A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS

A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS
VALPARAÍSO QUE EU QUERO 27

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

Vídeo: Idosa é salva de atropelamento por motociclista

O rapaz estava esperando o semáforo abrir e notou que a idosa atravessava a linha férrea calmamente, sem perceber que o VLT estava passando Na tarde desta terça-feira, 22, uma idosa de 77 anos quase foi atropelada por um Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) no momento em que cruzava a linha férrea. No entanto, um motociclista que presenciou a cena foi mais rápido e conseguiu salvá-la. O caso aconteceu em Maceió, Alagoas. Por meio de imagens de uma câmera de segurança que registrou o momento, é possível ver quando o motociclista percebeu a aproximação do VLT, pulou da motocicleta e puxou a aposentada Rute Acioli, salvando-a. O rapaz estava esperando o semáforo abrir e notou que a idosa atravessava a linha férrea calmamente, sem perceber que o VLT estava passando. De acordo com a aposentada, ela não ouviu o sinal sonoro que alerta sobre os trens. Ambos caíram no chão, e em seguida algumas pessoas apareceram para ajudá-los a se levantar. O motociclista ainda não foi identificado. Veja o momento: “Eu não vi o trem, só vi a queda. O rapaz me pegou e me jogou no chão”, disse a idosa ao g1. “Eu caí com ele. Aí eu disse, ‘que presepada você tá fazendo?’ Aí ele chegou e disse assim, ‘olha o trem’. Aí quando eu olhei assim, o trem ia passando. Não olhei para o lado do trem. Estava prestando atenção nos carros”, contou dona Rute. Conforme a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) informou a velocidade máxima do VLT nesse trecho é de 20 quilômetros por hora, e no momento em que viu a idosa, o maquinista reduziu ainda mais a velocidade. A Companhia reforço pedido para que os pedestres se mantenham atentos ao cruzar uma linha férrea, uma vez que o VLT não consegue frear bruscamente.
Nota CBTU “A CBTU informa que os VLTs trafegam nas passagens de nível na região do Centro e Jaraguá a 20 quilômetros por hora. O maquinista, ao perceber a presença da senhora, reduziu ainda mais a velocidade e buzinou com mais intensidade pra chamar a atenção da pedestre, de acordo com procedimentos de segurança. O VLT é um veículo comprido e pesado, o que faz com que não seja possível a frenagem abrupta”. Fonte:https://jornaldebrasilia.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário