A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS

A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS
VALPARAÍSO QUE EU QUERO 27

sexta-feira, 25 de março de 2022

Jovem de Sobradinho II que ameaçava mãe e irmã com faca e machado se entrega

Foto:PMDF/Divulgação
O Corpo de Bombeiros foi acionado para atender uma ocorrência de tentativa de suicídio em Sobradinho II. Mas, verificaram que a mulher mantinha a mãe e a irmã em cárcere privado e as ameaçava com facas e um machado Uma jovem de 21 anos que manteve a família em cárcere privado, em Sobradinho II, se entregou nesta quinta-feira (24/3). Ela manteve a mãe, 41, e a irmã, 4, sob ameaça desde o início do dia. A suspeita é que mulher tenha feito o consumo associado de entorpecentes e remédios controlados. Por volta das 1h30, o Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) foi chamado para atender uma ocorrência de tentativa de suicídio no conjunto 6 da AR 7 de Sobradinho II. No local, verificaram que a mulher fazia as familiares de reféns com o uso de facas e um machado. A Polícia Militar do DF e o 13º Batalhão de Operações Especiais (Bope) foram acionados para auxiliar na ocorrência e assumir as negociações. Cerca de uma hora depois, a mulher se entregou. Ela foi levada ao Hospital Regional de Sobradinho (HRS), onde recebeu atendimento e, logo depois, foi conduzida à 35ª DP (Sobradinho 2) para registro da ocorrência. Foto:PMDF/Divulgação Momento em que a mulher se entregou, em casa, a policiais e bombeiro após ma irmã em cárcere privado, em Sobradinho 2
Foto:PMDF/Divulgação Policiais militares foram acionados até o endereço do cárcere privado, no conjun AR 7 de Sobradinho 2
Foto:PMDF/Divulgação Porta danificada após policiais militares terem libertado mãe e irmã d manteve em cárcere privado
Foto:PMDF/Divulgação Policiais militares foram acionados até o endereço do cárcere privado, no conjun AR 7 de Sobradinho 2
De acordo com o capitão da Polícia Militar, Raphael Broocke,a suspeita é de que a mulher tenha feito uso de drogas e remédio controlado. "Ela teria usado as duas substâncias juntas", afirma. A reportagem procurou a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) para saber do estado da jovem e se ela recebia assistência no HRS ou em outra unidade que faça o acompanhamento de saúde mental, mas ainda não tivemos retorno. O espaço segue aberto para manifestações. Retrospecto Em 16 de março deste ano, a mulher tinha se envolvido em uma outra ocorrência. Os próprios familiares, que acionaram a PMDF, relatam que ela fez uso de medicamentos controlados e entorpecentes, o que motivou a ameaçar os familiares e destruir objetos dentro de casa. Quando a Polícia Militar foi acionada, a mulher pegou o carro de um primo, um HB20, e fugiu do local. Equipes do 13º Batalhão fecharam o cerco, conseguiram parar o veículo e deter a mulher. Os familiares informaram que ela possuía uma arma de fogo. Após uma busca na casa dela, foram apreendidas duas facas e um simulacro da arma de fogo no quarto. Fonte:https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário