PREVENÇÃO É A MAIOR PROTEÇÃO

PREVENÇÃO É A MAIOR PROTEÇÃO
PREVENÇÃO É A MAIOR PROTEÇÃO

sábado, 19 de fevereiro de 2022

Com sinais de abuso sexual, criança chega morta à UPA ; família alega choque elétrico

Foto:crédito: Antonio Cunha/CB/D.A Press
Os profissionais de saúde examinaram a vítima, de 3 anos, e não encontraram sinais de choque, mas notaram marcas de violência sexual. A própria equipe médica acionou a PM pelo 190 e mãe e tio foram encaminhados à delegacia Três pessoas da mesma família foram encaminhadas à 27ª Delegacia de Polícia (Recanto das Emas), após uma criança, de 3 anos, ter chegado morta na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), na noite desta sexta-feira (18/2). Os parentes alegaram que a menina havia sofrido uma descarga elétrica, mas médicos constataram marcas de violência sexual. Segundo informações da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), a mãe e o tio da criança a levaram à UPA da região por volta das 18h30, afirmando que a menina tinha sofrido uma descarga elétrica. Os profissionais de saúde examinaram a vítima e não encontraram sinais de choque, mas notaram marcas de violência sexual. A própria equipe médica acionou a PM pelo 190 e mãe e tio foram encaminhados à delegacia. Os policiais foram até a casa da família, na Quadra 803, e também conduziram um homem que morava com eles para prestar depoimento. Aos policiais, o médico que atendeu a criança revelou que, pela coloração da menina, ela tinha morrido há um certo tempo e que os supostos abusos aparentavam ser bem antes da morte. O corpo foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) para averiguar as causas do óbito. A ocorrência está em apuração. Fonte:https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário