A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS

A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS
VALPARAÍSO QUE EU QUERO 27

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2022

Homem pede para ser preso para não matar ex

Foto: Reprodução / TV Gazeta
Ele não aceitava o fim do relacionamento e vinha ameaçando a mulher. O relacionamento acabou após ele traí-la três vezes Um homem acionou a Polícia Militar do Espirito Santo (PMES) e pediu para ser preso, pois, segundo ele, caso não fosse iria matar a ex-companheira. O caso ocorreu em Vitória, na manhã desta terça-feira (22). De acordo com o preso, ele não aceitava o fim do relacionamento e vinha ameaçando a mulher desde o término, há quatro meses. O relacionamento acabou após ele traí-la três vezes. A revolta do homem começou a partir do momento que ela começou a se relacionar com outra pessoa. “Mandei várias mensagens dizendo pra ela que se ela não voltasse comigo ia matar ela e o cara que estava com ela. Essa é a realidade. Então, para isso não acontecer eu abri um BO [boletim de ocorrência] contra mim mesmo para proteger a vida dela e a da minha filha também. Fui na residência dela, me alterei, ela se sentiu coagida, passou uma viatura e eu mesmo chamei a viatura pra mim “, disse ao G1. Ainda assim, ele garantiu que nunca agrediu a ex-esposa. “Tenho consciência que estou errado. Por isso tive essa atitude. Não quero ser mais um que mata mulher. A decisão que eu ia tomar ia ser errada. Eu sei que vou estragar minha vida. Nunca passei por uma situação como essa. Estou aliviado porque aqui [na prisão] consigo deixar ela segura”, continuou. Eles ficaram juntos por quatro anos e tem uma filha de três. A mulher confirmou que nunca foi agredida pelo ex-marido. Ainda assim, ambos foram levados para o Plantão Especializado de Atendimento à Mulher (PEM) e ele foi autuado em flagrante pelo crime de ameaça na forma da Lei Maria da Penha. Uma fiança foi instituída, mas não foi paga. Dessa forma, ele foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana. Fonte:https://jornaldebrasilia.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário