PREVENÇÃO É A MAIOR PROTEÇÃO

PREVENÇÃO É A MAIOR PROTEÇÃO
PREVENÇÃO É A MAIOR PROTEÇÃO

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2022

Mulher é estuprada e mantida em cárcere privado por três meses no interior do Maranhão

Foto: Divulgação/Polícia Civil do Maranhão
As autoridades apontam que o homem manteve a mulher em cárcere privado por três meses em uma região isolada no meio da mata fechada Na última quarta-feira, 16, um homem foi preso em flagrante em Boa Vista do Gurupi, a 236km de São Luís. O homem sequestrou, estuprou e torturou uma mulher em uma região de mata fechada no município. De acordo com a polícia, a vítima foi mantida em cárcere privado por três meses. Segundo o delegado Carlos Magno Magalhães, o suspeito conheceu a mulher na cidade de Carutapera, a 241km da capital, e desenvolveu uma “obsessão” por ela, que ainda era casada. As apurações indicam que o homem afirmava que a amava a vítima e que ela só poderia “ser dele”. O suspeito chegou a ameaçar de morte o, até então, marido da mulher. Há aproximadamente três meses, o suspeito invadiu a casa da vítima, roubou objetos de valor e a sequestrou. As autoridades apontam que o homem manteve a mulher em cárcere privado por três meses em uma região isolada no meio da mata fechada. O local, próximo ao povoado Sodrelândia, era insalubre. Depois de receberem denúncias, os investigadores da Polícia Civil de Carutapera foram até a mata, localizaram o cativeiro e resgataram a vítima. O delegado disse, ainda, que durante o tempo em que a mulher passou sequestrada, ela foi estuprada e torturada diversas vezes. Em alguns momentos, o agressor colocou a vítima em uma posição que, em caso de movimentos bruscos, ela poderia se enforcar. Ainda conforme a polícia, durante a ação policial, o sequestrador reagiu com uma arma de fogo e acabou sendo atingido por dois disparos da equipe de investigadores. Apesar de ferido e preso, o homem não deixou de ameaçar a vítima, afirmando que seria preso, mas que voltaria para matá-la. O agressor foi levado ao hospital da cidade de Boa Vista do Gurupi e, logo depois foi transferido ao hospital da cidade de Governador Nunes Freire. Ele está sob custódia e deverá responder pelos crimes de sequestro, estupro, tortura, porte ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio qualificado contra os policiais civis. Fonte:https://jornaldebrasilia.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário