A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS

A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS
VALPARAÍSO QUE EU QUERO 27

quarta-feira, 30 de março de 2022

Mulher conta para amante de marido sobre morte dele

Foto: Reprodução / Tiktok
Tudo começou quando ela publicou um vídeo com a legenda “Quando seu marido morre há 10 anos e você precisa contar para a amante dele” Bridgette Davis, de 36 anos, viralizou nas redes sociais após relatar, em uma série de vídeos, sobre como contou sobre a morte do marido para a amante dele. Tudo começou quando, na última semana, ela publicou um vídeo com a legenda “Quando seu marido morre há 10 anos e você precisa contar para a amante dele”. Nas imagens, uma mulher, não identificada, supostamente reage ao falecimento. “M…, eu não posso acreditar nisso. Não posso. Estou desesperada. Não posso fazer isso de novo, ele me prometeu”, diz. Ela não explica qual seria a promessa. A mulher, então, pergunta para a esposa se ela pode ir até o túmulo do homem. Bridgette responde um simples “não”. Após o vídeo, os seguidores de Bridgette fizeram diversas perguntas, como se a mulher sabia que o homem era casado. A esposa respondeu em um segundo vídeo algumas desses questionamentos.
@bridgettedavis08

There is a lot to unpack here.

♬ Crazy - Patsy Cline
Sobre se a mulher sabia sobre o casamento, Bridgette publicou um segundo print, onde a mulher diz que “sabia de muitas coisas” e que ele precisava de apoio. Depois de diversos pedidos, a esposa contou a história. Segundo ela, o marido passava por problemas psiquiátricos e isso tornou o relacionamento deles e dos filhos muito sofrido. “Meu marido sofreu com doenças mentais a vida toda, e no outono de 2017, foi diagnosticado com transtorno bipolar tipo 2”, começou. “Em novembro, encontrei coisas questionáveis no celular dele e o confrontei. Tivemos uma grande briga e ele saiu de casa por toda a noite. Até hoje não sei onde ele foi.” Depois disso, o homem disse, por diversas vezes, que, caso ela terminasse com ele, ele se mataria. Ele fugiu e sumiu de casa outras vezes. “A pessoa com quem eu estava falando aquele dia não era a pessoa com quem eu havia me casado”, continuou. O homem foi internado em uma clínica psiquiátrica, mas o tratamento não durou muito, já que ele decidiu sair e morar sozinho. Em março de 2018, ele contou a ela que tinha uma amante. Dois meses depois, o marido propôs que eles participassem da terapia para casais. Em junho ele cometeu suicídio. Após a morte do marido, ela conta que entendeu que a amante tinha o direito de saber sobre o ocorrido. “Não tinha nada contra ela, e eu sabia que o homem com quem eu havia casado e o homem com quem ela estava namorando eram duas pessoas diferentes”, finalizou Fonte:https://jornaldebrasilia.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário