CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA

CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA
CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA

domingo, 19 de novembro de 2023

Feminicida deu mais de 10 facadas na mulher na frente do filho de 3 anos

 

A vítima Brenda Almeida Michnik - (crédito: Reprodução/ Instagram)

O crime ocorreu na manhã deste sábado (18/11), em Planaltina, após briga motivada por ciúmes. Brenda Almeida Michnik, 20 anos, foi morta por Rafael Breno da Silva Teixeira, 25, na frente do filho do casal, de três anos, e de uma vizinha. Ele está preso

Rafael Breno da Silva Teixeira, 25 anos, autor do feminicídio que ocorreu na manhã deste sábado (18/11), em Planaltina, cometeu o crime contra Brenda Almeida Michnik, 20, na frente do filho do casal, de três anos, e de uma vizinha que estava presente no momento. De acordo com o delegado da 16ª Delegacia de Polícia, Wainer Augusto, a vítima foi perfurada pelo menos 10 vezes.

Rafael foi preso em flagrante após ser detido por populares. A Audiência de custódia será neste domingo (19/11). A pena, segundo o delegado, pode passar dos 30 anos, já que ele é reincidente na Lei Maria da Penha. O autor chegou a ser preso, ano passado, pela lei de proteção contra a violência contra a mulher. Além do feminicídio, o crime também é qualificado pela utilização de recursos que tornou impossível a defesa da vítima.

De acordo com o delegado Wainer, ele atacou a companheira de surpresa, quando estava sentada no sofá. No depoimento, Rafael alegou suspeita de traição por parte de Brenda. O ataque ocorreu após uma discussão entre os dois, por volta das 10h. Familiares retiraram a criança da casa, onde moravam os três, no Jardim Roriz.

Brenda Almeida Michnik chegou a ser socorrida pelo Samu e foi encaminhada para o Hospital Regional de Planaltina, mas não resistiu aos ferimentos após várias paradas cardíacas e perda de muito sangue.

O autor chegou a tentar suicídio, recebeu atendimento também no Hospital de Planaltina, e, uma vez liberado pelos médicos, foi encaminhado para a 16ª DP. Rafael tinha muitas manchas de sangue no corpo, que foi confirmado ser da vítima. Em frente ao delegado, o autor do crime entrou em desespero ao saber da morte de Brenda.

O Correio foi informado que Rafael Teixeira já tinha duas denúncias contra ele da Lei Maria da Penha. Uma em 2020, depois de uma briga familiar, e outra ano passado, de um outro relacionamento que teve, ocasião em que chegou a ser preso.

O local do crime foi isolado para investigação e a polícia colheu depoimentos de testemunhas. Rafael foi encaminhado para a Divisão de Controle e Custódia de Presos (PCDF) e segue à disposição da Justiça.


A vítima Brenda Almeida Michnik - (crédito: Reprodução/ Instagram)

Segunda vítima em três dias

Este é o 32º feminicídio no DF neste ano. Brenda é a segunda vítima desta semana. Há três dias, na noite dessa quarta-feira (15/11, Sofia Antunes Queiroz, também de 20 anos e em Planaltina, foi morta com um disparo de arma de fogo dentro de casa, no Vale do Amanhecer. O autor, identificado como Leandro Gomes Lustosa, 33 anos, fugiu após o crime. Em 2022, a capital registrou 17 ocorrências.


Fonte:  https://www.correiobraziliense.com.br/


Nenhum comentário:

Postar um comentário