CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA-INFRAESTRUTURA

CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA-INFRAESTRUTURA
CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA- INFRAESTRUTURA

quinta-feira, 18 de janeiro de 2024

DF tem aumento de 435% nos casos de dengue; GDF anuncia novas medidas

 

GDF anuncia novas medidas de enfrentamento à dengue - (crédito: Geovana Albuquerque/Agência Brasília)

Entre as medidas de enfretamento está a instalação de tendas de atendimento à população em nove regiões da capital, onde o número de casos está elevado


O Governo do Distrito Federal (GDF) anunciou, na manhã desta quinta-feira (18/1), novas medidas de combate à dengue. A partir deste fim de semana, as regiões com maior incidência da doença terão tendas de atendimento à população. Segundo o secretário-chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, a capital teve um aumento de 435% de casos da doença entre 1º e 13 de janeiro, em relação ao mesmo período no ano passado.

Para o anúncio das novas ações, o governo realizou uma coletiva de imprensa no Palácio do Buriti. O secretário Gustavo Rocha destacou que a capital está registrando mais de 700 casos por dia e o aumento é muito significativo. O chefe da pasta da Casa Civil informou que serão colocadas nove tendas ao lado das administrações regionais de Brazlândia, Ceilândia, Sol Nascente/Pôr do sol, Samambaia, Sobradinho, São Sebastião, Estrutural, Recanto das Emas e Santa Maria, onde o número de casos se mostra elevado. “A ideia é levar a presença do Estado para ainda mais perto do cidadão para além do que já está sendo feito nas UBSs”, comentou.

A princípio, as tendas ficarão nesses locais por 45 dias, podendo ser ampliado caso necessário. O espaço de atendimento à saúde para o cidadão funcionará das 7h às 19h. “As tendas serão montadas nesta sexta-feira (19/1) e começarão os atendimentos no sábado (20/1)”, disse o secretário. Elas terão atendimento médico, hidratação e testes de dengue. “Vamos intensificar a testagem”, avaliou Gustavo Rocha. Segundo o secretário, o DF está realizando cerca de 600 testes por dia. Nesse mesmo período no ano passado, a capital fez cerca de 140 por dia.

Além disso, cada tenda terá viatura de resgate do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) e suporte de equipe em estratégia da saúde da família com médicos, enfermeiros, técnico em enfermagem e bombeiros. Paralelamente às nove tendas, a Defesa Civil irá montar outras unidades itinerantes em demais regiões para suporte à população. A pasta vai disponibilizar drones para verificar o foco da dengue e o canal 199 que será exclusivo para esclarecer dúvidas das pessoas sobre a doença.

O secretário da Casa Civil destacou que é importante se atentar ao descarte do lixo para evitar o foco de proliferação dos mosquitos da dengue. “Há 54 locais de descarte irregular de lixo e o SLU vai intensificar e fazer a limpeza disso junto com a Novacap para impedir que volte a ser utilizado como descarte”, comentou. “É fundamental que a população faça a sua parte, porque o estado sozinho não consegue resolver tudo”, enfatizou Gustavo Rocha.

Ainda de acordo com o chefe da pasta da Casa Civil, neste sábado (20/1) haverá o dia D de combate à dengue na região de Samambaia por ser a segunda localidade com maior incidência de casos. Além disso, vai ter pelo menos um fumacê permanente em cada região administrativa e naqueles locais que forem necessários, outros serão deslocados. “Há inseticida suficiente para ser utilizado”, pontuou o secretário.

No DF, há 12 óbitos suspeitos que estão em análise na Secretaria de Saúde para saber se a causa da morte foi devido à dengue. Até o momento, dois óbitos foram confirmados por conta da doença.

Estiveram presentes na coletiva de imprensa o subsecretário da Defesa Civil, Coronel Sandro Gomes; o presidente da Novacap, Fernando Leite; a Comandante do Corpo de Bombeiros Militar do DF, Coronel Mônica; a secretária de Saúde do DF, Lucilene Florêncio; Comandante-Geral da PMDF, Coronel Ana Paula Habka; e o presidente do SLU, Silvio de Moraes.

Fonte:  https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário