CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA

CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA
CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA

terça-feira, 1 de fevereiro de 2022

Turista é morto a tiros após fugir de crime em SP

Lugi foi atingido pelos disparos, sendo um deles em sua nuca. Apesar de inconsciente, ele continou na direção do carro, que veio a capotar Por volta de 23h30 do último sábado, 29, um turista de 26 anos foi morto enquanto tentava fugir de um crime em Guarujá, litoral de São Paulo. Luigi Giacomazzi estava acompanhado da esposa e de um amigo quando um veículo preto parou em frente a eles e impediu a passagem. Ao tentar fugir dando marcha a ré, Luigi foi atingido por um tiro na nuca. Por meio de imagens de câmeras de segurança, é possível identificar o momento que um dos criminosos aponta uma arma na direção do motorista. Assustado, Luigi tentou fugir dando marcha à ré com o veículo. O assaltante, então, atirou na direção das vítimas ao menos duas vezes. Lugi foi atingido pelos disparos, sendo um deles em sua nuca. Apesar de inconsciente, ele continou na direção do carro, que veio a capotar alguns metros à frente. Os criminosos fugiram do local. De acordo com a esposa de Luigi, de 31 anos, ela não se lembra se chegou a sair do veículo ou se foi arremessada. Em seguida, correu até o marido, que já estava sem vida. O amigo do casal não apresentou ferimentos. A Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram acionadas, e o óbito do rapaz foi constatado. A mulher foi levada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Enseada, onde recebeu atendimento médico. Ela seguiu para a capital paulista para ser internada em um hospital particular. O caso foi registrado como roubo qualificado na Delegacia Sede de Guarujá. Equipes de peritos da Delegacia de Homicídios do Deinter-6 investigam o caso. O corpo do turista foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande. Até o momento, ninguém foi preso. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o carro utilizado pelos criminosos foi roubado pouco antes na esquina das ruas Romão Salgado e Dom Pedro, na Vila Júlia. O dono do veículo, um morador de Alagoas, disse à polícia que estava a passeio no litoral quando, ao reduzir a velocidade em função de poças d’água, foi surpreendido por dois homens. Os criminosos, armados, se jogaram na frente do veículo e ordenaram que todos desembarcassem. Os três ocupantes desceram e os suspeitos fugiram em alta velocidade com o veículo. Morador do interior Além da esposa, Luigi deixa uma filha de três anos. Conforme contou o padrasto dele, o bancário Carlos Damarindo, a família estava passando o fim de semana no litoral paulista e, pouco antes do crime, Luigi tinha ido buscar o amigo para sair. “Foi coisa de 15 minutos, desse distanciamento, que aconteceu”, disse. Na terça-feira (1°), ele começaria em um novo emprego em uma agência bancária em Jundiaí, no interior paulista, onde morava com a família. “Estava ansioso, feliz da vida”, comentou o padrasto ao g1. “Não dá pra deixar ser só mais um caso a entrar para as estatísticas. Tem que acreditar que vai ter justiça e que vão pegar [os assaltantes]”, disse o padrasto do turista. Fonte:https://jornaldebrasilia.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário