CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA

CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA
CAMPANHA DE UTILIDADE PÚBLICA--INFRAESTRUTURA

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2022

41 dias depois, exame de DNA confirma troca de bebês em Hospital de Goiás

Foto:crédito: Arquivo pessoal/Eduardo Costa
Hospital afirma que apura o que ocorreu e a Polícia Civil do Estado segue investigando o caso; O crime de identificação incorreta de bebês, está previsto em Lei no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) Nesta terça-feira (8/2), foram abertos os exames de DNA que comprovam a troca de bebês no Hospital São Silvestre em Goiás. O caso ocorreu no último dia 29 de dezembro. As crianças, ambas do sexo masculino, teriam sido trocadas após um erro interno no hospital. As duas mães e os bebês já haviam feito um exame de DNA ainda quando estavam internadas no hospital, mas uma das famílias recebeu resultado inconclusivo, por isso, a Polícia Civil de Goiás solicitou o novo DNA que foi comprovado agora. Muito emocionadas, as duas mães, Viviane Alcântara Dias e Juciara Maria Silva, devolveram os respectivos bebês 41 dias depois do parto. A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) segue investigando o caso. Ao g1, a advogada do Hospital São Silvestre, Luciana Azevedo, informou que o hospital abriu processo administrativo para a apuração dos fatos “e que já houve a suspensão de vários envolvidos”. Vale lembrar que o crime de identificação incorreta de bebês está previsto em Lei no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Fonte:https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário