TÚNEL DE TAGUATINGA

TÚNEL DE TAGUATINGA
O FUTURO PASSA POR AQUI

quarta-feira, 16 de março de 2022

"Dama de vermelho": Clube de tiro é alvo de mandado de busca e apreensão

Foto:PCDF/Divulgação Operação contou com apoio do Exército
Em operação, PCDF cumpriu mandado de busca e apreensão, enquanto o Exército fiscalizou a venda de armas e munições realizada pelo estabelecimento. Força militar informou que serão tomadas medidas administrativas Policiais civis da 17ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Norte) com o apoio da Divisão de Operações Especiais (DOE) e do Exército Brasileiro desencadearam, na tarde desta terça-feira (15/3), a segunda fase da investigação envolvendo um clube de tiro, no caso que viralizou nas redes sociais, depois que uma mulher vestida de vermelho ser escoltada por homens armados na Avenida Samdu Norte. O fato ocorreu em fevereiro (veja o vídeo abaixo).
Em 23 de fevereiro, os investigadores apreenderam oito armas utilizadas para a “escolta”. Nesta terça, foram cumpridos mandados judiciais de busca e apreensão na Loja do Pescador, em Taguatinga Norte, e em outros endereços vinculados à operação. O Exército Brasileiro realizou a fiscalização sobre a venda de armas e munições realizada pelo estabelecimento e aplicou as medidas administrativas cabíveis. A PCDF apreendeu mais quatro armas de fogo no local, totalizando um total de 12 armas recolhidas. As mesmas serão remetidas para a perícia. Repercussão No vídeo que circulou na internet, ao menos oito pessoas com fuzis pararam as três faixas da via para uma mulher com vestido vermelho passar. A moça ficou conhecida como a “dama de vermelho”. Após tirarem a fotografia, os envolvidos deixaram a rua, sendo que o fotógrafo até fez um "joinha" para que o trânsito pudesse voltar normalmente. Uma loja de artigos de pesca na qual também funciona um estande de tiros apareceu ao fundo das filmagens. Em nota encaminhada à imprensa na época, a empresa afirmou que vai apurar as responsabilidades dos envolvidos no vídeo e pontuou que o acontecido não reflete os princípios e valores da empresa. A loja ainda reforçou “que as imagens ferem os valores dos CACs e em nada ajudam a política armamentista”. Foto: PCDF/Divulgação Foram cumpridos mandados de busca e apreensão no local
Fonte:https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário