CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA

CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA
CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA

quarta-feira, 27 de dezembro de 2023

Mulher assassinada pelo namorado em Ceilândia será sepultada nesta quinta

 

27/12/2023 Crédito: Carlos Vieira/CB/DA Press. Brasília, DF. Cidades. Feminicídio na QNN 3, Ceilândia. Alzira do Nascimento, mãe de Patrícia do Nascimento (vítima). - (crédito: Carlos Vieira/CB/DA Press )

Patrícia do Nascimento Feitosa, 44 anos, foi morta na tarde de Natal, na QNN 3. Autor está preso

mulher assassinada pelo namorado em Ceilândia Norte será sepultada nesta quinta-feira (28/12), no Cemitério Campo da Esperança de Taguatinga. Patrícia do Nascimento Feitosa, 44 anos, foi assassinada na tarde de Natal, na QNN 3. O autor do crime é José da Luz Bento da Conceição, 41.

Patrícia será velada às 12h30, na capela 3. O sepultamento está previsto para ocorrer às 15h30. A mulher foi morta dentro de casa,na segunda-feira (25/12). Segundo as investigações, ela e José foram a uma festa, na noite do último domingo, quando, no local, se desentenderam. A vítima ficou na comemoração, acompanhada de outras pessoas, enquanto José retornou para casa. Quando Patrícia retornou à residência, os dois tiveram uma nova discussão.

O caso só veio a público na manhã dessa terça-feira (26/12), quando o assassino compareceu à 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro), com cortes profundos no pescoço e nos dois pulsos. Aos agentes, José, inicialmente, não contou que havia matado a companheira, apenas revelou que "queria morrer", pois havia descoberto que tinha sido traído por Patrícia. O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF) foi acionado e atendeu a ocorrência na delegacia.

Desconfiados da versão, agentes da 15ª DP foram ao endereço de José. No local, os policiais encontraram o corpo de Patrícia numa poça de sangue. Depois, José confessou aos socorristas que o atendiam na delegacia que assassinou a companheira. Disse aos bombeiros que pegou uma faca na cozinha e deu vários golpes na barriga de Patrícia, que não resistiu e morreu no local. Eles estavam juntos há pouco mais de dois anos. Ela deixa seis filhos.

O assassino foi encaminhado ao Hospital de Base (HBB) para cirurgias. Apesar de não ter sido ouvido pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) II, José foi autuado pelo crime de feminicídio e encontra-se sob escolta de equipes da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape). Assim que for liberado do hospital, ele será encaminhado ao Complexo Penitenciário da Papud

Fonte:  https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário