A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS

A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS
VALPARAÍSO QUE EU QUERO 27

quinta-feira, 31 de março de 2022

Vídeo de professora agredindo bebê durante aula gera revolta na internet

De acordo com a escola, a mulher foi exonerada do cargo por justa causa, já que agiu contra os princípios e preceitos educacionais e socioemocionais Uma professora foi flagrada agredindo um bebê de 1 ano e 10 meses sendo em uma escola no bairro Boqueirão, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. O vídeo em que a mulher penteia o cabelo da menina, mas em alguns momentos puxando os cabelos e faz movimentos bruscos com a cabeça da criança, causou revolta na web. “Meu Deus, quanta maldade, como fica o coração dos pais da família?”, questionou uma mulher por meio das redes sociais. Os internautas pedem por justiça. “A Justiça tem que cuidar deste caso com todo rigor e para servir de exemplo”, disse um homem. De acordo com a escola, a mulher foi exonerada do cargo por justa causa, já que agiu contra os princípios e preceitos educacionais e socioemocionais. Segundo os advogados de defesa da família da vítima, a mãe notou marcas vermelhas no rosto da criança ao buscá-la na escola no dia 15 de março. A unidade tem um sistema de monitoramento, e a mãe conseguiu acessar o momento das agressões. A família espera que ocorra uma ampla investigação, para saber se foi uma prática isolada ou se aconteceu de forma reiterada. Também é uma preocupação da família que a investigação ocorra de maneira efetiva. Nas redes sociais, a Escola Paris emitiu um comunicado lamentando o ocorrido e afirmando que a funcionária foi exonerada por justa causa. Confira abaixo a nota na íntegra: “A família Paris, na manutenção da qualidade e transparência de seus trabalhos, vem através desta lamentar o ocorrido, infelizmente a ocorrência da conduta inadequada de uma funcionária, sendo a mesma exonerada de imediato por justa causa, foge aos princípios e preceitos educacionais e socioemocionais, onde é totalmente inadmissível qualquer comportamento, fala ou ato que venha constranger ou se quer prejudicar o alicerce familiar de suas crianças. A transparência sempre foi e sempre será o balizador da nossa escola, seguindo com competência, amor e dedicação. Sendo assim, em qualquer situação cotidiana ou inesperada aos nossos comprometimentos e responsabilidades, estamos abertos a esclarecimentos e prontos a atendê-los”. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) afirma que o caso é investigado pelo 2º DP de Praia Grande, e que os laudos referentes à ocorrência estão em elaboração, e assim que finalizados, serão analisados pela autoridade policial. Fonte:https://jornaldebrasilia.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário