UM NOVO TEMPO

UM NOVO TEMPO
+ DE 40 ATENDIMENTOS PEDIÁTRICOS

sábado, 29 de outubro de 2016

IMPRENSA LIVRE


Resultado de imagem para imagens de imprensa livre



O fato de ter apoiado, contribuído e trabalhado para a reeleição do prefeito Hildo do Candango e seu vice Jiribita, não me isentará de continuar meu trabalho como Jornalista, não serei omisso e nem cúmplice, criticarei se preciso for, denunciarei irregularidades se elas vierem a existir, mas acredito que não existirão, por que Hildo e Jiribita  já mostraram   que são homens sérios , fichas limpas e honestos, tecerei elogios se preciso for e darei sugestões para a solução dos vários problemas que  ainda enfrentamos  em  nossa cidade.

 
Moisés Tavares 

     DRT 01428-GO
Editor do BLOG A VERDADE e 
do Jornal Diário de Águas Lindas 

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Anatel anuncia redução de 60% em ligações interurbanas nas cidades brasileiras, sete estão no Entorno do DF

Resultado de imagem para imagens de chamada de telefone fixo


A partir de domingo (30/10) as chamadas dos telefones fixos para as cidades vizinhas ficarão mais baratas em 587 localidades, entre elas, municípios goianos do Entorno do Distrito Federal, como Luziânia, Novo Gama, Padre Bernardo, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso e Vila Boa. Todos têm DDD 61, entretanto, para ligações com o Distrito Federal, havia cobrança de interurbano.
De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as ligações entre endereços vizinhos deixarão de ser cobradas como interurbanas e passarão a ter a mesma tarifa das locais. A estimativa é de uma redução de 60% no custo da ligação para os planos básicos, considerando o valor de R$ 0,08 para o minuto local e o valor médio de R$ 0,20 para o minuto de longa distância nacional.
O benefício real desta mudança vai depender do plano de serviço contratado pelo assinante. Além dos planos básicos, as concessionárias oferecem vários planos alternativos. Segundo dados da agência, 25,30% dos assinantes da Oi; 9,64% da Telefônica; 8,60% da CTBC Telecom, e 7,87% da Sercomtel utilizam os planos básicos de serviço.
As alterações do Regulamento sobre Áreas Locais para a telefonia fixa foram publicadas em maio deste ano e estabelecia um prazo de 180 dias para entrada em vigor da medida.
Fonte: Correio Braziliense 

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Hildo do Candango revoluciona a região do Morada da Serra



O prefeito de Águas Lindas de Goiás Hildo do Candango tem realizado grandes obras em toda a cidade, seu intenso trabalho é reconhecido não só no município, mas em várias cidades do estado de Goiás e entorno do Distrito Federal.
Com planejamento, responsabilidade e foco no futuro Hildo transformou Águas Lindas em um grande canteiro de obras, trazendo infraestrutura, segurança e qualidade de vida a todos os moradores.  
Uma prova disso é o Complexo Morada da Serra, que contempla os bairros: Jardim América II, III, IV, V e VI e Parque das Águas Bonitas I. O complexo, assim como outros, recebeu obras de infraestrutura completa com a construção de redes coletoras de esgoto, galerias de águas pluviais, pavimentação asfáltica, meios-fios, bocas de lobo, ligações domiciliares e calçadas.
Antes do processo de pavimentação asfáltica todo o sistema de esgotamento sanitário foi ampliado, redes coletoras de esgoto foram construídas além de interceptores, estações elevatórias e linhas de recalque que complementaram o saneamento integrado.
“Desde que assumimos esta gestão trabalhamos para conseguir os recursos necessários para que nossa cidade recebesse grandes obras. Vamos continuar trabalhando para levar infraestrutura a todos os setores de Águas Lindas, nossos moradores merecem conforto e mais qualidade de vida” disse Hildo do Candango.
Fonte: http://www.hildodocandango.com.br/

OPERAÇÃO RESSONÃNCIA-----Vereadores são presos em fraude na fila do SUS em SC

Vereadores são presos em fraude na fila do SUS em SC  Bianor Rosa/MPSC

Por



Sete pessoas foram presas na manhã desta segunda-feira em cinco cidades catarinenses, após o Ministério Público estadual descobrir que uma quadrilha furava a fila de exames do Sistema Único de Saúde (SUS). Um oitavo suspeito ainda ficou de se entregar à polícia. As prisões e 19 mandados de busca e apreensão aconteceram em Florianópolis, Biguaçu, Major Gercino, Palhoça e São João Batista.
Três vereadores estão entre os presos temporários da Operação Ressonância. A prisão é de cinco dias. Todos são do Partido Progressista. Dois são de São João Batista, Sebastião Formento Filho (vice) e Carlos Francisco da Silva, e um de Biguaçu, Manoel Airton Pereira, o Bilico. O presidente da Câmara de São João, Mário José Soares, e o vereador eleito Alécio Boratti, que assume em janeiro, foram levados coercitivamente a Florianópolis para prestar depoimento. Eles também são do PP.
Conforme o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), o núcleo do esquema era no Hospital Celso Ramos, no centro da Capital, onde um servidor do Estado com acesso ao banco de dados do SUS fraudava a ordem de exames, principalmente os de ressonância magnética e tomografia. O valor cobrado ficava entre R$ 200 e R$ 600. A vantagem também poderia ser política, através da fidelização de eleitores por parte dos vereadores investigados.
— Havia intermediadores que captavam pacientes. Eles, por sua vez, entregavam um envelope com o cartão do SUS e o dinheiro exigido. A troca dos envelopes pelas requisições acontecia nos fundos do hospital, num local chamado barraco, ou em um quiosque ali próximo — detalhou o promotor Alexandre Graziotin, coordenador do Gaeco.
Troca do dinheiro pelas requisições acontecia nos fundos do próprio Hospital Celso RamosFoto: Caio Marcelo / Agencia RBS
Servidor suspeito de acessar banco de dados foi nomeado em 1987
A reportagem apurou que Osvaldo Gomes, nomeado como analista técnico em gestão e promoção de saúde em 1987, é o servidor do Estado suspeito de acessar o banco de dados do SUS para fraudar a ordem de exames no Celso Ramos. Um dos presos temporariamente na Operação Ressonância, ele é servidor efetivo da Secretaria de Estado da Saúde, mas exerce também cargo comissionado junto à direção do hospital.
A reportagem entrou em contato com o irmão de Osvaldo, Moacyr Gomes, que informou não ter ainda o nome do advogado do suspeito. Ele preferiu não falar sobre a acusação que recai sobre o irmão.
A assessoria de imprensa da Secretária de Estado da Saúde informou, por telefone, desconhecer o nome do servidor suspeito de participar do esquema denunciado pelo MP/SC. Confirmou, porém, se tratar de um funcionário antigo da unidade que atua na área administrativa. Confirmou ainda ser o suspeito um servidor efetivo, que pode exercer cargo em comissão. A assessoria da Saúde afirma que, a partir da confirmação de nomes de possíveis envolvidos ligados à pasta, tomará as medidas cabíveis
"Tinha gente que vivia dessa fraude"A Operação Ressonância apura crimes de falsidade ideológica, estelionato, associação criminosa, inserção de dados falsos nos sistemas de informação, corrupção passiva e crimes eleitorais. Conforme o Ministério Público, não há médicos envolvidos no esquema. A operação iniciou-se a partir de uma denúncia da Secretaria Estadual de Saúde (SES) enviada em novembro de 2015 para a 33ª Promotoria de Justiça da Capital. De acordo com o secretário João Paulo Kleinübing, funcionários de secretarias municipais perceberam as irregularidades.
— O processo inicial foi no final do ano passado, quando recebemos a informação de que estaria acontecendo dentro de hospitais algum tipo de favorecimento para a realização de exames e procedimentos. Isso é inadmissível. Então a gente fez um trabalho conjunto no sentido de coibir isso — explicou Kleinübing.
— Trata-se de um esquema muito antigo, já consolidado por bastante tempo. Tanto que ele continuou durante os 11 meses das investigações. Tinha gente que vivia exclusivamente dessa fraude — revelou a promotora Sonia Piardi.
"Meu cliente sempre pegou fila"O vereador Bilico foi reeleito como o mais votado em Biguaçu nas eleições de outubro. A defesa do político afirma que ainda não teve acesso aos autos do processo. Segundo o advogado Anderson Nazário, o cliente não tem nenhuma relação com a fraude.
— Eventualmente ele encaminhava pessoas para exames, levava os pacientes para fazer esses exames, mas nunca fez ou recebeu qualquer pagamento por encaminhar esses pacientes. Ele sempre pegou fila para ser atendido — argumentou o advogado.
O advogado Nelson Zunino Neto, que defende todos os vereadores de São João Batista citados, afirma que os políticos são inocentes e vão colaborar com as investigações.
— Eles irão passar todas as informações que forem solicitadas. Não fizeram nada com o intuito de prejudicar ninguém. Na verdade, o que foi detectado é um problema maior que se refere a pessoas de dentro do Hospital Celso Ramos. A investigação é sobre pacientes que, muitas vezes, são encaminhados a pedido de vereadores. Mas os vereadores não têm nenhum acesso dentro do hospital — sustentou o advogado. 
A operação teve apoio dos núcleos regionais do Gaeco de Joinville, Chapecó, Criciúma, Lages, Itajaí e Blumenau, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da PM e IGP.
Fonte: DC


sexta-feira, 21 de outubro de 2016

ALETRAS – ACADEMIA AGUASLINDENSE DE LETRAS e as polêmicas:




O escritor Rômulo Víctor, Presidente da Aletras – Academia Aguaslindense de Letras, ocupante da Cadeira-39, Patroneada pelo poeta Cazuza, fundada em dezembro de 2012, desde então sempre tem recebido indagações de diversas pessoas, dos mais variados segmentos e procurado satisfazer estes, em perguntas sobre as finalidades, e a questão da “imortalidade” nas academias de letras existentes no Brasil e no mundo, como funcionam as mesmas, quem pode ingressar ou não nestas instituições, como fazer para divulgar e publicar trabalhos literários. E até entre os seus escritores e acadêmicos associados tem enfrentado questionamentos dentro de grupos de Facebook e WhatsApp, sobre como fazer um bom uso dos mesmos, sobre o que postar ou compartilhar para atingir os seus objetivos. O Presidente Rômulo Víctor em troca de mensagens com o escritor Professor Filemon, também acadêmico desta instituição, no Grupo de WhatsApp da Aletras, acabou recebendo um texto que muito lhe agradou, uma síntese do verdadeiro papel destas instituições integrantes do Terceiro Setor, assim nas palavras do Professor Filemon, que classificou o seu trabalho dentro da Aletras como um dever, segue o texto postado no referido grupo com os esclarecimentos necessários. Que as palavras sirvam para outros grupos afins. Lembrando sempre que o Patrono da Aletras é o Professor Darcy Ribeiro!


"EXISTIRMOS: A QUE SERÁ QUE SE DESTINA?"



Qual o papel de uma academia literária? Vamos começar mostrando a finalidade da nossa academia-mor: a Academia Brasileira de Letras (ABL). O art. 1º do Estatuto da ABL diz: "A Academia Brasileira de Letras, com sede no Rio de Janeiro, tem por fim a cultura da língua e da literatura nacional (...)". As demais academias literárias espalhadas pelo País, consequentemente, acabam consignando em seus estatutos a mesma missão, qual seja: difundir a Língua Portuguesa e a Literatura Brasileira e, por extensão, nesse contexto, divulgar a cultura e a literatura próprias de cada região, com suas peculiaridades e diferenças acidentais. As academias de letras surgiram para congregar intelectuais e estudiosos da Língua Portuguesa em atividades literárias. Seguindo a tradição francesa de quarenta lugares, é de praxe que essas agremiações tenham o mesmo número de membros. Dessa forma, também nasceu a Academia de Letras de Águas Lindas (ALETRAS). Boa parte dos escritores de uma academia de letras é madura. Não é preciso, todavia, ter envelhecido para compor uma agremiação literária. Ela, em geral, também acolhe escritores jovens. Para participar, o candidato precisa gostar de escrever, e, naturalmente, também de ler.
Dentro de qualquer grupo — mormente pela diversidade de pensamentos e bagagem de vida dos seus componentes — é natural que ocorram divergências de opinião. Alimentar vaidades, elogiar, criticar, omitir-se, destacar-se num grupo heterogêneo e pensante são possibilidades reais e isso pode até mesmo fazer parte da vida intelectual, mas tem pouquíssima relevância. A essência de uma academia literária deve ser a valorização da cultura e da arte, e, por conseguinte, da literatura e da língua. O histórico dos quarenta membros de uma academia vai de um extremo ao outro; assim, a heterogeneidade do grupo é imensa para caber numa análise simplista. As profissões dos escritores ocupam várias letras do alfabeto. No quadro da Aletras – Academia Aguaslindense de Letras, por exemplo, salvo engano, há professores, administradores, comerciantes, jornalistas, filósofos, pedagogos, artistas plásticos, servidores públicos, militares, médicos, advogados, e até mesmo entes políticos, com experiências múltiplas. Nela, no entanto, não deve prevalecer a profissão que o acadêmico exerce no âmbito profissional, e sim sua contribuição em prol da difusão da língua, da cultura e da arte literária.
Numa academia de letras, nada deve ser obrigatório; em razão disso, nenhum assunto pode ser proibido também. O que ficou resolvido em assembleia da Aletras é que se evitem publicações de cunho político-partidário no grupo do WhatsApp, visando a extinguir conflitos desnecessários entre os confrades, haja vista que há, no nosso meio, quem defenda matizes ideológicos vários. É mister, pois, que os confrades entendam que evitar publicações de textos políticos no grupo não se trata de amordaçar ninguém, tampouco de cercear o direito constitucional de "livre manifestação do pensamento" de quem quer que seja: é apenas fazer com que o objetivo-fim da agremiação não se perca; que a sua missão precípua seja enaltecida; que os valores, saberes e costumes — definidores do ser humano e da sociedade — sejam respeitados. Ademais, o embate político acaba ofuscando o escopo essencial da academia, que é, entre outros, o de promover a cultura, fomentar a produção literária, estimular a formação de leitores e de novos escritores e incentivar as manifestações artísticas.
Temos na Aletras preeminentes escritores em prosa e verso, que desfilam seu estro por diversos gêneros literários. Dessa forma, a nossa academia congrega romancistas, poetas, repentistas, tradutores, críticos, cordelistas, cronistas, trovadores, biógrafos, ensaístas. A temática abordada em nossos escritos, portanto, é bem diversificada. Boa parte dos confrades já publicou livros. Há os que participam de antologias, de periódicos impressos, virtuais ou "blogs", além de colocar sua produção literária nas redes sociais da Internet. As atividades acadêmicas, reuniões comemorativas, assembleias, lançamentos de livros, saraus, performances literárias, canto e música, apoio e presença em momentos culturais da cidade, como a participação da nossa
academia na Feira do Livro e na Bienal do Livro de Brasília, mostram a relevância do trabalho da Aletras.
Somos imortais, do ponto de vista metafórico. A imortalidade vem da ideia de que quem produz uma obra literária, a partir dela e dos livros subsequentes, jamais será esquecido. Cada cadeira tem um patrono, que também foi literato, cuja biografia é dissecada na homenagem de posse de cada acadêmico. Todo membro deve buscar a valorização da sua academia, promovendo a cultura local, difundindo a literatura nacional ou regional e primando, outrossim, pelo uso escorreito dos recursos expressivos da língua-pátria. Produzir cultura é respirar um hábito local, nacional ou internacional, imergir na vivência de um povo, sempre tendo por norte a destinação que ensejou a criação da academia. Que o lema da ABL também se aplique à Aletras: "Ad immortalitatem" — Rumo à imortalidade!



Professor Filemon Félix de Moraes
Acadêmico Titular da Cadeira 33 na Aletras
Patronesse: Cora Coralina
Brasília, primavera de 2016.

Marconi reajusta salários de servidores da segurança pública e entrega viaturas







O Governo de Goiás está renovando toda a frota das Forças de Segurança e hoje entregamos 500 viaturas em cerimônia na Academia da Polícia Militar. Até o final deste ano vamos realizar outras duas etapas e assim trocar todos os 2.141 veículos. O investimento é de R$ 134 milhões e mostra que tratamos a segurança pública com responsabilidade e prioridade.
Também confirmei o aumento salarial de 12,6% para os servidores da área. Este reajuste acontece no momento em que mais de 15 estados atrasam salários ou estão com dificuldades para quitar o pagamento. Goiás fez o ajuste fiscal e hoje consegue honrar os compromissos firmados e valorizar os servidores. Marconi Perillo


quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Moradores são os grandes beneficiados com obras no setor Águas Bonitas 1





O prefeito Hildo do Candango tem dado continuidade nas obras de infraestrutura no setor Águas Bonitas I e região com o intuito de melhorar cada vez mais a qualidade de vida de seus moradores.
Trechos da principal via por onde circulam os coletivos já receberam nova pavimentação. As obras seguem avançando e as equipes trabalham intensamente para asfaltar as ruas que faltam no setor Águas Bonitas etapa B. 
Com a realização destas obras os imóveis da região foram valorizados e a construção das calçadas e rampas de acesso trouxe mais acessibilidade aos moradores com necessidades especiais. 
“Temos trabalhado para que estas obras cheguem a todos os setores de Águas Lindas levando infraestrutura e qualidade de vida aos nossos cidadãos. Sei que com planejamento e responsabilidade transformaremos nossa cidade em um lugar cada vez melhor” disse Hildo do Candango. 







quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Acredite! Conta de energia terá redução

conta de luzEm um momento de crise econômica que reflete em dificuldades financeiras para muitas famílias, uma boa notícia que pode aliviar um pouco o bolso do cidadão. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a redução da tarifa de energia da Celg-D.
A nova tarifa começa a valer a partir do próximo sábado, dia 22 de outubro. Em processo de privatização, a Celg terá suas tarifas médias reduzidas em 9,53%.
Para os consumidores residenciais, a queda será de 8,85% e para os consumidores industriais de 10,77%. Segundo a Aneel, há uma tendência de redução nas tarifas de energia das regiões: Centro-Oeste e Sudeste, por conta da queda da parcela da conta de desenvolvimento energético e da queda do dólar, que impactou para baixo o custo da energia comprada pelas distribuidoras da usina hidroelétrica de Itaipu.
O diretor da agência, Romeu Rufino, afirmou que a redução no valor da tarifa da Celg não deve tirar o interesse dos investidores para o leilão da distribuidora, previsto para novembro.
Fonte: Diário de Goiás

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Ameaça de bomba no Congresso Nacional interdita Salão Verde


Paula Carvalho

No início da tarde desta segunda-feira (17), o Salão Verde da Câmara ficou interditado por cerca de 15 minutos para que a Polícia Legislativa fizesse uma varredura a fim de verificar a existência de algum artefato explosivo no local, mas nada foi encontrado.
De acordo com o chefe da Polícia Legislativa, Paul Deeter, uma ameaça anônima feita de um telefone público de São Paulo falava sobre a existência de uma bomba no Salão Verde, mas era um “alarme falso”, conforme disse Deeter.
Os policiais chegaram a evacuar o local, retirando jornalistas, visitantes e funcionários da Câmara. Paul Deeter disse ainda não ser incomum a Câmara receber este tipo de ligação.
Agência Brasil



sábado, 15 de outubro de 2016

AOS MESTRES COM CARINHO



Se parássemos pra pensar
o quanto vale um professor
nós daríamos bem mais valor
a essa profissão de ensinar.

Pois independente de seu salário
nos ensina com muita dedicação
ajudando toda nossa população
com esse seu trabalho diário.

E não haveria nenhum doutor
se no início de sua carreira
não tivesse tido uma carteira
e principalmente um professor.

A esse grande profissional
demonstro a minha gratidão
reconhecendo que sua profissão
é importante e fundamental.

Enfim, somos todos gratos
por tudo que fizeste por nós
e agora, em uma só voz,
diremos: Professor.

Muito obrigado!

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

PMDB fragilizado---- Vitória maciça da base no Entorno de Brasília fortalece José Eliton para 2018

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Base do governo Marconi vence em 38 das 50 maiores cidades de Goiás

marconi eduardo ferreiraPartidos aliados do governador estão na disputa nas duas cidades onde haverá segundo turno no Estado: em Goiânia, com Vanderlan Cardoso (PSB) e Anápolis, com Roberto do Orion (PTB)
Os partidos da base aliada do governador Marconi Perillo venceram as eleições para prefeito em 38 dos 50 maiores municípios de Goiás. A coalizão liderada pelo tucano está na disputa nas duas cidades do Estado onde haverá segundo turno: Goiânia, com Vanderlan Cardoso (PSB), e Anápolis, com Roberto do Orion (PTB) – respectivamente o primeiro e o terceiro município em termos populacionais.
Independentemente do resultado na capital e em Anápolis, a base de Marconi já reduziu drasticamente o espaço da oposição nos maiores centros urbanos de Goiás. Nos 244 municípios (do total de 246) onde a eleição foi decidida em 2 de outubro, a base do governo venceu a disputa em 199.
Entre os 50 maiores municípios, o PSDB, partido de Marconi, venceu em 20 cidades. Entre elas, Luziânia com o candidato Marcelo Melo, Águas Lindas, com Hildo do Candando, e em Trindade, com a reeleição de Jânio Darrot. Em todo o Estado, os tucanos elegeram 25 prefeitos a mais que em 2012, saltando de 52 para 77 – alta de 50%.
Ainda são esperados os resultados das duas maiores cidades, Goiânia e Anápolis que terão segundo turno. Na capital, o apoio do PSDB para Vanderlan Cardoso foi fundamental para levar o candidato para o 2° turno. O resultado representou uma derrota para Iris Rezende (PMDB) e para Caiado que acreditavam na vitória no primeiro turno.
A base aliada do governo estadual obteve também 65% dos votos dados aos prefeitos eleitos nos 244 municípios goianos onde a eleição se definiu no 1° turno. Os vencedores da base somaram juntos 873 mil e 398 votos enquanto a oposição amargou quase a metade dos votos da base, obtendo 470 mil e 896 votos.
  
O PSDB elegeu 35 prefeitos a mais que o PMDB, que venceu em 42 municípios. Na comparação com 2012, o PMDB perdeu 15 prefeitos – de 57 para 42, uma redução de 30% no total de eleitos. O DEM perdeu 7 prefeitos, despencando de 17 para 10, redução de 40%. O partido que mais sofreu em Goiás foi o PT, que em 2012 elegeu 17 prefeitos e, nesta eleição, venceu apenas em duas cidades.
1 – Goiânia
2.º turno entre Iris Rezende (PMDB) e Vanderlan Cardoso (PSB-PSDB )
2 - Aparecida de Goiânia   -
Gustavo Mendanha (PMDB)
3 – Anápolis
2.º turno entre João Gomes (PT) e Roberto do Orion (PTB)
4 - Rio Verde   -
Paulo do Vale (PMDB)
5 – Luziânia
   -Marcelo Melo (PSDB)
6 - Águas Lindas   -
Hildo do Candango (PSDB)
7 - Valparaíso de Goiás
  -  Pabio Mossoró (PSDB)
8 – Trindade
  -  Jânio Darrot (PSDB)
9 – Formosa -   
Ernesto Roller (PMDB)
10 - Novo Gama  -  
Sônia Chaves (PSDB)
11 - Senador Canedo
  -  Zélio Candidato (PSB)
12 – Itumbiara
  -  José Antônio (PTB, com apoio do PSDB)
13 –Catalão
 -    Adib Elias (PMDB)
14 – Jataí
 -   Vinicius Luz (PSDB)
15 – Planaltina
  -   Doutor Davi (PROS, com apoio do PSDB)
16 - Caldas Novas
   - Evandro Magal (PSDB)
17 - Santo Antônio do Descoberto
-   Doutor Adolpho (PMDB)
18 – Goianésia  - 
Renato de Castro (PMDB)
19 - Cidade Ocidental  - 
Alair (PR)
20 – Mineiros
  - Agenor Rezende (PMDB)
21 – Cristalina  - 
Daniel do Sindicato (PSB)
22 – Inhumas
  - Abelardo Vaz (PP)
23 – Quirinópolis
  - Gilmar Alves (PMDB)
24 – Jaraguá-
   Zilomar (PSDB)
25 – Niquelândia-  
Valdeto (PSB)
26 – Porangatu
 -  Pedro Fernandes (PSDB)
27 – Morrinhos-   
Rogério Troncoso (PSDB)
28 – Goianira-   
Carlão da Fox (PSDB)
29 – Itaberaí
  -Roberto (PP)
-30 – Uruaçu
 - Valmir Pedro (PSDB)
31 - Santa Helena de Goiás
 - João Alberto Rodrigues (PP) 
32 – Posse
-  Wilton Barbosa (PSDB)
33 – Goiatuba
-  Zezinho Vieira (PP)
34 - São Luis de Montes Belos
-  Major Eldecirio (PDT) base
35 – Iporá
 - Naiçotan Leite (PSDB)
36 - Padre Bernardo
 -Claudienio (PSDB)
37 - Pires do Rio - 
Cleide do Gullas (PP)
38 – Minaçu
 -Nick Barbosa (DEM)
39 - Bela Vista de Goiás- 
Nárcia Kelly (PTB)
40 – Nerópolis- 
Gil Tavares (PRB)
41 - Palmeiras de Goiás-
 Vando Vitor (PSDB)
42 – Itapuranga- 
Daves Soares (PSDB)
43 – Ipameri
 -Daniela (PSDB)
44 – Alexânia- 
Dr. Allyson  (PPS)
45 – Piracanjuba
- João Barbosa (PMDB)
46 – Pirenópolis- 
João do Léo (DEM)
47 – Goiás
 -Selma Bastos (PT) – base
48 - Bom Jesus de Goiás-  
Daniel Vieira (PTB)
49 - São Miguel do Araguaia 
-Dr. Nélio (PSDB)
50 – Ceres -
Rafaell Melo (PSDB)
Fonte: Diário de Goiás

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Coordenação Evangélica Realiza Culto de Ações de Graças pela Vitória do Prefeito Hildo do Candango e Vereadores eleitos





Foi realizado nesta última Segunda Feira (10/10/2016), pela Coordenação Evangélica, um culto de Ações de Graças pela vitória do Prefeito Hildo do Candango e dos vereadores eleitos da cidade de Águas Lindas de Goiás.
O culto aconteceu na Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Brasilia - Setor 20, Pastoreada pelo Pastor Edson Pereira Xavier.
O Evento contou com a presença de várias lideranças comunitárias, políticas e eclesiásticas.


















quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Após passar 21 dias preso por engano, homem pretende mudar sobrenome


Foto: Reprodução/TV Anhanguera


Após ter passado 21 dias preso por engano, o mestre de obras Gabriel Afonso de Araújo, de 38 anos, foi solto nessa terça-feira (4), em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana de Goiânia. Ele foi preso no dia 13 de setembro em uma blitz acusado de roubo, no entanto, a Justiça de Minas Gerais, que expediu o mandado de prisão, reconheceu o erro. As informações são do portal G1.
Após ser solto, Gabriel disse que quer mudar de sobrenome. O motivo: ele teve os documentos roubados há 17 anos e uma pessoa os está usando para cometer crimes. “Vou acrescentar o sobrenome da minha esposa, para me ver livre desses processos. Então terei que entrar com uma ação na Justiça para fazer essa mudança”, afirmou. Ele ainda destacou que vai precisar andar com o alvará de soltura para provar que não é a pessoa que a polícia procura.
O mestre de obras também falou sobre os momentos ruins que viveu na cadeia. “Isso é uma covardia com o ser humano. Tinha que ter uma pesquisa antes de jogar a gente dentro de uma cela daquela”, lamentou. “Eu sentia muita saudade da minha família e pensava se eu iria sair vivo de lá. Eu tive muito medo, pois nunca tinha passado por aquilo”, completou.
Gabriel ainda acrescentou que a cela em que ficou, reservada para 11 pessoas, estava super lotada, com 33 homens. A filha de Gabriel, de 8 anos, que aguardava o pai na saída da prisão, se emocionou. “Esse é o momento mais feliz da minha vida.”
Essa não foi a primeira vez que Gabriel passou por constrangimentos. Em 2009, ele foi detido em uma blitz, em Goiânia, por ter um mandado de prisão por roubo, e foi encaminhado para a delegacia. Ele foi liberado após o delegado identificar que a foto dos documentos não correspondiam.
Gabriel já está em casa com a família, em Trindade (GO). O mestre de obras afirmou que pretende processar os estados de Goiás e de Minas Gerais pelos danos que sofreu.
Jornal de Brasília


segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Tres Novatos na politica em Águas Lindas de Goiás surpreendem e se elegem com expressiva votação


              
Jorge Amaro  


                    
          Tim da  Madeireira                          Zé da Imperial


Por Moisés Tavares


Eleição é mesmo uma caixinha de surpresas. Neste domingo 2 de outubro, 3 novatos na politica de Águas Lindas, surpreenderam a políticos antigos e deram um banho de votos em velhas raposas.
Jorge Dos Santos Amaro, ou Jorge Amaro do PRB,(1° foto) obteve 1.221 votos nas urnas, Sóstenes Oliveira Dias, ou Tim da  Madeira do DEM (2° foto), obteve 1.079 votos nas urnas, José Barbosa da Silva ou Zé da Imperial do PTB (3° foto), obteve 1.058 votos nas urnas,
Desbancaram políticos velhos e velhos políticos e vão estrear em uma casa com  que promete ter disputas acirradas e debates calorosos.

domingo, 2 de outubro de 2016

ENQUANTO ISSO EM ÁGUAS LINDAS DE GOIÁ- Veja a relação dos vereadores eleitos e reeleitos


O BLOG A VERDADE TRÁS EM PRIMEIRA MÃO A RELAÇÃO DOS VEREADORES ELEITOS E REELEITOS EM ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS.

Alguns nomes surpreenderam nessa eleição, outros já se tinha como certa a reeleição

1-Luiz de Aquino- PHS-1523 votos-REELEITO
2-Professor Silvério- PV- 1418 votos
3-Geovani Machado- PSD-1386 votos-REELEITO
4-Aderson da Modelle- PTB-1338 votos
5-Jacó do Esperança- PTC-1326 votos
6-Natália-PSDB-1299- votos-REELEITA
7-Rogemberg- PRB-1239-votos-REELEITO
8-Jorge Amaro-PRB-1227 votos
9-Anderson Teodoro-PSDB-1181-REELEITO
10-Tim da Madeireira- DEM- 1079 votos
11-Zé da Imperial- PTB-1058 votos
12-Aluísio da Artec- PSC-1054-REELEITO
13-Vanderlei Blá- PTB-998 votos-REELEITO
14-Eder Nunes-PSD-964- votos
15-Neide Enfermeira-PSD-941-votos
16-Everaldo Veículos-PTC-935 –votos
17-Evandro Rainha da Paz-PSB-832 votos-REELEITO
18-Oliveira Junior-PPS-773-votos

19-J.Barros –PTN-719- votos

O BLOG A VERDADE estará acompanhando a apuração da eleição em Águas Lindas de Goiás e informando em tempo real o resultado aos seus leitores.

Resultado de imagem para imagem de eleição 2016


O BLOG A VERDADE estará acompanhando  a apuração da eleição em Águas Lindas de Goiás e informando em tempo real o resultado aos seus leitores.
É só copiar o link abaixo e colar   e ir  na cidade de Águas Lindas de Goiás.


 http://placar.eleicoes.bol.uol.com.br/2016/1turno





sábado, 1 de outubro de 2016

Mais de 600 mil eleitores vão às urnas no domingo em 12 cidades do Entorno

Depois de vivenciar campanhas conturbadas, com impugnações de candidaturas, dissidências entre siglas e denúncias de crimes, eleitores votam amanhã; policiamento será reforçado.

 Otávio Augusto /Correio Braziliense


O domingo é o ato principal de um enredo tenso e movimentado pelo estresse das dissidências políticas. Amanhã, 605.882 eleitores vão às urnas para escolher os chefes do Executivo municipal e os vereadores das 12 cidades que fazem limite com a capital federal. Três partidos concentram 34,8% dos candidatos às prefeituras. A truculência que marcou as campanhas não passou despercebida e exigiu que as forças policiais mobilizassem quase 10 mil homens para a região, segundo a Secretaria de Segurança de Goiás. Pelo menos dois assassinatos e um desaparecimento, ocorrido há 14 dias, tiveram suposta motivação política, segundo investigações da Polícia Civil goiana. A pedido do Correio, dois analistas políticos avaliaram o cenário das eleições. Eles destacam o protagonismo de grupos de centro-direita e conservadores.

As legendas PSDB, com sete concorrentes, PMDB, com cinco, e PSOL, com três, são as que mais têm representantes no pleito de amanhã. Esta eleição ficou marcada pela tensão entre os candidatos, que trocaram acusações e denúncias na Justiça Eleitoral. Nos 12 municípios, houve 247 candidaturas cassadas, 46 renúncias e 146 questionamentos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na disputa, são 43 candidatos a prefeito e 2.975 a vereador. As autoridades de segurança e os fiscais eleitorais estão alertas para atentados contra candidatos, realização de boca de urna e de transporte ilegal de eleitores, além de compra de voto. Faixas, panfletos e cestas básicas foram apreendidos nesta semana.

As eleições municipais costumam montar o cenário para as eleições gerais de dois anos depois. As dificuldades do PT e dos aliados abriram caminho para a influência maior dos partidos e coligações conservadoras — o Partido dos Trabalhadores e os ditos de esquerda indicaram apenas seis nomes. A defesa de bandeiras religiosas e da família tradicional, por exemplo, ganharam força. “Está muito diferente do panorama das eleições de 2012. Naquele ano, o PT, que ainda não estava em declínio, arrastava mais candidatos. Essa tendência está clara nas capitais e é o perfil que está se concretizando”, avalia o professor do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB) David Verge Fleischer.
 
 

Oito partidos — alguns sob influência de políticos do DF — recrutaram dois candidatos cada para pleitear cargos na administração pública. Outros 12 indicaram um concorrente cada. A fragmentação é criticada pelo professor de ciência política da Universidade de Brasília (UnB) e consultor político Paulo Kramer: “O nosso sistema eleitoral é complicado e muito dividido, com um grande número de candidatos e de partidos. Isso deixa o eleitor desorientado. Diminuir o número de candidatos e de partidos seria bom”, pondera.

Impugnações
Dois nomes da política do Entorno abandonaram as campanhas na última semana. Padre Getúlio (PSB), que concorria à Prefeitura de Santo Antônio do Descoberto, e Ana Maria Enfermeira (PSDB), na disputa pelo Executivo de Alexânia, desistiram do pleito, mas indicaram nomes para a substituição na legenda. Concorrem agora Luiz Filho de Alencar (PHS) e Cida do Gelo (PSDB), respectivamente. “Com a falta de esperança do eleitor, é possível que o número de abstenções e votos nulos e brancos seja alto. Grande número de candidatos já está na política há anos. Se ele não está, o pai, o avô a mãe estiveram. O clã familiar vira clã político. Isso leva a um desgaste da representatividade”, arrisca Kramer.

Um dos problemas em Planaltina foi a dissidência entre siglas. O PR, o PCdoB e o PSDB fizeram diferentes coligações dentro do mesmo grupo partidário. O mesmo ocorreu em Formosa, distante 65km do Plano Piloto, onde houve o cancelamento de 40 candidaturas. Os diretórios estaduais do PEN e do PSC destituíram os comandos municipais e anularam a convenção que escolheu os candidatos. Nove concorrentes não conseguiram se recolocar no pleito de 2016. Ao todo, três coligações inteiras foram impugnadas no Entorno. “Essa eleição tem evidenciado a violência na disputa político-eleitoral. Pelo Brasil, ao menos 96 crimes ocorreram com supostas motivações políticas”, pondera Fleischer.