PREVENÇÃO É A MAIOR PROTEÇÃO

PREVENÇÃO É A MAIOR PROTEÇÃO
PREVENÇÃO É A MAIOR PROTEÇÃO

terça-feira, 15 de fevereiro de 2022

Vídeo: motorista mata cadela atropelada e foge sem prestar socorro no DF

Foto:crédito: material cedido ao Correio
Condutor foi preso em flagrante e conduzido a 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá). Devido às imagens fortes, o Correio mostrará apenas parte das filmagens Câmeras de segurança de um prédio residencial no Paranoá registraram o momento em que um motorista atropela, mata uma cadela e foge sem prestar qualquer socorro. O vídeo ainda mostra o desespero do dono do animal, que presenciou o atropelamento da cadelinha Nina, de um ano e meio, e chegou a correr atrás do veículo, que seguiu viagem normalmente. Nas filmagens, pouco antes de 12h30, na Quadra 3, do conjunto 2, do Paranoá, várias pessoas ao verem a cachorrinha ser atropelada foram socorrer o animal, que acabou não resistindo aos ferimentos. De acordo com Leandro Silva, 34 anos, amigo da família do tutor do animal, o motorista podia evitar o atropelamento. “Ele passou em cima da cachorra olhando para o dono da Nina, foi muito covardia”, conta. Devido às imagens fortes, apenas parte do vídeo registrado pelas câmeras de segurança será exibido pelo Correio. Assista:
De acordo com o líder comunitário Cristiano Soares, 33, muita vezes os motoristas que circulam na região não respeitam as sinalizações. “Normalmente, nas entre quadras das região do Paranoá Parque, os motoristas costumam andar em alta velocidade”, diz o líder. Bastante abalado, o dono da cachorrinha preferiu não ser entrevistado, mas pediu justiça. Ao Correio, o delegado da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá) afirmou que o motorista de aplicativo, de 37 anos, autor do atropelamento foi preso em flagrante, após policiais civis coletarem informações da placa do veículo. A polícia, neste momento, está ouvindo o suspeito, que será autuado por crime de maus-tratos, com o agravante do óbito da cadelinha. Este crime tem pena prevista de dois a cinco anos de prisão e não cabe fiança e, por isso, o homem ficará na carceragem da Polícia Civil, à disposição da justiça. Fonte:https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário