Goiás (TRE-GO) serão 664 candidatos a prefeito que brigarão pelo voto de 4.061.613 de eleitores espalhados nos 246 municípios goianos. Máquinas eleitorais como PMDB, PSDB, PSD, PT e PTB não vão medir esforços para conquistar o máximo de prefeituras e bases eleitorais já de olho em 2014. Nesse cenário, novos postulantes entram na disputa com a esperança de serem as “surpresas” que com­­­põem a renovação da bas­­tante desgastada política de Goiás. Líderes par­tidários apontam nomes e afiam os discursos triunfalistas.
PMDB-PT

O PMDB será o partido com o maior número de candidato de cabeça de chapa com 122 candidaturas. Mas, dos cinco maiores municípios, apenas em Aparecida de Go­iânia o partido tem um dos quadros candidato a prefeito, no caso, Maguito Vilela. O secretário geral do PMDB em Goiás, Kid Neto, não quis apontar surpresas ou favoritos. Cauteloso, ele diz que todas as candidaturas são especiais para o partido, mas ressaltou a importância estratégica dos prefeitáveis nas cidades da re­gião do Entorno do Distrito Federal. O cinturão formado pelas cidades goianas ao redor de Brasília é um tradicional reduto eleitoral do partido do governador Marconi.

Em Formosa, o PMDB nu­tre muitas expectativas no ex-deputado e secretário de Segurança Pública do governo Alcides Rodrigues, Ernesto Roller. O município é o 4° mais populoso do Entorno do DF, contudo o de maior economia, o que lhe dá o status de importante colégio eleitoral. Em Jataí, Humberto Machado tentará a reeleição contra o candidato da base aliada do governo estadual. Em Mineiros, o ex-governador Agenor Rezende tentará capitular eleitoralmente o município, que também é um tradicional reduto tucano. Em Mor­rinhos o partido quer viabilizar o projeto do jovem agrônomo Tiago Mendonça.

A grande estrela da constelação do PMDB, além de Ma­guito Vilela em Aparecida, será mesmo Adib Elias. O partido comanda Catalão há 12 anos e o PSDB tenta romper a supremacia peemedebista com o parlamentar Jardel Sebba, presidente do Legislativo goiano. Em Trindade, a reeleição de Ricardo Fortunato é aguardada pelas lideranças do partido. Inhumas terá pleito apertado e imprevisível, mas o PMDB espera novo triunfo de Dr. João Antônio. “Ele é médico, já foi prefeito e vice-prefeito e desenvolve bons trabalhos sociais naquela cidade. Será uma eleição difícil, mas esperamos a vitória”, afirma Kid Neto.

Outro município que está no radar do PMDB é Go­ianésia, onde Gilberto Naves tentará a reeleição. Em Qui­rinópolis o deputado estadual Paulo Cezar Martins vai disputar a prefeitura com um candidato do DEM e outro do re­cém-fundado PSD. Fato curioso a ser notado é que, das cinco maiores cidades goianas, o PMDB é cabeça de chapa em apenas uma. Em Goiânia, A­nápolis e Rio Verde o partido de Iris Rezende compõe a vice com o PT. Em Luziânia, a le­genda apenas complementa a coligação do candidato do PSD, partido da base aliada do governo estadual.

O PT goiano se volta em torno de duas candidaturas que são vistas como fundamentais para a edificação de um projeto maior de poder: Goiânia e Anápolis, os dois municípios mais ricos do Estado. Na capital, Paulo Garcia disputará a sua primeira eleição para prefeito como cabeça de chapa. Em Anápolis, Antônio Go­mide tentará a reeleição graças à boa aprovação da administração de seu governo, que parece ter caído no gosto do eleitorado anapolino, após períodos políticos conturbados. Em Rio Verde, o deputado estadual Karlos Cabral desafiará o atual prefeito, Juraci Martins (PSD), que também tem boa avaliação por parte dos rio-verdenses.

Na opinião do deputado federal Rubens Otoni, eminência parda do PT goiano, o partido da presidente Dilma Rous­seff deu um salto de qualidade nas candidaturas das eleições municipais. O PT tem forte presença com candidaturas com­petitivas nas principais cidades do Estado. Nos nove maiores municípios, o PT é o único presente com candidatura de cabeça de chapa ou vice. Serão 85 candidaturas compondo a chapa majoritária, sendo das 20 maiores cidades, em 15 o PT terá posição de destaque. “Esperamos vencer em 15 das 20 coligações das candidaturas nos maiores municípios”, diz Rubens Otoni.

Em três importantes cidades do Entorno o PT tentará am­pliar ocupação de espaço político. Em Valparaíso de Goiás, o partido espera eleger a professora Lucimar Nasci-mento. O advogado Enilson Kuru tem boas chances em Planaltina contra três candidatos. Na Ci­dade Ocidental, o vereador Lu­la trava duelo contra candidato do PTB de Jovair Arantes. Em Mineiros, no Sul do Estado, as atenções se voltam para a médica Ivane Mendonça. De­talhe: a cirurgiã plástica é especialista em operação de mudança de sexo, e segundo sua as­sessoria, ela realiza pelo menos três procedimentos do tipo por semana no Hospital das Clí­nicas em Goiânia.
Base aliada



O partido do governo estadual deve lançar 118 candidaturas majoritárias para prefeito. Neste ano, os tucanos não vão lançar candidato na capital e, dos cinco maiores municípios goianos, apenas Luziânia tem apenas um peessedebista cabeça de chapa: Gastão Leite, vereador e presidente da A­gência Goiana de Desen­vol­vimento Regional (AGDR), é a expectativa dos tucanos pelo predomínio político no município. Curiosamente, o candidato terá dois outros nomes da base aliada do governo estadual como adversários.

Segundo Paulo de Jesus, presidente estadual do PSDB, na política é natural que aliados em nível estadual se tornem concorrentes no plano municipal. Ainda na região do Entorno do Distrito Federal a servidora pública federal Lêda Borges é a candidata tucana. Em Trindade, o deputado estadual Jânio Darrot tenta pela segunda vez consecutiva a prefeitura da “Capital da Fé”. Os líderes tucanos acreditam na vitória do empresário, mas preveem um embate duro. “Achamos que Jânio vença as eleições, mas não será uma campanha fácil. Há dois candidatos fortes, mas acreditamos na vitória”, prevê Paulo de Jesus.

Em Novo Gama, o partido do governador também nutre esperanças na candidatura da deputada estadual Sônia Chaves. Em Jataí no Sudoeste do Estado, o empresário Victor Priori terá páreo duro contra o atual prefeito Humberto Machado. O município que deve mesmo ter atenção especial por parte dos tucanos é Catalão, no Sul goiano. O deputado estadual Jardel Sebba tentará pela terceira vez a prefeitura. O presidente do parlamento goiano vai enfrentar nas urnas seu arquirrival, Adib Elias, do PMDB. Jardel vai tentar romper com a hegemonia peemedebista de 12 anos.

Em Goianésia, o engenheiro Jalles Fontoura vai enfrentar o atual prefeito do PMDB, Gilberto Naves. Em Mineiros, cidade natal do deputado federal Leonardo Vilela, os tucanos vão apostar as fichas em Junior da Citro Cinco. O candidato enfrenta uma petista e um peemedebista, o ex-governador Agenor Rezende. Em Po­rangatu, Gláucia Melo disputa a prefeitura contra três outros candidatos, um dele do PMDB. Em Uruaçu, Valmir Pedro tenta o primeiro mandado. A estimativa dos tucanos  é de é de que o Palácio das Es­me­raldas tenha, no próximo ano, pelo menos 160 prefeituras para a base aliada.

O PSD, partido dos deputados federais Vilmar Rocha (secretário estadual da Casa Civil) e Armando Vergílio fará sua
estreia em eleições em Goiás com 54 candidaturas à prefeitura como cabeça de chapa, e 53 a vices. É o 3º no ranking dos partidos com maior número de prefeitáveis. Dos dez maiores municípios, a legenda compete em quatro: Aparecida de Goiânia, Rio Verde, Luziânia e For­mosa. Na segunda maior cidade do Estado, o ex-vice-governador Ademir Menezes tentará se eleger pela segunda vez. O deputado é tido como aposta da base aliada para vencer o ex-governador Maguito Vilela.

Em Rio Verde, Juraci Martins tentará a reeleição após a turbulenta saída do DEM de Ronaldo Caiado. A ruptura foi tão traumática que os democratas apoiam o petista Karlos Cabral. Em Luziânia, o deputado estadual Cristóvão Tor­min entra na disputa contra o PSDB e DEM. Em Formosa Ita­mar Barreto enfrentará Ernesto Roller do PMDB. Vilmar Rocha calcula que o PSD sairá fortalecido das eleições 2012. “Considerando que o partido foi registrado no dia 27 de setembro do ano passado, a dez dias do prazo para filiar todos àqueles que hoje são candidatos, se tivéssemos mais tempo, seríamos maiores do somos hoje”, avalia.

O DEM do vice-governador José Eliton e do deputado federal Ronaldo Caiado tentará redemarcar território e posição após o enfraquecimento do partido com a criação do PSD e da cassação do ex-senador Demóstenes Torres. Em Aparecida de Goiânia os democratas se esforçam na viabilização da candidatura do empresário Tanner de Melo. Em Anápolis, Wilson Rancheiro entra na corrida eleitoral contra o petista Antônio Gomide. Geraldão é o nome da legenda em Luziânia. Em Itaberaí os democratas depositam esperanças em Rita do Tico e em Quirinópolis, Odair Resende promete surpreender no município.

Os holofotes se voltam agora ao PTB, por ser do partido o nome ungido pelo Palácio das Esmeraldas para representar a base aliada no pleito 2012 na capital. O deputado federal Jovair Arantes, que já foi vice de Darci Accorsi de 1993 a 1996, terá a chance de ocupar o Paço Municipal em 2013. Além de Goiânia, os trabalhistas vão disputar 45 prefeituras como cabeça de chapa. Destaque para Águas Lindas de Goiás, onde o deputado estadual Hildo do Candango é apontado como favorito. Em Itumbiara, o secretário municipal de Obras, Chico Bala, é o candidato apoiado pelo atual prefeito, Zé Gomes da Rocha (PP).

O PTB aposta nas candidaturas de Morrinhos, com o engenheiro Rogério Troncoso, além de Giselle Araújo em Cidade Ocidental, e os empresários Ival Avelar, em Jaraguá, Ibinho, em São Simão, e Edu Martini, em Cristalina. Gil Ta­vares tenta a reeleição em Ne­rópolis. Jovair afirma que pode surpreender em Goiânia. Se­gundo ele, cada eleição é uma realidade e que terá nove minutos de tempo de TV, o suficiente para subir nas pesquisas durante o decorrer da campanha. “Vou ganhar, pois tenho bons projetos para Goiânia, como a abertura de novas avenidas, Vapt-vupt da Saúde além do término da Marginal Cascavel”.
PDT/PSB/PP

O PDT da deputada federal Flávia Morais terá 30 prefeitáveis, sendo ela própria candidata em Trindade. Em Senador Canedo, o deputado estadual Misael Oliveira tem apoio do ex-prefeito Vanderlan Cardoso. Em Inhumas o advogado Dioji Ikeda poderá ser a grande surpresa, como alternativa ao gru­po de Balestra e do PMDB do ex-prefeito José Essado. O ex-deputado Wellington Valim apoia Dioji além do PT local, do atual vice-prefeito. Flávia Morais acredita que o partido será o que mais terá crescido após as eleições. “Faremos de 10 a 12 prefeituras, o que significa proporcionalmente um crescimento de mais de 100%”.

O PSB de Junior do Friboi e de Barbosa Neto terá 28 candidatos a prefeito, 9 a mais do que nas eleições passadas. Mesmo assim, dos 20 maiores cidades apenas em Santo Antônio do Descoberto (Bem Neto) e Cal­das Novas (Gesimar de Sou­sa) o partido compõe como ca­beça de chapa. Em Nova Ve­neza o partido lança o nome de Ma­noel Correa; em Goianira o candidato é Juarez Machado e em Ipameri, Ludmila Cozac é a aposta feminina da legenda.

O PP dos deputados federais Roberto Balestra e Sandes Junior parece ter definhado após saída de Alcides Rodrigues do Palácio das Esmeraldas. Até mesmo em Santa Helena, tradicional reduto eleitoral do ex-governador, a ex-primeira dama Raquel Rodrigues vai apoiar um candidato do PT. As novidades da legenda ficam mesmo por conta de Rondinelly, o candidato apadrinhado por Balestra em Inhumas, e Itamar Gomes, em Senador Canedo.


Evangélicos são minoria no poder em Goiás
Expressividade na política goiana é mito. Seis evangélicos estão presentes na Assembleia Legislativa, dois na Câmara Federal e dois no Executivo das principais 20 cidades
Fotos:Fernando Leite/Jornal Opção
Evangélicos que exercem mandato como deputados são a força política do segmento
Márcia Abreu
As igrejas, sejam elas evangélicas ou católicas, sempre buscaram se aproximar da política. Elas organizam suas redes de relações para atuar nas campanhas eleitorais, indicando candidatos. Os objetivos são, entre outros, defender bandeiras próprias, participar de decisões, conseguir fundos e obter facilidades em novos empreendimentos. Mas a crença protestante tem crescido muito no Brasil, ao ponto de a participação dos evangélicos na política tornar-se expressiva. Mas não em Goiás. A reportagem fez um levantamento e constatou que, no que diz respeito à presença de evangélicos no poder, a expressividade é pequena.

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), e os três senadores goiano — Cyro Miranda (PSDB); Lúcia Vânia (PSDB) e Wilder Morais (DEM) — são católicos. Dos 17 deputados federais, dois foram identificados como  evangélicos: Dona Iris (PMDB), que não quis informar a igreja que frequenta, sob argumento de “evitar propaganda”; e João Campos (PSDB), da Assembleia de Deus. Jovair Arantes (PTB), prefeitável em Goiânia, é espírita kardecista. Doze deputados federais por Goiás são católicos e dois não foram encontrados para falar de qual religião são adeptos.

Na Assembleia Legislativa do Estado, dos 41 deputados em exercício, 34 foram ouvidos. Desses, 28 são católicos. São evangélicos Ademir Menezes (PSD); Daniel Messac (PSDB); Fábio Souza (PSDB); Luiz Carlos do Carmo (PMDB); Misael Oliveira (PDT) e Túlio Isac (PSDB). Ademir é da Assembleia de Deus; Fábio, da Fonte da Vida; Misael, da Videira; e Túlio, da Ouvir e Crer.

O levantamento também foi feito no Poder Executivo das 20 principais cidades do Estado. Há dois evangélicos. Raquel Rodrigues (PP), prefeita de Santa Helena – ela não quis revelar a Igreja, disse que “não vem ao caso”; e Edmario Castro Barbosa (PMDB), prefeito de Ceres. Ele frequenta a Presbiteriana do Brasil. Os demais — prefeitos de Goiânia, Aparecida, Anápolis, Trindade, Senador Canedo, Jataí, Rio Verde, Catalão, Itumbiara, Luziânia, Valparaíso, Formosa, Cristalina, Goianésia, Minaçu, Mineiros, Porangatu e Uruaçu — são católicos.

Dados do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) mostram que a proporção católica reduziu no País nas últimas duas décadas. A evangélica subiu. Passou de 15,4% em 2000 para 22,2% em 2010 - 60,0% de origem pentecostal; 18,5%, evangélicos de missão e 21,8 %, evangélicos não determinados.

No que se refere à educação, os evangélicos são os grupos com maiores proporções de pessoas a partir de 15 anos sem instrução. Sessenta por cento dos evangélicos pentecostais recebem até um salário mínimo. Os espíritas têm a maior quantidade de religiosos com curso superior completo.

A pouca força dos evangélicos na política goiana também pode ser notada através do cenário eleitoral. O setor está representado graças à candidatura do vereador Simeyson Silveira (PSC). Simeyzon foi um dos vereadores mais bem votados na disputa à Câmara de Goiânia em 2008, mas não tem expressão na Casa. É apagado e discreto. O ex-prefeito de Senador Canedo, Vanderlan Cardoso (sem partido), que deixou o PMDB por falta de espaço, é o responsável por sua candidatura. O ex-peemedebista, que também é evangélico, é padrinho de Simeyzon na corrida ao Paço Municipal.

A oposição, composta por partidos do grupo do governador Marconi Perillo (PSDB), não conseguiu lançar um candidato evangélico. O deputado estadual Fábio Sousa, pastor e filho do apóstolo César Augusto, responsável pela Igreja Fonte da Vida, tentou incansavelmente ser candidato, mas não conseguiu. Fábio foi o vereador mais novo por Goiânia. Teve votações expressivas tanto na Câmara quanto na Assembleia Legislativa. Além disso, tem bom trânsito no meio evangélico. É preciso dizer que a igreja administrada por seu pai nasceu em Goiás e se expandiu, chegando a várias cidades brasileiras e a outros países. Nem assim a candidatura de Fábio emplacou.

Quem também esteve perto de ter o nome lançado foi o deputado federal João Campos, membro da Assembleia de Deus. Ele é próximo de Marconi e forte no meio evangélico. Mas a candidatura não vingou. João Campos e Fábio Sousa não foram candidatos e ainda perderam a vice na chapa majoritária da base para um carismático – Francisco Júnior (PSD).

Deputado estadual, Francisco foi destaque enquanto vereador, sendo presidente da Câmara Municipal. É um dos políticos mais expressivos da Renovação Carismática Católica (RCC) e foi eleito graças à ajuda dos fiéis. Francisco é vice de Jovair Arantes, o candidato da base aliada.

Chama a atenção o fato de alguns políticos evangélicos se negarem a relevar as comunidades que frequentam. A impressão que se tem é a de que eles não querem segmentar a atuação com medo de perder votos; por isso, omitem a igreja. A prefeita de Santa Helena, Raquel Rodrigues, argumentou que a informação é irrelevante; já a mulher de Iris Rezende (PMDB), ex-prefeito de Goiânia, declarou que não quer fazer propaganda. A deputada estadual Isaura Lemos (PCdoB), prefeitável, disse que é cristã, mas não entrou em detalhes.
De acordo com o IBGE, o crescimento do número de evangélicos no país foi acompanhado pela expansão dos fiéis que transitam por mais de uma igreja ou que não têm vínculos com nenhuma instituição. Segundo o Instituto, ao serem questionadas sobre sua religião, 9,2 milhões de pessoas (4,8% da população) responderam simplesmente ser evangélicas, sem citar nenhuma igreja específica. Como os pesquisadores do IBGE não insistem, não é possível saber se o cidadão ouvido frequenta mais de uma igreja, uma só ou nenhuma. Hoje em dia é comum o evangélico transitar por mais de uma comunidade, como os católicos.
Força dos evangélicos é medida nas discussões morais
Os evangélicos têm presença significativa em partidos importantes do Estado, como PSDB e PMDB. No entanto, não há hegemonia. “De qualquer forma, são influentes na Assembleia e na Câmara na medida em que se mobilizam em temas conflituosos, como aborto e casamento homoafetivo.” A avaliação é do sociólogo e professor da Universidade Federal de Goiás  Flávio Sofiati.

Para o professor, a melhor forma de medir a força dos religiosos, sejam católicos ou evangélicos, é nas votações relacionadas a temas morais, como os indicados acima. Ele explica que há políticos que não são diretamente ligados às igrejas, mas que receberam ou esperam receber apoio nas eleições. Já os políticos de denominações religiosas claras acabam exercendo autoridade sobre os fiéis, pois relacionam o poder divino com o terreno. “Ou seja, o candidato da igreja, ao receber as bênçãos do líder religioso, assume a tarefa de representar os interesses da igreja no espaço público”, pontua.

Pesquisas qualitativas apontam que a Assembleia de Deus e a Universal do Reino de Deus possuem grande capacidade de mobilizar seus fiéis em torno de candidaturas. Os neopentecostais em geral são mais preparados nesse tema, diz o professor, visto que necessitam do poder público para crescer.

Questionado sobre a resistência de alguns políticos em revelar a comunidade que frequentam, Flávio Sofiati diz que isso é comum e cita o caso de Celso Russomano (PRB), candidato à prefeitura de São Paulo. “Russomano é de um partido diretamente ligado à Igreja Universal, mas tenta se distanciar para conseguir votos de fiéis de outras igrejas, principalmente de católicos.”

O esconder ou revelar a religião, completa Sofiati, passa pela estratégia política de cada candidato e depende do cargo que pretende concorrer. Para prefeito, é preciso ampla aprovação, portanto, de diferentes setores. Para vereador, pode-se contar com o apoio de setores determinados.

Quanto ao poder dos fiéis sobre os políticos, ele é inexpressivo. O professor Flávio Sofiati reforça os dados do Censo 2010, divulgados pelo IBGE, de que Goiás tem contribuído significativamente no País para o declínio católico e o crescimento evangélico, principalmente na vertente pentecostal.

JORNALISTA OSWALDO MARANHÃO RECEBE ALTA 
E JÁ ESTÁ EM CASA SE RECUPERANDO

Por: R.Silva/Blog Aqui em Águas Lindas


O jornalista Oswaldo Maranhão, profissional da imprensa que atua no Jornal MultiNoticias, recebeu alta do HRC nesta manhã de sábado (28) e já está em casa se recuperando. Em visita ao colega de trabalho após sua chegada do hospital, relatou o ocorrido e como  sofreu o acidente de moto no último dia 23, vindo a sofrer grave fratura no pé direito à altura do tornozelo, recebeu os primeiros socorros por nada mais nada menos que do Dr. Willen, candidato a vereador pelo PT e abalizado médico ortopedista. Encaminhado para o HMBJ (Hospital Municipal Bom Jesus), deteve-se com uma medonha precariedade, faltando até tala para lhe imobilizar o pé, logo foi direcionado para o HRC, na Ceilândia, onde recebeu todo suporte médico necessário para sua recuperação. Os médicos, que engessaram sua perna afirmaram estar em boa saúde e torcem para que o lugar da lesão venha a ser restabelecido em seu lugar, se não, terá que retornar ao hospital para adaptar os chamados "parafusos" para a fixação do osso. Maranhão agradeceu a todos os que torceram por ele em especial o deputado Hildo do Candango, e sua esposa Aleandra, dentre outros amigos que ligaram pra ele desejando-lhe melhoras.  
Apoio do jornalista Reinildo Ferraz 
Confiante, Maranhão está sempre animado