CAMPANHA ENTORNO GOIÁS

CAMPANHA ENTORNO GOIÁS
CAMPANHA ENTORNO GOIÁS

quinta-feira, 27 de junho de 2024

Marcada audiência no TRT para evitar greve dos motoristas de ônibus

 

Greve da categoria está marcada para ter início na sexta-feira, 28



Com a greve geral dos motoristas dos transportes coletivos e de Goiânia e Região Metropolitana, marcada para ter início na próxima sexta-feira, 28, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) marcou para a manhã desta quarta-feira, 26, a primeira audiência de conciliação entre a classe os representantes das empresas.

De acordo com o documento publicado pelo Tribunal para convocar a audiência entre os envolvidos, o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo de Goiânia e Região Metropolitana (Sindicoletivo), busca desde dezembro do ano passado que seja celebrada a convenção coletiva de trabalho 2024/2025, em diversas reuniões as coisas os envolvidos não chegaram a um acordo.

Segundo o presidente do Sindicoletivo, Carlos Santos, essa será a primeira audiência no TRT. Em outras oportunidades a classe tentou chegar a um acordo com o Sindicato das Empresas do Transporte Coletivo de Goiânia e da Região Metropolitana (SET), mas sem sucesso e em uma delas os representantes das empresas sequer apareceram.

A reportagem procurou o Sindicato das Empresas (SET) que em resposta afirmou que negocia com a categoria.

Confira na íntegra a nota do SET:

Uma vez mais, a população da Região Metropolitana de Goiânia se vê com um risco iminente de ter o serviço de transporte coletivo paralisado por ação do SINDICOLETIVO, com possibilidade de atrapalhar a vida não só do usuário do transporte coletivo, mas de toda a população da capital.

O SET vem se dedicando em incontáveis etapas da negociação coletiva para atender aos pleitos dos representantes sindicais, atuando com urbanidade, diálogo e absoluto compromisso com o trabalhador e com o passageiro.

Como prova desse compromisso, criou um comitê permanente de debates, envolvendo representantes das empresas de transporte e dos empregados, para tratar de assuntos de interesses comuns. Além disso, ofereceu um reajuste de 6,5%, acima de média nacional e da inflação medida no período, a qual foi de 3,86%. Se somado ao aumento concedido no ano passado, representa um acréscimo de quase 20% nos salários de todos profissionais da categoria. E um aumento real pelo terceiro ano consecutivo. Proposta não aceita pelo sindicato.

O SET reafirma seu compromisso diuturno com a negociação respeitosa e responsável, bem como repudia quaisquer tentativas de tornar a negociação coletiva do transporte público goiano em instrumento de politicagem, bem como de qualquer outro expediente que não atenda aos interesses da nossa comunidade.

Fonte:  https://www.dm.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário