CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA

CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA
CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA

terça-feira, 26 de setembro de 2023

Garoto de programa é preso por latrocínio e usar cartões da vítima

 

Divulgação/PCGO: Suspeito fez self ainda no apartamento da vítima

Suspeito tentou forjar uma cena de suicídio, mas foi pego no flagra pela polícia

Um garoto de programa, de 22 anos, foi preso suspeito de latrocínio (roubo seguido de morte) contra um professor universitário, de 64, na última segunda-feira, 25. De acordo com as informações divulgadas pela Polícia Civil (PC), o rapaz depois de matar o educador levou o dinheiro das contas e usou os cartões de crédito da vítima.

O crime foi descoberto através da biometria do banco. O setor de segurança da instituição financeira da qual o professora era correntista, encaminhou imagens da tentativa de validação biométrica, em que a cabeça da vítima era levantada por outra pessoa para o reconhecimento facial, o que levantou as suspeitas.

Após a denúncia por parte do banco, a polícia deu início as investigações e encontraram um homem por volta das 13h45 próximo ao prédio da vítima, e que durante a abordagem não revelou a sua identidade. No entanto, os policiais conseguiram descobrir o verdadeiro nome do rapaz, e que o mesmo era suspeito de diversos furtos e estelionato.

Divulgação/PCGO

Os policias foram até o prédio em que a vítima morava acompanhados por uma funcionária e do suspeito. As chaves do apartamento estavam em uma caixa do andar em que a vítima morava, e descobriram que a suíte do apartamento estava trancada. Os policiais então arrombaram a porta e encontraram o corpo do professora no banheiro com um crucifixo na mão e uma corda no pescoço. No entanto, a equipe de investigação entendeu que a cena foi montada para tentar forjar um suicídio da vítima.

Após a descoberta e a cena não enganar os policiais, o suspeito confessou e o assassinato e que tentou fazer diversas movimentações bancárias, como transferências por pix para a sua conta e compras com o cartão da vítima. Durante a tentativa de acessar as contas do professor, o garoto de programa identificado como José Henrique, tentou validar as transações através da biometria com o reconhecimento facial da vítima.

Com o cartão da vítima, o rapaz saiu do apartamento ao amanhecer e fez compras e diversas tentativas em um camelódromo de Campinas. Além disso, o garoto de programa foi até sua residência no Jardim Esmeralda. Durante o depoimento, o rapaz informou à policia que após fazer as compras e deixar os objetos em casa voltou para o local do crime e que tinha como o objetivo simular que havia encontrado o corpo da vítima e que iria chamar à polícia para informar suposto suicídio, mas sem sucesso, pois encontrou a equipe policial na calçada do prédio.

Vídeos mostram o garoto de programa quando ele chega no domingo à casa da vítima e quando ele deixa o local:





Fonte: https://www.dm.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário