TÚNEL DE TAGUATINGA

TÚNEL DE TAGUATINGA
O FUTURO PASSA POR AQUI

terça-feira, 22 de março de 2022

Adolescente que matou mãe e irmão ‘se assustou quando soube que o pai estava vivo’

Foto: Reprodução
Os disparos foram motivados por uma discussão familiar sobre notas escolares baixas do jovem, que queria permanecer jogando online Na tarde do último sábado, 19, um crime chocou o munícipio de Patos, no sertão paraibano. Um adolescente de 13 confessou ter assassinado a mãe, de 47 anos, e o irmão, de 7, a tiros dentro da própria casa. A arma do crime era do pai do menino, que a tinha na residência por ser policial militar reformado. O homem, de 56 anos, também foi baleado, porém sobreviveu e está em estado grave. Incialmente o menino negou o crime. A princípio, até a polícia acreditava que ele era vítima, sobrevivente de uma chacina. No entanto, com o desenrolar das investigações, ele foi apontado como suspeito. Na delegacia, acabou confessando. Em entrevista à TV Sol, o delegado Renato Leite contou que os disparos foram motivados por uma discussão familiar sobre notas escolares baixas do jovem, que queria permanecer jogando jogos online e, em depoimento, confessou ter se sentido “pressionado”. Para ele, ter o celular confiscado pelo pai foi a “gota d’água”. “Ele estava tirando notas baixas porque em casa só queria saber de jogar. O menino, quando era cobrado para arrumar uma cama ou enxugar uma louça, disse que se sentia pressionado. Hoje (sábado), foi a gota d’água: ele se armou com a arma do pai e fez o que fez, infelizmente”, disse Leite. A apuração do caso foi concluída e a arma foi encaminhada para perícia. A finalização aguarda somente a anexação de alguns laudos técnicos. De acordo com o delegado, o garoto está numa sala reservada para menores de idade na carceragem da Polícia Civil da Paraíba. Sozinho, ele aguarda a audiência de apresentação. “A gente representou pela internação provisória do menor. Após a audiência judicial, ele deve ser encaminhado ao Centro de Internação de Adolescentes da Paraíba, no município de Sousa, no sertão”, acrescentou. “Os corpos das vítimas já foram liberados para a família fazer o enterro”, afirmou Leite. Para o delegado, a circunstância de “uma situação complicada”, em que “uma família foi destruída”. “O adolescente de 13 anos alegou que a motivação para ter cometido o que cometeu foi os pais o estarem privando de jogar um jogo, Roblox. A motivação que ele alegou ter sido a gota d’água para que ele pegasse a arma do pai e resolvesse atirar contra a mãe dele, o pai e depois contra o irmão mais novo, foi justamente essa. Ele alegou que era pressionado a tirar boas notas na escola”, afirmou o delegado, com base no depoimento do autor dos disparos. “Eu percebi que ele, quando soube que o pai ainda estava vivo, se assustou. Acho que ele estaria mais satisfeito se todos os três tivessem falecido”. Segundo o adolescente, o pai já havia lhe mostrado a arma, porém negou que a tenha usado em outro momento. O PM aposentado foi baleado no tórax. Mãe dormia quando foi morta Conforme informou o delegado, o pai do estudante saiu para comprar um remédio de dor de dente para a esposa, que dormia no quarto do casal. Antes, o homem teria confiscado o celular do filho por conta do mau desempenho escolar. O garoto pegou a arma de fogo, que estava “bem guardada” em um “armário de ferro fechado” no escritório do pai”, descreveu Leite. “A mãe aguardava no quarto, deitada, dormindo. Ele chegou, encostou a arma na cabeça dela e efetuou um disparo”, continua. O barulho assustou o irmão, que estava em seu quarto e brigou com o adolescente ao notar o que havia acontecido. O irmão mais velho chegou a correr atrás do mais novo para atingi-lo, mas o pai chegou em casa. “O pai tentou intervir para que ele soltasse a arma, e ele terminou efetuando um disparo contra o pai, que caiu na sala”, contou o delegado. Irmão atingido pelas costas O menino, de 7 anos, tentou socorrer o irmão ao vê-lo caído no chão e o abraçou. Neste momento, o adolescente atingiu o irmão pelas costas. Posteriormente, guardou a arma em seu local de origem, acionou o Samu e tentou fazer com que o caso se parecesse com um assalto. Fonte:https://jornaldebrasilia.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário