CAMPANHA ENTORNO GOIÁS

CAMPANHA ENTORNO GOIÁS
CAMPANHA ENTORNO GOIÁS

quarta-feira, 30 de junho de 2021

Articulações PSD busca nomes fortes para composição de bancada federal em 2022, diz Francisco Jr.

Por Isabel Oliveira Francisco Jr. | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção
Deputado aposta em reeleição no ano que vem. Partido segue “garimpando” nomes como o do presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira e possivelmente de Romário Policarpo da Câmara Municipal Durante passagem por Goiânia na última sexta-feira, 25, o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, explicitou que a meta da sigla para 2022 é que sejam eleitos cerca de 70 deputados federais e 20 senadores. Goiás tem uma meta de quatro deputados federais e na avaliação do deputado Francisco Jr. (PSD), além de ter essa meta é importante que haja investimento em uma boa chapa. “O mais importante disso não é o número, é a disposição que o partido tem em investir em uma boa chapa, essa é mensagem que o presidente [Kassab] quis dizer”, disse ao Jornal Opção. “Quando a gente cria metas para candidatura elas sempre são altas. O PSD tem um grupo grande, e agora tem a mudança na legislação, e com essa realidade nós não temos a regra do jogo ainda, que pode ser alterada até outubro. Quando se fala em uma meta de quatro deputados é uma meta para nós buscarmos. Nós temos esse marco e estamos nos organizando e dependendo de como ficaria as regras a intenção nossa é realmente ter uma boa bancada”, pontua. Segundo ele se houver as mudanças na legislação os partidos que ficarem irão crescer. “Havendo a diminuição [partidos representados em Brasília] é natural que os partidos que sobreviverem cresçam. É um momento de mudança, onde os partidos eles começam a buscar um identidade mais definida. O PSD é um partido robusto que tem posições políticas claras em vários aspectos e a intenção nossa é nesse conjunto dá um recado que o PSD vai se esforçar para marcar a sua posição e Goiás com representatividade significativa”, ressalta o parlamentar. Articulações de nomes Para o ano que vem, Francisco aposta na reeleição como deputado. “A princípio, a não ser que o partido me convoque para outra tarefa, eu devo candidatar a reeleição para federal”. Dessa forma, Goiás estaria representado por Henrique Meirelles no Senado e por Francisco Jr. (PSD) na Câmara dos Deputados. Mas, outros nomes fortes circulam em conversas da sigla, um deles é o do presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Lissauer Vieira, do presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Romário Policarpo e da vereadora e já integrante do partido, Sabrina Garcez. “Com exceção da Sabrina que já é do partido e tem legitimidade para se candidatar estadual ou federal. Esses outros nomes, o presidente Vilmar Rocha fez o convite ao Lissauer e isso é público, ele que já foi deputado pelo PSD e foi eleito junto comigo, depois ele saiu. O presidente da Câmara Municipal eu não tenho certeza se já foi, ou se não foi, vai ser e o Vilmar com certeza deve fazer esse convite e demais personalidades”, diz. Segundo o deputado Francisco Jr., o partido tem buscado alguns nomes. “A gente vem hoje fazendo um levantamento com profissionais liberais, médicos, comerciantes, empresários e etc, para fazer uma oxigenação do quadro político. Temos garimpado muito o ingresso de pessoas bem sucedidas e preparadas”, destaca. Fonte: https://www.jornalopcao.com.br/

segunda-feira, 28 de junho de 2021

Animais de grande porte soltos nas ruas, UM PERIGO PARA À POPULAÇÃO.

Por Samuel Bezerra Fotos: Samuel Bezerra.
Diante de grandes problemas ainda enfrentados pela nossa população e sem uma ação imediata por parte do governo municipal a população de Águas Lindas de Goiás vem sofrendo com um grande número de animais de grande porte ( Cavalos, bois e vacas ) à solta nas ruas da cidade . Esses animais são um perigo soltos nas ruas e sem a companhia de seus proprietários, eles causam grande transtorno vasculhando as LIXEIRAS e trazendo grande risco de acidentes de trânsito . Este problema tá em toda à cidade , mais hoje segunda-feira , 28 de Junho por volta das 12h estes animais foram vistos na proximidades da Prefeitura Municipal no Conjunto A do SETOR 2 . Fica aqui o nosso pedido as autoridades da área, creio eu que deva ficar sob a responsabilidade da ZOONOSES ou Secretaria Municipal de Meio Ambiente, para que se faça a Coleta desses Animais e assim evitar acidentes futuros.
SAMUEL BEZERRA, Rodoviário, Morador e pagador de impostos da cidade de Águas Lindas de Goiás.

Deputado Francisco Jr destaca importância do PSD reforçar articulações

Em reunião do PSD em Goiás nesta sexta-feira, dia 25, com a presença do ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, e do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, o deputado federal Francisco Júnior voltou a destacar a necessidade de que a sigla reforce as suas articulações para a eleição de 2022, desde já. “Nós temos muito para oferecer para Goiás no próximo ano, em 2022. Então é fundamental que nós, desde já, possamos nos envolver, que busquemos, para não errar, o melhor time de candidatos a deputado estadual e federal também. Nós temos que nos organizar e nos movimentar”, afirmou o deputado. Com o grande destaque do evento para a postulação de Meirelles, que reafirmou a sua disposição em concorrer ao Senado Federal, Francisco Júnior lembrou o histórico do atual secretário da Economia de São Paulo, e como sua atuação sempre beneficiou não apenas Goiás, mas todo o País. “Não é porque pode ser bom, mas porque ele é um bom comprovado. Experimentado. Experimentado na iniciativa privada e no setor público. Ele teve oportunidade de demonstrar o seu potencial e fazer a diferença. Muita coisa que se lembra de bom do passado, se deve a ele, com certeza. Na área da economia, na estabilidade do País e tantas outras mais”, disse Francisco Júnior. Meirelles relembrou suas raízes, afirmando que nunca se distanciou de Goiás e que sempre fez questão de auxiliar o Estado em todos os postos por onde passou. “Desde quando eu trabalhava numa instituição financeira, procurei direcionar atividades para Goiás com objetivo de trazer emprego, trazer renda, trazer empresas. Mesmo trabalhando no exterior, dirigindo uma instituição global, eu sempre procurava direcionar investimento para o Brasil e para Goiás”, afirmou o ex-ministro. Ao reforçar a importância da organização e do planejamento para que o partido defina seu caminho e onde quer chegar, Francisco Júnior destacou os importantes quadros e a qualificação que o PSD possui nacionalmente. “Mas não adianta querer simplesmente fazer bem feito se não sabe como fazer. Este é o momento que vou falar sem falsa humildade. Este é o momento de nós buscarmos os melhores para estarem no nosso time. E é por isso que nós fomos em São Paulo buscar o Henrique Meirelles”, disse o deputado federal. “Tanto é que estou coordenando um trabalho em Brasília sobre a recuperação econômica no pós-pandemia, em um grupo de estudos que tem no Congresso Nacional chamado Cedes, Centro de Estudos, e quando apresentei o nome do ex-ministro Henrique Meirelles para iniciar esse trabalho e dar o tom de como nós devemos organizar, foi acatado por todos os deputados”, finalizou Francisco Júnior, destacando que a intenção do PSD é trabalhar para colocar Goiás e o Brasil no seu lugar de direito, gerando emprego e renda para todos. A reunião com os integrantes do PSD de Goiás foi realizada em Goiânia, no setor Marista, e coordenada pelo presidente regional do partido, Vilmar Rocha, contando ainda com a presença do senador Vanderlan Cardoso, de prefeitos e parlamentares da sigla.

PSD se descola de candidatos do centro e mira maiores colégios

Foto: Agência Brasil
Gilberto Kassab mantém uma distância regulamentar do Palácio do Planalto e o selo de “independente” da agremiação no Congresso Dez anos após deixar o DEM para fundar o PSD, o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab aposta em lançar candidaturas nos três maiores colégios eleitorais do País e fala em um nome próprio na disputa presidencial para manter o partido entre os cinco maiores do Brasil. Ausente dos movimentos que ensaiaram formar uma frente ampla de centro para tentar quebrar a polarização entre o PT e o presidente Jair Bolsonaro, o dirigente mantém uma distância regulamentar do Palácio do Planalto e o selo de “independente” da agremiação no Congresso enquanto conversa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre 2022. O partido teve um crescimento considerável nas eleições municipais do ano passado, saltando de 538 para 634 prefeitos eleitos, mantendo-se como o 3.º do País com mais municípios. Com 35 deputados federais, o PSD tem a quarta maior bancada da Câmara e um ministro (Fábio Faria, das Comunicações), mas tenta se desvencilhar do Centrão, o consórcio de partidos que dá sustentação ao presidente da República. “O PSD não tem problemas de convivência com partidos do centro, mas desde o início não integra esse bloco”, disse. Desde o final do ano passado Kassab passou a se dedicar às articulações do PSD para 2022. A prioridade do partido, afirma, vai ser crescer “com qualidade”. “Nossa meta é continuar entre os cinco principais partidos do Brasil depois das eleições”, disse. Sua prioridade até agora é avançar em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Tendo como ativo o tempo de TV e um Fundo Eleitoral consistente, Kassab atraiu o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e seu grupo político. Assim como Kassab, o chefe do executivo carioca também mantém uma porta aberta com Lula e dialoga com a frente de esquerda que se forma em torno do deputado Marcelo Freixo (PSB), mas planeja lançar o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, como candidato a governador da “terceira via” fluminense. Em Minas, o cenário está consolidado, segundo Kassab, com a candidatura do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, ao governo. “Se ele não quiser, será o senador Carlos Viana”, afirmou. O partido ainda tem o senador e ex-governador Antonio Anastasia. Em São Paulo, o partido pode receber o ex-governador Geraldo Alckmin, que ficou isolado no PSDB e passou a conversar com outras legendas sobre uma eventual candidatura. Se decidir deixar mesmo o PSDB, Alckmin assumiria o controle do PSD-SP com “porteira fechada” assim como Paes no Rio. No plano nacional, Kassab afirma que o seu partido terá uma candidatura presidencial. “A gente entende que é fundamental ter uma candidatura própria para o partido ter uma cara”, disse. “Defendemos alguém com o perfil da Luiza Trajano ou do Rodrigo Pacheco (presidente do Senado)”. Os números credenciam Kassab a falar em candidatura própria: 650 prefeitos eleitos, 5671 vereadores e mais votos no cômputo geral que o PSDB e DEM. Quando questionado sobre os nomes da sigla que estão neste momento colocados como presidenciáveis do PSD, Gilberto Kassab apresenta uma lista extensa: o senador Antonio Anastasia (MG), o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, o governador do Paraná, Ratinho Jr, o deputado federal Fábio Traud (MS) é o senador Otto Alencar (BA). Estadão conteúdo Fonte: https://jornaldebrasilia.com.br/

domingo, 27 de junho de 2021

Brasil --Líderes de 11 partidos sinalizam aliança contra voto impresso

Por Judite Cypreste Foto: Líderes de 11 partidos decidem se colocar contra PEC de voto impressoReprodução/Arquivo Pessoal
Em reunião realizada neste sábado (26/6), os dirigentes defenderam urna eletrônica e descartaram apoio a mudança proposta em PEC Em reunião, líderes de 11 partidos decidiram que não vão apoiar a mudança do atual sistema de votação eleitoral. No encontro por videoconferência, os presidentes decidiram apoiar a votação por meio da urna eletrônica e rejeitar a possibilidade de voto impresso auditável que tramita na Câmara dos Deputados. Estiveram presentes: ACM Neto (DEM), Baleia Rossi (MDB), Bruno Araújo (PSDB), Ciro Nogueira (PP), Gilberto Kassab (PSD), Luciano Bivar (PSL), Luis Tibé (Avante), Marcos Pereira (Republicanos), Paulo Pereira da Silva (Solidariedade), Roberto Freire (Cidadania) e Valdemar Costa Neto (PL). Em entrevista ao Metrópoles, Roberto Freire afirmou que a decisão foi tomada por unanimidade entre os representantes: “Temos uma vasta experiência no sistema eleitoral atual e até agora nenhuma fraude foi comprovada. Nenhum partido nunca disse que uma eleição foi fraudada”. Freire também afirmou que os representantes decidiram chamar outros partidos para agregar com a mesma posição. Os partidos também devem procurar o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso. O voto impresso vem sendo defendido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como opção já para as próximas eleições em 2022. Ao comentar a PEC em análise na Câmara, Bolsonaro disse nessa sexta-feira (25/6) que, se o texto for aprovado pelo Congresso, haverá impressão do voto nas eleições de 2022. “Tem alguns, lamentavelmente, dois do Supremo Tribunal Federal, fazendo militância contra o voto auditável. Tiraram o Lula da cadeia, tornaram elegível, para quê? Pra elegê-lo presidente na fraude? Se o Congresso Nacional promulgar a PEC do voto auditável da Bia Kicis, teremos eleições auditáveis o ano que vem e ponto final”, disse o presidente Bolsonaro, em entrevista à imprensa. Freire também acrescentou que a mudança do voto é uma “clara tentativa dele (Bolsonaro) se preparar para uma possível derrota” nas próximas eleições. Paulo Pereira da Silva disse ao Metrópoles que a importância da reunião se deu pela reunião dos maiores partidos do país, e que a ideia seria promover conversas com o TSE para tornar o processo mais confiável. “Isso mostra que os partidos estão convencidos de que o atual sistema eleitoral brasileiro é seguro e justo, né? Ou seja, é confiável. Vamos agora discutir formas de tornar ele mais confiável. É uma discussão agora com o TSE”, acrescentou Silva. Fonte:https://www.metropoles.com/

sábado, 26 de junho de 2021

Em Águas Lindas de Goiás----#VACINAIMPRENSA -- início da vacinação dos Profissionais de Imprensa

#VACINAIMPRENSA ----Juntos venceremos o Coronavírus.
Hoje demos início a vacinação dos Profissionais de Imprensa em Águas Lindas de Goiás e também os profissionais que estão trabalhando na cobertura da caçada do Serial killer Lázaro Barbosa. Um compromisso do nosso Governador @ronaldocaiado e do nosso prefeito @doutorlucasprefeito com o trabalho diuturno da nossa imprensa. Não poderia deixar de agradecer ao trabalho enérgico no combate a Covid-19 dos amigos, Secretário Estadual de Saúde @ismael.alexandrino e o Secretário Municipal Dr Rui Borges. Juntos venceremos o Coronavírus.

BLOG A VERDADE ENTREVISTA--- o Secretário de Desenvolvimento econômico e Agricultura Cristiano Rodrigues

Por Moisés Tavares
Como você encontrou a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agricultura ao tomar posse? -Assumimos a Secretaria com um desafio muito grande que foi trazer o desenvolvimento econômico para a nossa cidade e fortalecer ainda mais a economia do nosso município e elaborar projetos que fomentasse a economia local, tanto na agricultura como no comércio num todo. E eu falo assim que graças a Deus nos direciona e tem nos direcionado nos lugares certos, e na hora certa. Eu recebi aqui e não posso ser injusto de forma nenhuma, recebi uma secretaria muito bem organizada, estruturada, com potencial de crescimento muito grande e quero parabenizar tanto o Anderson Teodoro que foi o primeiro a assumir essa pasta e começar a estruturar essa secretaria e a dona Fabia esposa do nosso ex vice prefeito Jiribita, então ela também fez uma belíssimo trabalho, uma belíssima gestão aqui, então foi uma das secretarias que tenho certeza que o prefeito Dr Lucas teve menos trabalho, muito bem organizada, estruturada, questão dos patrimônios, dos projetos a administração das feiras não tenho o que reclamar. Qual foi a primeira iniciativa quando você tomou posse na secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agricultura? -Quando eu tomei posse, na verdade não foi nem quando tomamos posse, quando o prefeito nos pediu para nós acompanharmos a transição de governo, eu já tomei o cuidado de ler toda legislação referente a pasta, então uma das preocupações que nós temos é primeiro que cuidar da coisa publica do bem publico exige muita responsabilidade e muito conhecimento, então a gente cuidar do dinheiro do povo para devolver os benefícios do povo exige que você conheça a legislação que estude bastante e que esteja por dentro principalmente da legislação municipal, daquilo que é lei dentro do municipal, da lei estadual e das leis federais para a gente fazer um apanhado do conjunto das legislação pertinentes a pasta para elaborar as ações, esse foi o primeiro cuidado que tivemos, par atermos um ponto de partida. Quais os principais projetos que estão em andamentos na sua pasta e qual o mais importante agora para a secretaria? -Nós sonhávamos e sonhamos ainda por vários anos e ainda é um sonho nosso que nós vamos fazer de tudo para que se torne uma realidade termos um polo industrial, polo de desenvolvimento econômico, para geração de emprego e geração de renda dentro do município, isso fomenta e fortalece a economia, como Águas Lindas de Goiás não foi pensada como um grande polo industrial, como um grande centro empresarial, a cidade teve a sua economia voltada para o setor imobiliário e da construção civil como a questão dos serviços de comércios e não foram pensadas para receber grandes industrias, e exigia um planejamento maior, as vias adequadas para o trafego desses veículos pertinentes a essa área e aí hoje o maior desafio que nós temos é tornar realidade o polo industrial, mas nós pensamos em fazer o que? Trazer programas que nós conseguíssemos valorizar e fortalecer os empresários que nós já temos no município, os empresários que já fomentam a economia local e a partir daí a gente começar a melhorar a qualidade de vida da população. A outra meta é que temos grandes produtores(chacareiros) na área rural, nós precisamos também encontrar um mercado e fortalecer uma atividade econômica para esses. Seria a criação da feira do produtor, que foi até inserido no Plano de Governo Municipal do prefeito Dr Lucas? - Sim, mas mais do que isso, pois o que temos são muitos chacareiros e nós fizemos o que, começamos um recadastramento dos chacareiros que nós temos para que de acordo com o perfil de cada chacareiro do tamanho da propriedade a gente começar a elaborar programas específicos para cada um deles seja criação de animais, piscicultura e lavoura, a gente tem trabalhado firmemente nestes programas e nós encontramos um parceiro dentro da secretaria que talvez não era tão usado que é o SEBRAE, tem sido um parceiro de primeira hora tanto nas capacitações para os nossos profissionais aqui dentro das secretaria como até eu mesmo participei de algumas capacitações e nós com base nas orientações do SEBRAE estamos elaborando um novo espaço do empreendedor dentro da secretaria que é justamente para a gente dar continuidade a esse fortalecimento do que nós já temos na economia local, os empresários, traze-los aqui para dentro da secretaria paras se capacitar, melhorar a qualidade de gestão desses empresários dentro do município, se for o caso fazer reeducação financeira e a partir daí dar acesso a linha de credito para eles expandirem os negócios deles, esse é o nosso trabalho, e hoje o projeto que está em andamento, nós assumimos a pasta e a gestão passada havia feito uma solicitação de revitalização da feira do Entorno e como houve uma mudança de gestão da pasta de secretaria de indústria e comercio do Estado esse projeto estava engavetado que é a revitalização da feira do entorno e nós queremos também a cobertura da feira do Pérola. Essa revitalização da feira do Entorno começa quando? - Se a gente for olhar para a característica econômica de Águas Lindas a gente não encontra uma vocação do nosso povo, a gente precisa criar uma vocação econômica, e quando a gente tomou conhecimento da pasta existia uma solicitação na secretaria de indústria e comércio do Estado referente a revitalização da feira do entorno nós solicitamos uma visita técnica na secretaria para tomar conhecimento do projeto e lá foi passado para nós que dependia de uma conversa com o secretario para tocar o projeto e o que nós fizemos, sem as parcerias politicas a gente não consegue fazer nada ai o que fizemos, entramos em contato com o presidente estadual do PODEMOS deputado José Nelto e com o prefeito Dr Lucas e através deles abriram as portas na secretaria de indústria do estado e aí conseguimos ter acesso ao secretário falamos da importância da revitalização da feira do entorno, levamos imagens do fundamento da feira, tanto imagens terrestres como imagens aéreas para ele tomar conhecimento da estrutura física que nós tínhamos da feira e que o nosso povo, nosso público precisava de dignidade, melhores condições de trabalho é uma feira que já é um patrimônio público municipal, é tradição dentro do município, vem gente dos quatro cantos da cidade e até de fora do município para comprar na feira e desfrutar dos serviços da feira, e o secretario comprou a ideia e a partir daí passamos a cumprir as exigências de documentação de levantamento da área, e graças a Deus nós já cumprimos tudo e o projeto foi aprovado pelo prefeito Dr Lucas, eles estão terminando a fase estrutural do projeto, projeto arquitetônico nós já vimos dentro da aprovação eles estão vendo a fase estrutural para passar pelo GOINFRA para fazer a licitação, e é tudo pelo estado e o município vai ter uma pequena contra partida e nós vamos cumprir e vai ser licitado pelo estado e acredito que até setembro ou outubro provavelmente a gente já vai ter as primeiras movimentações ali na feira para já preparando a área para já ter a revitalização, ai tem a cobertura da feira do Pérola com os recursos de 2 milhões através do deputado José Nelto e nessa semana nós tivemos graças a Deus a possibilidade do deputado federal Francisco Jr que comprou a ideia de apadrinhar a revitalização da feira do América 4 que é mais uma oportunidade de negocio para nossa população par aos nossos empreendedores do município. Secretario na avenida JK do Jardim Brasília as calçadas estão ocupadas com os vendedores ambulantes atrapalhando a travessia das pessoas, a secretaria tem um projeto, uma área para esses trabalhadores informais que com certeza serão formalizados pela nova gestão? -Muito importante a sua pergunta, muito bem lembrada, até para a população compreender as ações que nós teremos logo mais, nós temos aqui uma notificação do MP, eu quero deixar claro que não é uma decisão que partiu do secretário Cristiano ou do prefeito Dr Lucas, é uma notificação do MP, quando se tem uma notificação da justiça se você não toma providencia a gente responde por improbidade administrativa ou o que a justiça entender que a gente precisa responder por não cumprir a determinação judicial. A notificação é para que se resolva o problema da acessibilidade, dentro do município nós cidadão sadios graças a Deus, não podemos esquecer das pessoas que tem algum tipo de limitação, com relação a necessidade especial, a dificuldade de locomoção, as vias em nossa cidade, tentaram fazer mais a acessibilidade ainda não ficou ideal, da forma de atender esse público, esses usuários, que precisariam de vias de melhor qualidade e hoje é um problema real a ocupação das calçadas por que nós já temos os acessos ruins para esses publico utilizar e quando se tem as calçadas ocupadas fica mais difícil ainda a locomoção destas pessoas, então o MP nos notificou, , mas nos notificou também por causa dos lojistas, tem ambulante que vende o mesmo produto na rua que um lojista vende na loja e o lojista paga aluguel, paga imposto, ele paga funcionário, tem que recolher os direitos trabalhistas de cada funcionário, e tem uma pessoa na porta da loja que sem arrecadar nenhum centavo de imposto par ao município, mas não é somente isso que nos leva a fazer essa ação, mas o que planejamos foi o que, vamos começar umas ações de orientação, vamos notificar, dar prazo para que eles saiam, e a gente vai fazer a adequação, também tem o transtorno da ocupação dos estacionamentos, tem pessoas que armam as barracas nos estacionamentos ou então colocam os carros ou uma caretinha o dia inteiro ocupando a vaga dos usuários e a secretaria vai começar no dia 29/06 uma operação com acompanhamento de orientação, e ai assim é um transtorno para os motoristas também, não estaciona, precisa parar em via dupla vem o SMT e multa ou a Policia Militar multa também, por que ele está tendo o direito de estacionar tirado, a gente tem que resolver, e para resolver não é somente tirar, estamos trabalhando para revitalizar a feira do Entorno, na estruturação da feira do Pérola e revitalização da feira do Amérca 4 e paralelo a isso estamos fazendo o levantamento de toda situação jurídica da feira Central ao lado do Shopping que a gente vai fazer o remanejamento, aí a gente está apresentando uma solução, a partir do momento que forem notificados a saírem de lá comparecer na secretaria e a secretaria vai dar o direcionamento se eles não aceitarem nós não permitiremos que fiquem no Jardim Brasília, nós apresentamos uma alternativa de trabalho, não é somente tirar, a gente vai oferecer uma oportunidade em outro lugar, se não aceitarem, na avenida JK do Jardim Brasília não poderão ficar. Secretario, seu nome está bem cotado, bem cogitado, bem divulgado para ser um candidato a deputado estadual, o senhor é pré-candidato a deputado estadual? - Essa é uma pergunta muito delicada, muito complicada de responder, porém, todas as pessoas que colocam o nome a disposição para disputar um pleito eleitoral não colocam simplesmente por vaidade mas sim por que se sentem vocacionado para exercer a função de representar o povo, um chamado, temos feito um trabalho, se a gente for olhar para como o sistema político acontece não teríamos motivação para disputar pleito eleitoral nenhum, o sistema político eleitoral se torna muito caro, a população ainda não entendeu a necessidade de eleger a pessoa por trabalho, as características da pessoa, os ideais da pessoa, a ideologia politica da pessoa se parece com a do eleitor e o eleitor deveria votar por essas convicções e não por benéficos próprios , então o que estamos tentando fazer é corresponder a confiança que o povo nos deu primeiro honrar os 520 votos que tive como candidato a vereador e se o trabalho que estou fazendo for digno em primeiro lugar da confiança do prefeito Dr Lucas e ele nos pedir para colocar o nosso nome a disposição ou então nos direcionar para essa missão serei pré candidato sim, mas hoje estamos focado no nosso trabalho em corresponder a confiança que o nosso prefeito nos deu e vamos seguir a orientação do nosso prefeito, o que o prefeito direcionar vamos seguir, mas não escondo assim o desejo no meu coração de representar o povo, se a população entender que o nosso trabalho ele é digno da confiança deles para representa-los como deputado serei candidato, mas hoje estou focado no nosso trabalho da secretaria, já vi algumas matérias cogitando o meu nome, mas eu não quero fazer disso uma afronta ao nosso prefeito, faço parte do grupo do prefeito e é o prefeito que vai nos direcionar e vamos segui-lo. Qual a mensagem que o senhor deixa para os empresários e empreendedores do município? -Como empreendedor que sou também, compreendo e sei das dificuldades que enfrentamos tanto parte das burocracias dos diversos órgãos municipais, estaduais e federais como das entidades financeiras como da estruturação do comércio em um todo e o que peço para toda população não somente os comerciantes mas também os trabalhadores estamos com vários programas de capacitação profissional de acesso ao mercado de trabalho o que tenho a pedir é um pouco mais de paciência, todo início de gestão é muito difícil em todas as secretarias , não quero direcionar somente para nossa secretaria mas de todas as secretarias, a gente sabe que tem muito a melhorar, tem muito o que fazer e o que peço é tenha um pouquinho mais de paciência com o nosso prefeito Dr Lucas tem feito de tudo para estruturar da melhor forma a sua gestão para dar um atendimento melhor par ao nosso povo, que já , já todos verão os inúmeros projetos que nós traremos e colocamos a disposição quero convidar toda população em breve estaremos divulgando alguns vídeos com os programas que a secretaria está ofertando, mas quero convidar par que nos façam uma visita a nossa secretaria. Quero agradecer a você Moisés Tavares, muito obrigado pela entrevista e que Deus abençoe seu trabalho, te parabenizo pelo trabalho que é belíssimo, acompanhamos pelas suas páginas na internet e pelos seus blogs, você é um profissional espetacular, sua neutralidade e respeito por todos os políticos dentro do município de forma igual, dando oportunidade a todos para se expressarem e mostrarem os seus serviços, que Deus continue abençoando sua vida, seu trabalho e sua família. -A equipe do BLOG A VERDADE agradece secretário.

Governo de Goiás abre seleção para banco de habilitados com 13.534 vagas destinadas a professores temporários

Processo para selecionar profissionais de 18 setores ocorre por meio de análise curricular para atuação em uma das escolas de educação básica dos 246 municípios goianos. Inscrições podem ser feitas no período de 30 de junho a 13 de julho O Governo de Goiás publicou, nesta quinta-feira (24/6), edital de processo seletivo para criar um banco de habilitados com 13.534 vagas para a contratação de professores temporários na Secretaria de Estado da Educação (Seduc). A seleção é conduzida pela Secretaria da Administração (Sead), por meio da Escola de Governo, e as inscrições podem ser feitas de 30 de junho a 13 de julho, acessando o site selecao.go.gov.br. A taxa de inscrição é de R$ 20. O processo seletivo ocorre por meio de análise curricular para atuação em uma das escolas de educação básica dos 246 municípios goianos, com remunerações que variam entre R$ 1.219,05 e R$ 2.887,50. Serão selecionados profissionais das áreas de Administração, Artes, Ciências/Biologia, Educação Física, Ensino Religioso, Espanhol, Filosofia, Física, Geografia, História, Informática, Intérprete, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Pedagogia, Química e Sociologia. Do total de vagas, 5% serão destinadas para candidatos com deficiência. Para se candidatar, o interessado deve, como requisito mínimo, ter graduação concluída ou em andamento, preferencialmente na modalidade de licenciatura, na área da função escolhida, devidamente autorizada e reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Os requisitos da função poderão ser comprovados no momento da contratação. Após a publicação do resultado final, à medida que forem convocados, os escolhidos serão entrevistados, com o objetivo de conferir, avaliar e validar os documentos. O Banco de Habilitados será utilizado sempre que for necessário convocar um novo profissional para atender as demandas da Secretaria de Estado da Educação. Com esse processo seletivo, o Estado de Goiás regulamenta a contratação dos servidores, que podem ser convocados até 2025, e garante que todos os estudantes terão profissionais capacitados em sala de aula. Para tirar dúvidas a respeito da seleção, os candidatos podem entrar em contato com a Escola de Governo por meio do telefone 0800 642 0662. Colaboração: Secretaria de Estado da Administração – Governo de Goiás/ Foto: Pixabay Fonte: http://blogdoamarildo.com.br/ http://blogdoamarildo.com.br/governo-de-goias-abre-selecao-para-banco-de-habilitados-com-13-534-vagas-destinadas-a-professores-temporarios/

sexta-feira, 25 de junho de 2021

CPI DA PANDEMIA espera que servidor e irmão deputado esclareçam compra da Covaxin

Foto: Edilson Rodrigues/Agencia Senado
Vice-líder do governo no Congresso diz que oposição “espalha narrativas” antes de olhar para as evidências A CPI da Pandemia vive a expectativa dos depoimentos, marcados para esta sexta-feira (24), do deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) e do seu irmão Luis Ricardo Miranda, servidor do Ministério da Saúde. Eles apontaram irregularidades na compra da vacina indiana Covaxin. Para membros da CPI, tanto da oposição quanto da base do governo, a oitiva deverá trazer luz sobre o caso e determinar se ele dará o tom das investigações. O vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou nesta quinta-feira (23) que, com a denúncia, a comissão “entrou numa fase nova”, que a coloca no tema da corrupção. Para ele, no entanto, a história ainda é “obscura” e os depoentes precisarão apresentar os detalhes que ainda não anteciparam. — Nós sabemos de muita coisa e, ao mesmo tempo, não sabemos de nada. Um dos aspectos da exposição deles vai ser apresentar a cronologia dos fatos. Ainda não tivemos acesso a isso e é bom que os depoentes falem livremente amanhã [sexta]. A CPI convocou primeiro o servidor porque ele prestou depoimento ao Ministério Público Federal, e em seguida o deputado se dispôs a vir como convidado. É isso que os traz. Espero que ambos esclareçam os fatos. Randolfe também disse que a CPI vai precisar rever o seu calendário para acomodar eventuais novos depoimentos sobre esse caso. A princípio, a comissão tem prazo de funcionamento até o dia 7 de agosto. Ela pode ser prorrogada por requerimento que tenha o apoio de no mínimo 27 senadores. — Não podemos deixar sem resposta este escândalo e outros que possam surgir — disse Randolfe. O senador Marcos Rogério (DEM-RO), que é vice-líder do governo no Congresso, declarou que defende a apuração de todos os fatos, mas avaliou que a oposição “espalha narrativas” antes de olhar para as evidências. Ele disse acreditar que a denúncia não permite levantar suspeitas, e pediu que a CPI não faça “prejulgamentos”. — Não conte comigo para fazer defesa de quem fez coisa errada, mas não posso patrocinar campanha difamatória de quem não cometeu crime. Essa criminalização sem provas promove algo muito ruim, que é o desinteresse do servidor de praticar ato de ofício, trabalhar com celeridade. Não é o momento para se fazer afirmações categóricas contra o governo, o ministério e os servidores, nem mesmo com relação ao funcionário que virá aqui. O senador Humberto Costa (PT-PE) elencou várias perguntas que ele espera ver respondidas nos depoimentos dos irmãos Miranda. Para ele, o assunto não se encerrará depois da audiência, mas poderá tomar uma “dimensão grande” e a CPI terá informações para conduzir uma investigação mais embasada.— Por que [a empresa que fez a intermediação da compra da Covaxin] tinha que ser uma que já passou calote no ministério? Por que outras vacinas tiveram que esperar meses e essa precisou de cerca de 90 dias? Por que o governo condicionou assinar contratos à aprovação da Anvisa, mas nesse caso assinou sem que a aprovação tivesse acontecido? Por que houve pressão pela aquisição dessa vacina e não houve para as demais? Certamente não serão eles que vão esclarecer, mas vão poder trazer algumas luzes. Onyx Os senadores comentaram também o pronunciamento do ministro Onyx Lorenzoni, da Secretaria-Geral da Presidência, na quarta-feira (22). Na ocasião, Onyx informou que o governo poderia tomar medidas legais contra os irmãos Miranda. Para Randolfe Rodrigues, o ministro tentou intimidar testemunhas da CPI, o que configura crime de acordo com a legislação que dispõe sobre as prerrogativas das comissões parlamentares de inquérito (Lei 1.579, de 1952). Nesta quinta, o senador Humberto Costa apresentou um requerimento pedindo a convocação de Onyx para depor ao colegiado. — Esta CPI não admitirá isso [a intimidação de testemunhas]. Deveremos apreciar a convocação do ministro. É preciso que ele venha explicar o que o leva a intimidar. Se ele insistir, seremos obrigados a pedir a sua responsabilização nos termos da lei, que estabelece pena de prisão — declarou Randolfe. Já o senador Marcos Rogério avaliou que Onyx apenas veio a público esclarecer as providências que o governo federal está tomando em relação às denúncias sobre a compra da Covaxin. — A oposição quer que o governo, sendo acusado de algo, fique quieto e não contradite os fatos, não apresente as evidências de que isso é uma narrativa criminosa? — questionou ele. No seu pronunciamento, Onyx veio acompanhado de Elcio Franco, ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde (hoje assessor especial na Casa Civil), para apresentar documentos sobre a compra da Covaxin. Franco foi elencado como um dos 14 investigados pela CPI. Para Randolfe Rodrigues, a escalação do ex-secretário para rebater as denúncias dos irmãos Miranda foi uma “desfaçatez”. (Agência Senado) Fonte: https://diariodopoder.com.br/

Polêmica --Presidente do Patriota é afastado por 90 dias por negociar ‘individualmente’ filiação de Bolsonaro

Por Luiza Lopes------ Secretário-geral do diretório nacional e presidente do Patriota em Goiás, Jorcelino Braga, explica que o próximo passo da Executiva é registrar a ata da convenção de hoje em cartório.
A filiação da família Bolsonaro no Patriota é polêmica e já tornou ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), após a entrada de Flávio Bolsonaro ter sido considerada a ‘toque de caixa’. Desta vez, o partido decidiu, por maioria, afastar por 90 dias o presidente Adilson Barroso do comando da sigla por ter negociado “individualmente” a filiação do presidente Jair Bolsonaro. A recente decisão foi tomada nesta quinta-feira, 24, durante convenção nacional do partido. Barroso e o senador Flávio Bolsonaro (RJ), que se filiou recentemente à sigla, não participaram da convenção e não justificaram a ausência. O vice-presidente do Patriota, Ovasco Resende, assume o comando da sigla. O afastamento de Barroso é válido por 90 dias, prorrogáveis por mais 90 dias. O secretário-geral do diretório nacional e presidente do Patriota em Goiás, Jorcelino Braga, explica que o próximo passo da Executiva é registrar a ata da convenção de hoje em cartório. “Isso deve demorar alguns dias”, completa. Em seguida, se for aceita pelo cartório, a ata é encaminhada para o Tribunal Superior Eleitoral. Braga explica que outro passo nesse processo de afastamento do presidente é que Adilson ainda responderá junto ao Conselho de Ética do Patriota quanto às medidas adotadas nas últimas convenções da legenda. O secretário-geral do partido tem afirmado que não é contra a filiação do presidente Jair Bolsonaro, mas em qual condição ele embarca na legenda. Ele tem destacado que o partido é “um dos mais fiéis ao governo na Congresso. É um dos que mais vota favorável às matérias de interesse do governo no parlamento federal”. Irregularidades O motivo do afastamento seria que o presidente nacional, Adilson Barroso, estaria cometendo uma série de irregularidades para abrigar o presidente e seu clã no Patriotas. Entre as irregularidades, Barroso teria alterado e incluído integrantes na convenção do partido com direito a voto para garantir a aprovação do novo estatuto. O presidente teria realizado a convenção nacional a toque de caixa e, segundo a ação enviada ao ministro Edson Fachin. “Utilizou-se de sua senha nacional do SGIP/TSE, e substituiu membros eleitos na convenção de 07/11/2018 e com direito a voto na convenção de 31/05/2021”, diz trecho do documento ao TSE. Fonte: https://www.jornalopcao.com.br/

Luis de Aquino no cargo de Secretário de Assuntos Estratégicos começa com bom desempenho o exercício da função

Com experiencia comprovada, após exercer vários cargos em gestões anteriores, sendo aprovado em todos, tais como: Secretário de Educação, Secretário de Relações Institucionais e líder de governo na Câmara Municipal, o ex-vereador Luis de Aquino, hoje no PSDB, um dos maiores partidos do país e também de Águas Lindas de Goiás e atual Secretáio Municipal de Assuntos Estratégicos começou com bom desempenho sua nova função. Neste sentido há de se destacar que o prefeito Dr Lucas fez uma boa escolha ao nomear Luis de Aquino para esta pasta. A capacitação e o conhecimento de causa de Luis de Aquino, sua habilidade em articular, sua comunicabilidade e o transito livre que tem para com todos os poderes e com os pares da Câmara Municipal, o dá condições de exercer um bom trabalho e fazer com que o já excelente governo do Dr Lucas continue se destacando no cenário estadual e quiçá nacional através de grandes ações e realizações.

segunda-feira, 21 de junho de 2021

Justiça suspende convenção, mas Daniel fica na presidência

Presidente da executiva vai decidir, esta semana, se um novo edital será aberto ou se fica suspensa a eleição, já que o diretório tem mandato até fevereiro do ano que vem
O desembargador Itamar de Lima, do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), concedeu liminar solicitada pelo deputado estadual Paulo Cezar Martins e determinou a suspensão da eleição ao diretório estadual do MDB, marcada para a tarde desta sexta-feira (18). O atual presidente, Daniel Vilela, era candidato único. O dirigente afirmou que haverá decisão na próxima semana se um novo edital será aberto ou se fica suspensa a eleição, já que o diretório tem mandato até fevereiro do ano que vem. A divisão interna ocorre porque Paulo Cezar defende candidatura própria do MDB ao governo no ano que vem e Daniel tem se aproximado do governador Ronaldo Caiado, em uma articulação de aliança defendida pelo ex-prefeito Iris Rezende. Paulo Cezar teve registro de candidatura à presidência do diretório indeferido no último domingo, por descumprimento de exigência do estatuto do partido de ter 5% de assinatura de convencionais. Ele aponta ilegalidades na decisão e havia perdido na ação em primeira instância, mas conseguiu a liminar do desembargador. A convenção foi antecipada para esta sexta-feira (18) porque membros do MDB entenderam, 2022, por ser ano eleitoral, deveria se evitar qualquer atrito interno para não prejudicar a sigla na briga eleitoral por cadeiras no Congresso e eleição estadual. Há também uma pressão por parte de emedebistas que defendem candidatura do partido ao governo de Goiás, assim como Gustavo Mendanha, prefeito de Aparecida de Goiânia, que também é categórico ao defender participação do MDB no pleito. “Acho que ficaria frustrado. Time grande sempre tem que disputar campeonato. Nosso líder Iris Rezende sempre pregou isso. Eu defendo isso por acreditar que, de fato, o MDB é grande como partido em Goiás e está sempre sendo antagonista daqueles que estão no governo ou como protagonista, estando no governo”, disse Mendanha em entrevista coletiva. Aliança com Caiado O ex-prefeito Iris Rezende e o presidente do MDB, Daniel Vilela, se encontraram na quinta-feira para discutir os rumos do partido, principalmente as eleições de 2022. Iris disse que apoiaria Daniel na convenção para eleger o novo diretório estadual, cancelada pela Justiça. Em um contexto onde o apoio do MDB à reeleição do governador Ronaldo Caiado (DEM) está na mesa, Daniel Vilela foi ao escritório do ex-prefeito, que declarou apoio à sua reeleição para o comando do partido. “Eu voto no MDB e apoio a reeleição de Daniel Vilela para presidência do diretório, um jovem que já demonstrou ter todas as condições de conduzir bem o partido”, afirmou Iris. Daniel Vilela retribuiu o elogio. “Me sinto honrado. E isso demonstra a grandeza do nosso líder Iris, que é um homem que se preocupa com o partido e com o Estado de Goiás. Sua história é exemplo e inspiração para nós, uma referência na vida pública hoje e sempre. O momento é de unidade, de olhar pra frente.” Fonte: https://www.dm.com.br/

domingo, 20 de junho de 2021

A atuação da igreja nas redes sociais

Por Augusto Marques---- Imagem ilustrativa (Foto: Reprodução/PictoBíblia)
A internet é um campo fértil para ser explorado pela igreja. São poucas as igrejas que conseguem ser efetivas na forma de se comunicar e levar a mensagem do evangelho do Reino de Deus na internet. Entendendo as especificidades de cada plataforma para conseguir gerar engajamento e ter o devido alcance na sua mensagem, as “lives” vieram para ficar e absolutamente todo mundo está pondo a cara na internet para se comunicar e contar a sua história, todas as plataformas se adequaram rapidamente para fornecer a opção LIVE. Os programas ao vivo são, ainda hoje, o que mantém as rádios operando com fôlego, seja na transmissão instantânea de notícias como na programação esportiva, por exemplo. Já na internet, as LIVE’s, que equivalem aos programas ao vivo, não possuem o mesmo peso de exclusividade, pois podem ser salvas e passam a se tornar apenas vídeos gravados com uma má qualidade, onde o fator preponderante para ser relevante está única e exclusivamente na qualidade do conteúdo exibido. O trabalho para uma boa transmissão na igreja exige certos conhecimentos técnicos que inúmeras congregações não dispõem atualmente, tomando, assim, decisões simplistas demais para ter o devido protagonismo que as redes sociais possibilitam. Uma boa câmera, um bom áudio e um conteúdo que vá ao encontro de quem deseja ouvir e ver o que está sendo dito, pode ser um bom caminho, mas não existem fórmulas mágicas para alcançar pessoas, e cada perfil de igreja deverá desenvolver o seu Know-how, podendo observar e copiar boas iniciativas, mas sempre adaptando para a sua realidade. Enquanto em mecanismos de busca o espectador vai atrás do que ele deseja consumir de conteúdo, nas redes sociais este processo é inverso, e o produtor de conteúdo pode encontrar o seu público específico. A forma mais fácil para conseguir se fazer presente na internet acaba sendo o uso simplista do celular no modo live nas redes sociais. Algumas igrejas possuem estrutura para adequar-se tecnicamente, produzir e transmitir um bom conteúdo, mas esta não é a realidade da maioria das igrejas no Brasil, e essa atitude acarreta em alguns problemas contextuais, que mais adiante comentarei. Primeiramente, vamos falar dos tipos de conteúdo para as redes sociais, pois não podemos simplesmente fazer delas uma extensão de alguns momentos do culto, como se isso pudesse ser suficiente, torcendo para que, quase de forma milagrosa, alguém veja e seja tocado pelo Espírito Santo e se converta (ainda que isso possa vir a acontecer). Ninguém quer apenas marcar presença de forma aleatória e despretensiosa, pois se esse for o intuito, então todas as estratégias de divulgação, por mais bem intencionadas e simplistas que sejam, deveriam ser descontinuadas, pois elas demandam tempo e esforço das pessoas envolvidas. Uma estratégia difundida em 2015 pelo Google para criação de conteúdo no Youtube, apontava para três princípios que norteavam o produtor que quisesse ser mais efetivo nas suas postagens. O tripé de criação Hero (inspiração), Hub (entretenimento) e Help (educação) teve tanto sucesso que acabou sendo adaptado para as mais diversas plataformas e virou mantra entre os criativos, justamente porque nortearam a criação de conteúdo, conseguindo gerar conexão com o público e agregar valor às marcas. A área de marketing digital é muito complexa e existem inúmeras ferramentas, conceitos e metodologias de trabalho. Alguns novos empregos surgiram em função da necessidade das empresas e instituições serem mais relevantes na internet. Separei aqui alguns dos novos ofícios, como o social-mídia, web-design, analista de mídias sociais, Especialista em Search Engine Optimization (SEO), Redator/editor de conteúdo. Vejam a complexidade que é usar as redes sociais de forma relevante. Modo live e seja o que Deus quiser Leiamos o que Paulo diz em 1 Coríntios 3: “E eu, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a meninos em Cristo”. Com leite vos criei, e não com carne, porque ainda não podíeis, nem tampouco ainda agora podeis, porque ainda sois carnais”. Quando lemos esta passagem percebemos que os irmãos de Corinto não ditavam o que era a pauta da pregação de Paulo, mas sim, que Paulo conseguia avaliar as necessidades da congregação, por conhecê-los, ele podia fazer a leitura correta do estado espiritual da igreja. Em Hebreus 5 a partir do versículo 11 temos novamente a mesma situação, onde o apóstolo entende que não pode falar sobre o Sacerdócio de Cristo como devia, necessitando adaptar a sua mensagem. Martyn Lloyd-Jones em seu livro Pregação e Pregadores diz: “O principal perigo com que se defronta o pregador, quanto a isso (desconhecer o público-alvo), consiste em supor que todos quantos se dizem crentes, ou que pensam ser crentes, ou membros de uma igreja, são necessariamente cristãos. Para mim, este é o mais fatal de todos os erros; por certo, também é o mais comum. Supõe-se que, se as pessoas são membros de igrejas, necessariamente são crentes. Isto é perigoso e errado, pelo seguinte motivo: se supusermos isso, nos inclinaremos, com base nessa suposição, a pregar, em todas as reuniões, de maneira apropriada aos crentes. Nossas mensagens sempre terão um tom didático, e o comentário e elemento evangelístico serão negligenciados, talvez quase totalmente.” Jesus Cristo foi duro diante da crescente hostilidade dos fariseus, escribas e seus seguidores quando fala em Mateus 13.13: “Por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem, nem compreendem. Seus ouvintes não tinham o interesse de compreender o ensino de Jesus devido a dureza de seus corações. Até aqui, vemos como saber identificar como o público-alvo molda a forma e o conteúdo da nossa mensagem. Sendo assim, se esta dificuldade é real para quem já está inserido e falando dentro de um contexto de igreja na sua congregação, deveríamos ter um cuidado ainda maior com esta mensagem sendo disponibilizada de forma aleatória na internet, pois não sabemos a intenção ou o contexto da pessoa que está assistindo, se de forma assíncrona ou ao vivo, mas quase sempre sem se identificar. O alerta para este modus operandi despreocupado de disponibilizar a mensagem do evangelho pode até mesmo vir a fomentar os “desigrejados” que não precisam dar satisfação de suas vidas para liderança alguma, ou ainda, os descontentes com suas igrejas que buscam na internet o alimento que julgam não obter em suas congregações locais. “A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos” Gostaria de poder apresentar uma boa solução para toda esta situação em que estamos inseridos, mas, como disse anteriormente, não existe um jeito fácil de fazer as coisas, entretanto, se pensarmos em algumas boas iniciativas, podemos melhorar a forma como a mensagem está sendo disponibilizada. Em seu livro Contextualização – uma teologia do evangelho e cultura, de Bruce J. Nicholls, ele diz: “A contextualização, segundo alega-se, é a capacidade de responder de modo relevante ao evangelho dentro do cenário em que a própria pessoa se encontra. Não é simplesmente uma palavra da moda ou um lema, mas uma necessidade teológica exigida pela natureza encarnacional da Palavra.” Cada plataforma tem o seu o seu valor distinto das demais, fazendo com que aquele determinado produtor de conteúdo opte por “embalar” a sua mensagem de acordo com o contexto em que ela vai ser exibida. O youtube favorece vídeos longos com mais de 10 minutos que conseguem reter o usuário frente à tela. Estratégia oposta possui o Instagram, com vídeos de até um minuto no feed ou 15 segundos nos stories, uma vez que o IGTV parece não ter conseguido fazer frente ao Youtube. O twitter possui uma proposital limitação de caracteres para deixar tudo mal explicado e fomentar o debate, o tiktok se baseia em desafios e assim por diante. Cada uma dessas empresas tem uma estratégia bem definida para retenção do público, e, adaptar-se às regras é fundamental para ter seu conteúdo alcançado por milhares de pessoas. A maioria das instituições têm grande dificuldade de comunicação com pessoas, pois pessoas gostam de interagir com pessoas, por esta razão, empresas gastam muito dinheiro contratando influencers digitais para promoção de suas marcas e produtos, uma vez que a proposta do estilo de vida (life style) destes influenciadores é o que faz com que seus seguidores se engajem em suas causas. Uma boa estratégia é fomentar o conteúdo pessoalizado, em perfis de pastores, na liderança como um todo e até mesmo por parte dos membros de uma determinada congregação onde todos apontam para a igreja, ou então, na melhor das hipóteses, elas mesmas fazem o papel de promoção do evangelho de Jesus Cristo. Quem segue um pastor, normalmente espera consumir dele conteúdo de valor para a sua vida espiritual e de alguma forma também ser conduzido para as coisas do Reino, mas no caso de um membro da igreja, a mensagem se torna mais palatável, pois para o receptor da mensagem, o evangelho pode vir das mais diversas formas, sem as obviedades pressupostas de quem se identifica com um título ou cargo eclesiástico. Em seu livro Evangelização, J. Mack Stiles diz: “Numa cultura de evangelização, pessoas que amam Jesus trabalham juntas como instrumentos na grande sinfonia da obra de Deus. Nem sempre sabemos qual será a próxima partitura – o Espírito Santo é o orquestrador. No entanto, se estivermos focados nele e no seu direcionamento, faremos parte da obra dele na vida das pessoas. É muito fácil tocar para o público e não para o maestro. Lembre-se de que o Senhor é o nosso maestro. Seja intencional na evangelização: siga a liderança de Cristo. São muitas as possibilidades de nos distrairmos e sairmos do tom. No entanto, numa cultura madura de evangelização, as pessoas confiam que Deus fará algo maior do que veem com os olhos físicos.”, esta é a forma mais fácil e menos custosa para sermos efetivos na promoção do evangelho como igreja na internet, quando todos assumem esta responsabilidade para si. Mas, se ainda assim queremos fazer transmissões ao vivo (live) de nossas mensagens, trago aqui algumas sugestões para que este conteúdo possa ser mais efetivo. Uma ideia interessante seria disponibilizar dentro de um modelo de comunidade fechada, como por exemplo, uma live privada no youtube onde somente quem tem o link de acesso pode assistir, ou em um grupo fechado no Facebook. Desta forma, você pode dar ao pregador certa segurança para tocar em temas sensíveis àquela comunidade, fazendo com que a mensagem vá ao encontro das necessidades da igreja local e não se torne pueril em meio a tantas outras mensagens que de igual modo chamam atenção dos internautas, pois bem sabemos como é fácil se dispersar com o celular em mãos. Sendo assim, com acesso a um conteúdo exclusivo, a membresia pode aproveitar sabendo que aquela mensagem possui sentido e aplicação prática para a congregação local. Uma ótima opção também é fazer um release do sermão, contendo os principais pontos, ou até mesmo adaptá-lo, deixando o clímax da sua mensagem para quem for assistir presencialmente, quem sabe até mesmo, pedir os dados como e-mail ou telefone, a fim de identificar a pessoa que está solicitando acesso ao material na íntegra. Desta forma você pode monitorá-la, sabendo melhor qual o interesse e objetivos dela. A internet é um campo fértil para ser explorado pela igreja, temos mais de 2 mil anos de excelente conteúdo histórico e cultural que precisa ser exposto, não podemos nos contentar que Deus receba só um pouquinho mais de glória neste mundo, nossa ambição em se tratando do Reino de Deus deve ser grande, devemos ser desejosos de fazer com que o nome de Jesus seja proclamado e receba o devido louvor, para isso, ao menos na internet, devemos ser mais astutos, pensar em conteúdos diversos que sejam assertivos e alcancem o objetivo proposto: exortar, consolar ou edificar. E, se diante das circunstâncias nos faltar mão de obra para este trabalho, que venhamos a pedir por pessoas que, antes de qualquer qualidade técnica, amem Jesus e e sejam desejosas por ganhar almas. “E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens, Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis.” (Colossenses 3:23-24) Fonte: https://www.gospelprime.com.br/

Reforma política-- Polêmico, distritão não seria favorável ao Legislativo, avaliam especialistas e parlamentares

Por Gabriela Macedo Plenário da Câmara dos Deputados, onde se discute o modelo eleitoral conhecido como distritão | Foto: Divulgação
Ainda que pareça longe, marcada para 2 de outubro de 2022, as próximas eleições federais já são pauta de discussão dentro dos partidos, nos veículos de comunicação e, principalmente, dentro do Congresso Nacional. Apesar de o foco atual há mais de um ano ser o combate à pandemia da Covid-19, em respeito ao artigo 16 da Constituição Federal, que determina que qualquer lei que altere o processo eleitoral precisa entrar em vigor um ano antes do pleito ao qual se aplicará – no caso, até 2 de outubro de 2021 –, para ter vigência no processo eleitoral, nomes passam a ser cotados, alianças, a serem delineadas e novas opções, a ser cogitadas. O desejo pela mudança, por exemplo, fez com que uma comissão especial fosse instalada, na Câmara dos Deputados, em 4 de maio, com o objetivo de efetivar uma reforma política por meio da alteração do sistema eleitoral, em prol da instalação do chamado “distritão”. Atualmente, há duas formas de se eleger um político no Brasil: por eleições majoritárias, para Executivo (o que inclui o presidente da República, os governadores e prefeitos) e Legislativo, no caso do Senado; e por eleições proporcionais para o Legislativo, no caso de deputados federais, estaduais e vereadores. Enquanto nas eleições majoritárias o candidato, para ser eleito, precisa ter mais de 50% dos votos válidos (com exceção ao senador, que é eleito por maioria simples, sem segundo turno), as eleições proporcionais determinam a quantidade de vagas a partir do quociente eleitoral (QE), que é o resultado da divisão do número de votos válidos pela de cadeiras disponíveis. Desse modo, com o sistema atual, durante uma eleição, o cidadão pode votar tanto no partido quanto no candidato. Em 2019, ano de início do mandato do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e do governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), mais precisamente no dia 1º de fevereiro, já com a intenção de trabalhar em prol dessa reforma política, passou a vigorar a chamada cláusula de barreira, medida estabelecida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com a intenção de reduzir a quantidade de partidos. Até aquele ano, existiam 35 partidos registrados no TSE. Três foram extintos – PRP (englobado pelo Patriota), PPL (incorporado ao PCdoB) e PHS (que foi abrangido pelo Podemos). Com o registro definitivo da Unidade Popular (UP), hoje o Brasil tem 33 partidos. A cláusula de barreira, apesar de ter passado a valer em 2019, fez parte da chamada “minirreforma política” aprovada pelo Congresso Nacional em 2017 durante o governo de Michel Temer. No entanto, por ter se tratado de uma proposta de emenda à Constituição (PEC), diferente de outros pontos, como a criação do fundo eleitoral com recursos públicos para financiar candidaturas (que já passou a vigorar nas eleições do ano seguinte), a cláusula de barreira não teve a sanção presidencial.
---Professor e presidente estadual do PSD, Vilmar Rocha: “Os partidos estão desgastados, mas têm um papel importante a cumprir na democracia representativa” | Foto: Reprodução Desse modo, o professor de Direito e presidente estadual do PSD, Vilmar Rocha, explica que, quando se tratam das eleições legislativas, o sistema proporcional valoriza os efeitos da cláusula de barreira. “Na democracia representativa em todo o mundo, a organização da política e das candidaturas é um papel dos partidos. Eles estão desgastados, mas têm um papel importante a cumprir na democracia representativa. Em consenso, o cientista político Guilherme Carvalho explica que, com o sistema político atual, o cenário que se tem é o que os partidos escolhem seus candidatos e não ao contrário, de modo que a cláusula barreira somente estancou a multiplicação partidária. No colegiado da Câmara, presidido pelo deputado Luis Tibé (Avante-MG), a proposta é relatada pela deputada Renata Abreu (Podemos-SP) e visa fazer valer o distritão, que torna eleitas as candidaturas mais votadas, sem a necessidade do QE. Pela grande divergência de opiniões quanto ao sistema eleitoral em vigor e uma mudança para o distritão, a comissão causou polêmica entre os parlamentares desde sua primeira reunião, no início de maio. Ao considerar esse contexto de reformas políticas que se molda desde o governo Temer (2016-2018), o cientista político Guilherme Carvalho diz que o distritão traduz o anseio de políticos que temem não serem reeleitos, dado o fim das coligações proporcionais, algo que também foi decidido em 2017. “A reforma do governo Temer não alterou a lógica de escolha, mas mudou a dinâmica quando se entregou aos partidos uma grande força. Com a própria cláusula barreira, em que os partidos pequenos tendem a sumir ou ser englobados pelos maiores, o momento atual é de pânico entre os deputados que não têm votos e sobreviveram na política puxados [por outros]”, explica o cientista político.
--Cientista político Guilherme Carvalho: “O distritão acaba com o espírito republicano; ao invés de 33 partidos, teríamos 513” | Foto: Arquivo pessoal- Assim como Guilherme, por considerar o distritão personalista, Vilmar e o deputado federal José Nelto (Podemos) também discordam do novo modelo a ser implantado. “Vai ser um tiro de morte na consolidação e na autonomia dos partidos políticos, ao passar a ter candidatos mais individualistas. Os votos serão deles, não do partido. Não será preciso de legenda para ser eleitos, de um grupo para ser votado. Isso vai aumentar o individualismo, personalismo e descompromisso. Vai exacerbar o personalismo e o individualismo. A pessoa vai ser dona do mandato, sem precisar dar satisfação a nada”, esclarece. E para Vilmar, as consequências do distritão são desastrosas: “vai exacerbar a representação classista, aumentar o número de gente que não representa o povo, mas sim segmentos que elegeram o candidato, como sindicatos e igrejas”, acrescenta o professor. O cientista político Guilherme, concorda, ao dizer que uma vez que grandes personalidades tomam conta do cenário, acabam o tornando mais populista e midiático. “Isso tira dos partidos o mecanismo de representar bandeiras, perde-se o fio da meada dos grandes problemas e acabam tratando temas públicos como um Domingão do Faustão“, opina Guilherme. A relatora do projeto, no entanto, não acredita que o temido personalismo presente no distritão seja muito distinto do que se encontra atualmente em vigor no Brasil. “Qual a diferença de hoje? Hoje existe uma cultura no Brasil de se votar em pessoas. O sistema de lista aberta já favorece o personalismo, o distritão não vai mudar isso. O único sistema que fortaleceria partidos de fato seria a lista fechada (com as pessoas votando no partido), então não entendo em que o sistema distritão, na questão de favorecer o político, tenha alguma distinção em relação ao sistema atual”, pontua Renata.
--- Deputada Renata Abreu (Podemos-SP), favorável ao distritão: “Existe uma cultura no Brasil de se votar em pessoas” | Foto: Câmara dos Deputados Abreu, inclusive, pontua que diferentemente do que é criticado, o distritão impedir ou não a renovação política consiste em algo relativo. “Se você observar, por exemplo, os deputados que se elegeram sem puxadores de voto e que representaram a renovação política, como Tabata Amaral (sem partido), Kim Kataguiri (DEM) e Joice Hasselmann (sem partido), aqui de São Paulo, todos teriam voto para se eleger no distritão. No sistema atual, se você tem um candidato de oposição e ele depende de uma chapa, a chance de o governo esvaziar a chapa e impedir a renovação é ainda maior”, afirma a relatora. O deputado José Nelto (Podemos-SP), apesar de não apoiar o distritão, também não apoia o sistema atual e, inclusive, representa uma outra faceta atual do Congresso Nacional, que nos bastidores discute o interesse no modelo chamado “federação”. “Hoje, em qualquer partido, você tem de formar chapa, bancar sua campanha e ter 25 idiotas laranjas para eleger você. Se no meio da campanha alguém desiste, acaba com a chapa. Com isso, o atual modelo acaba com os partidos políticos. Com ele, vão sobrar no máximo quatro ou cinco para disputar as eleições [futuramente], o que será muito ruim para representatividade política do Congresso Nacional, que vai perder muitas cabeças pensantes”, diz. Nelto ainda explica que a possibilidade das federações se faz viável frente ao polarizado cenário que desde as eleições de 2018 se faz tão polarizado “entre a esquerda e a direita”. “Nós que somos centro-desenvolvimentistas estamos procurando um candidato, um grupo que é da boa politica e que quer governar sem estresse. Que quer trabalhar de verdade, passar as reformas que o Brasil precisa”, afirmou. Segundo ele, atualmente esse grupo conta com o MDB, DEM, PDT, Podemos, PV e Cidadania. Apesar de ser contra, Vilmar considera a federação de partidos como uma espécie de flexibilização da chapa pura por partido, que admitiria uma coligação proporcional, com voto de legenda nos partidos que estejam dentro da federação. “Levamos anos para estabelecer a cláusula de barreira no Brasil, que impede o partido de obter fundo eleitoral caso não alcance o número de votos e vai ser exatamente com essa redução que se irá aumentar a funcionalidade do processo legislativo. É mais fácil negociar com cinco ou seis partidos do que com trinta”, afirma. “Na eleição de 2022, por conta da cláusula de barreira, devemos reduzir de 33 partidos para uma margem de 24, com de 10 a 12 tendo representação no Congresso”, esclarece Vilmar, sem deixar de ressaltar: “Se isso for flexibilizado [por exemplo, com a federação de partidos], permitindo esses atalhos, vamos ir contra esse projeto de redução”, pontuou. Ainda como uma proposta alternativa, para o cientista político Guilherme, um modelo misto entre o distritão e o proporcional seria sem justificativa e provocaria ainda mais confusão. Façam suas apostas
-- Congresso tem até 2 de outubro para aprovar mudanças| Foto: Reprodução Com o prazo apertado de pouco mais de cem dias até a data-limite para as mudança visando as eleições de 2022, no entanto, o presidente estadual do PSD, Vilmar Rocha, não acredita na possibilidade de acontecer mudanças substantivas no sistema eleitoral, descartando tanto o distritão como a federação de partidos. “Não temos um tempo grande. Qualquer projeto que queira modificar algo tem de ser aprovado tanto pela Câmara quanto pelo Senado, então creio que se manterá o quadro atual. Se algo passar, será uma mudança leve, adjetiva”, acrescentou. Já os deputados Renata Abreu e José Nelto se mantêm mais otimistas. Isso porque, para Nelto, o Congresso Nacional é um local onde tudo pode acontecer. “Tanto o distritão quanto a federação têm chance de passar. A aposta da semana, no entanto, é o distritão”, afirmou. O cientista político Guilherme Carvalho, apesar de ver chance de o distritão ser aprovado, acredita que, para isso acontecer, vai demandar “grande sintonia entre a Câmara e o Senado”. Se der certo, no entanto, não vê as consequências como positivas.
---Deputado José Nelto: Com o atual modelo, vão sobrar no máximo quatro ou cinco partidos para disputar as eleições” | Foto: Câmara dos Deputados. Essa proposta já tramitou duas vezes e nas duas vezes foi derrotada no plenário, então não sei se prosperaria. Mas para 2022, caso o modelo seja adotado, isso significaria um desastre à próxima legislatura. Provavelmente teríamos um show, com a bancada das selfies, ao invés das temáticas. Parlamentares que só jogam com uma logica midiática e não propositiva, isso de modo geral acaba com todo o espírito republicano da coisa; ao invés de 33 partidos, teríamos 513″, afirmou Guilherme. Para ele, na verdade, a forma como a legislação eleitoral se encontra no momento “não é para ser mexida até 2033”. “Tivemos uma boa reforma em 2017, não tem por que mexer agora, só temos de deixar ela ganhar espaço”, afirmou. Financiamento e voto impresso Outros pontos específicos que também foram alvo de polêmica dentro da reforma política e que, no entanto, parlamentares não veem real alteração em seu quadro, são quanto ao financiamento de campanha – que nem está sendo discutido na comissão especial – e o voto impresso. Nelto explica que, quanto à forma de financiamento, não há clima para mudança e, mesmo que houvesse, voltar para a iniciativa privada geraria um grande desgaste. “O fim do financiamento privado foi um avanço para o País, acho difícil retroagir”, pontua Renata Abreu. Já quanto ao voto impresso, que tem uma comissão específica para isso, comandada pela deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), Vilmar também não vê futuro na proposta. “Eu acho que o próprio governo sabe que não vai passar, não tem tempo mais para mudar. É muito caro e muito complicado alterar toda a estrutura atual pra permitir o voto impresso. Isso é apenas uma estratégia populista do governo para manter sua base mobilizada. Uma das grandes características de um líder populista é essa, manter sua base permanentemente mobilizada, contra alguma coisa, ‘odiando’ alguém – no caso, as urnas eletrônicas”, disse o professor. Fonte: https://www.jornalopcao.com.br/

sábado, 19 de junho de 2021

Guerra partidária-- Adilson Barroso derruba convenção do Patriota e mantém articulação com Bolsonaro

O presidente suspende convenção marcada por Ovasco Resende e convoca uma convenção para terça-feira, 23
O nome do Patriota corre o risco de, ao olhar do eleitor, mudar para “Brigaota”. Desde que o presidente Jair Bolsonaro decidiu que iria se filiar ao partido, a paz conquistada a duras penas entre o presidente Adilson Barroso e seu vice, Ovasco Resende, foi para o espaço. A convivência não era das melhores, mas ambos estão em guerra aberta e declarada. Ovasco Resende havia marcado uma convenção do partido para quinta-feira, 24, mas Adilson Barroso anulou o chamamento. O cancelamento saiu no Diário Oficial da União na sexta-feira, 18. O comunicado está assinado pelo presidente da legenda. O encontro convocado por Ovasco Resende previa sanções contra Adilson Barroso e, segundo a revista “Veja”, algumas “definições sobre mudanças no estatuto” do Patriota.
--Ovasco rezende- Vice Presidente Patriotas Ovasco Resende diz que atos recentes de Adilson Barroso, que estaria se comportando como dono do partido, vão ser “anulados”. Porque, segundo o vice-presidente, “não tem respaldo nenhum”. No contra-ataque, Adilson Barroso marcou uma convenção para terça-feira, 22. Ele afirma que está em busca de “consenso”. Mas a oposição interna postula que o presidente quer submeter o partido à sua vontade — que é entregar o Patriota de “porteira fechada” para Bolsonaro. Ou seja: Bolsonaro, filiando-se ao partido, teria o direito de, entre coisas, trocar ao menos parte dos comandos estaduais. Em Goiás, a presidência do Patriota já estaria prometida ao deputado federal Major Vitor Hugo, hoje no PSL. O grupo de Ovasco Resende sustenta que não é contra a aproximação com Bolsonaro e sua família, como o senador Flávio Bolsonaro, que já está filiado ao Patriota, e sim com a “forma como ela está sendo feita”. A rigor, Adilson Barroso estaria se preparando para ficar com uma fatia do Patriota e a outra seria passada para o comando do bolsonarismo. Consequentemente, o grupo de Ovasco Rezende — que inclui Jorcelino Braga em Goiás — seria, paulatinamente, excluído do partido Fonte: https://www.jornalopcao.com.br/

sexta-feira, 18 de junho de 2021

NOTA DE PESAR

Com imensa tristeza e dor , à Secretaria Municipal de Trânsito e Mobilidade Urbana , se solidariza com a Família e amigos Rodoviários, pelo falecimento do Cobrador FERNANDO RIBEIRO SILVA da empresa TAGUATUR . Que Deus possa confortar a todos neste momento.
CARLOS BRAZ, Secretário Municipal de Trânsito e Mobilidade Urbana . Águas Lindas de Goiás, GO. 18/ Junho / 2021

CARRETA DA MULHER CHEGA A ÁGUAS LINDAS COM ATENDIMENTOS MÉDICOS GRATUITOS

O programa da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), Carreta da Mulher, chegou a Águas Lindas de Goiás, nesta semana. Por um período de 30 a 45 dias, o programa irá permanecer no município e terá capacidade para realizar atendimentos médicos, como mamografias, exames de Papanicolau, exame preventivo do colo do útero e diagnósticos precoce em mulheres a partir de 40 anos. Todos os atendimentos são gratuitos. Para o atendimento é necessário levar o cartão do SUS, RG, CPF e deixar um número de telefone de contato. O prefeito de Águas Lindas, Dr. Lucas Antonietti, e o vice-prefeito, Jorge Amado, estiveram no campus do Instituto Federal de Goiás (IFG) da cidade – onde acontecem os atendimentos – para visitar a estrutura dos serviços ofertados e receber o secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, que, em ato simbólico, abriu os trabalhos do programa. “Esse projeto visa prover mais para quem tem mais necessidade. Essa carreta, ela simboliza isso, pois, por muitos anos, a nossa sociedade deixou a mulher de lado, de escanteio, esquecida, fora da política social. Essa carreta é um passo a mais para diminuir essas diferenças”, disse o secretário de Saúde. Para o prefeito de Águas Lindas, a saúde é um tema importante e que requer atenção em sua gestão. Segundo o prefeito, sua administração tem trabalhado para oferecer serviços de qualidade no âmbito da saúde pública, a começar pela saúde de atenção básica. “A prevenção é o melhor remédio. É muito mais barato prevenir do que tratarmos doenças”, diz. Dr. Lucas também falou sobre o Hospital Regional que está em processo de conclusão para ser aberto à população. De acordo com o prefeito, recentemente ele se reuniu com o governador do Estado, Ronaldo Caiado (DEM), para tratar sobre o assunto e disse que estar buscando parcerias para a conclusão da obra. “Se eu puder deixar esse legado para a nossa cidade, eu acho que isso é um legado que irá ficar para atender milhares de pessoas, salvar milhares de vidas”, ressaltou Dr. Lucas. Ainda ao comentar sobre as ações do governo, o prefeito anunciou que, em agosto, a maternidade municipal será inaugurada. “Será uma maternidade referência no Entorno, porque nós queremos dar dignidade às nossas mulheres, para que elas não precisem sair de Águas Lindas e irem para Brasília no momento do parto”, disse o prefeito, que também lembrou que, em breve, o município inaugurará uma clínica da mulher.
Fonte: Secretaria de comunicação de Águas Lindas de Goiás (SECOM)

quinta-feira, 17 de junho de 2021

Prefeito Dr Lucas e Secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana Carlos Braz assinam ordem de serviço para revitalização da sinalização horizontal da cidade de Águas Lindas de Goiás.

A revitalização da sinalização horizontal da cidade vai dar mais segurança ao trânsito e aos pedestres.
O prefeito Dr Lucas e seu secretariado tem trabalhado para fazer com que a cidade de Águas Lindas de Goiás se torne uma cidade linda e estruturada, neste sentido foi assinada nesta quinta-feira 17, com a presença do vice prefeito Pastor Jorge Amaro, do Secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana Carlos Braz e da engenheira Estefany e outras autoridades do municipio, a ordem de serviço e logo em seguida dado início a revitalização da sinalização horizontal da cidade. São mais de 10 mil metros quadrados em pinturas de faixas de pedestres, lombadas, linhas de divisão de pistas e estacionamentos. Os serviços nestes meses estarão sendo executados em vários bairros da cidade e teve o seu início na avenida do Pérola. A revitalização da sinalização vai dar mais segurança ao trânsito e aos pedestres.

Brasil-- Bolsonaro pede a Guedes reajuste no salário dos servidores em 2022

Por Júlia Portela Foto: Igor Estrela/Metropoles
Aumento de 5% seria uma das táticas para recuperação da popularidade, em baixa desde o início da pandemia, para eleição de 2022 O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) encomendou ao ministro da Economia, Paulo Guedes, um reajuste de 5% no salário dos servidores públicos em 2022, segundo a colunista Adriana Fernandes, no Estadão. O pedido de Bolsonaro seria uma estratégia para recuperar sua popularidade em vista à eleição de 2022. A correção custaria R$ 15 bilhões no Orçamento do ano que vem. Em 2020, o Congresso aprovou o congelamento do salário dos servidores públicos até dezembro deste ano. A medida seria um das táticas de Bolsonaro para conquistar o eleitorado para 2022. Na noite desta terça-feira (15/6), o presidente também anunciou que está “quase fechado” na equipe econômica a decisão de dar um reajuste de 50% no programa Bolsa Família em dezembro deste ano, quando, calcula o governo, não haverá mais auxílio emergencial. No entanto, segundo a coluna, a fala pegou a equipe orçamentária de surpresa, uma vez que todos os cálculos foram feitos para garantir um benefício médio de R$ 250, totalizando um custo de R$ 51 bilhões em 2022 aos cofres públicos. Teto de gastos é entrave Bolsonaro, entretanto, não poderá instituir o reajuste nos salários e o aumento do valor do Bolsa Família sem ultrapassar o teto de gastos, mesmo com a correção da inflação mais alta, que aumenta o limite Ao Estadão, o secretário do Tesouro, Jeferson Bittencourt, afirmou que o espaço para gastos no orçamento de 2022 está próximo de R$ 25 bilhões, o que impede que o impede um aumento significativo nas políticas de auxílio e em reajuste de salários. Fonte: https://www.metropoles.com/