A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS

A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS
VALPARAÍSO QUE EU QUERO 27

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

Motorista de caminhão é encontrado sem vida após incêndio em embarcação na Grécia

Foto:crédito: HELLENIC FIRE SERVICE / AFP
O homem de 58 anos era um dos 11 passageiros do veículo. 10 pessoas continuam desaparecidas Corfú, Grécia - Um motorista grego foi encontrado morto neste domingo (20) dentro de um caminhão carbonizado a bordo da balsa italiana que pegou fogo perto da ilha grega de Corfu, disseram os bombeiros. O homem de 58 anos era um dos 11 passageiros, todos eles motoristas de caminhão, que foram dados como desaparecidos após o incêndio, confirmaram a Guarda Costeira grega à AFP. A descoberta neste domingo pela manhã de um passageiro vivo após 50 horas no barco em chamas havia despertado otimismo entre as autoridades e os parentes dos desaparecidos. No entanto, durante uma operação para resgatar outros quatro ou cinco passageiros supostamente vivos, o corpo carbonizado de um homem dentro de um caminhão foi encontrado. Nas primeiras horas da manhã deste domingo, um motorista de caminhão de 21 anos, oriundo de Belarus, foi encontrado são e salvo na popa da embarcação, onde sua presença foi detectada enquanto o barco estava sendo rebocado a menos de 3 km ao norte de Corfu. O "sobrevivente do milagre", como a mídia grega o descreveu, foi trazido de volta ao porto de Corfu vestindo shorts e chinelos, disse um jornalista da AFP. "Estou bem", afirmou o sobrevivente a repórteres com um sorriso, antes de embarcar em uma ambulância para o hospital, onde os médicos o encontraram "em muito boas condições", segundo o diretor do hospital. O "Euroferry Olympia" da empresa italiana Grimaldi pegou fogo na madrugada de sexta-feira quando se dirigia ao porto italiano de Brindisi, duas horas depois de deixar o porto grego de Igumenitsa, com 290 pessoas registradas a bordo, incluindo 51 tripulantes. Até agora, 279 pessoas foram resgatadas, assim como dois imigrantes ilegais afegãos, levantando temores de que outros possam estar desaparecidos. Dez caminhoneiros continuam desaparecidos, sete búlgaros, dois gregos e um turco, segundo as autoridades. "Vozes" na balsa O jovem sobrevivente disse ter ouvido vozes no navio, disse o diretor do hospital, Leonidas Roumpatis, à mídia. "Estava na minha cabine. Desci ao porão superior. Ouvi vozes. Não vi os outros", explicou, citado pelo site Iefimerida. A balsa destruída parece "ainda ter lugares seguros para os passageiros. Como vimos um deles sair vivo, há esperança", afirmou o socorrista Andreas Korikis. "A busca continua, mas o acesso é impossível em alguns locais", afirmou em declarações à agência ANA, lembrando que "cada hora conta". A notícia da descoberta de um sobrevivente foi recebida com emoção no porto de Corfu. "Ele está vivo!", gritou a esposa de um caminhoneiro grego desaparecido. Cerca de 40 bombeiros foram mobilizados neste domingo para ajudar no resgate. "A carga de calor e a toxicidade no navio permanecem altas", explicou o vice-ministro da Marinha Mercante, Costas Katsafados. Desde sábado, aumentaram as críticas sobre as condições de segurança a bordo do "Euroferry Olympia", que partiu com 800 m3 de combustível e 23 toneladas de "produtos corrosivos perigosos", segundo o Ministério do Meio Ambiente italiano. A investigação do Serviço de Acidentes Marítimos da Grécia ainda está em sua etapa inicial, mas o incêndio pode ter começado em um caminhão estacionado no porão. Vários caminhoneiros disseram que preferem dormir em seus caminhões do que em cabines lotadas. "Até onde sei, meu pai dormiu no caminhão. O navio estava em péssimo estado em todos os sentidos", disse Ilias Gerontidakis, filho de um grego desaparecido, reclamando da falta de cabines, segurança e da sujeira. A balsa, construída em 1995, passou por uma inspeção em 16 de fevereiro de acordo com a lei internacional, disse o grupo Grimaldi. Fonte:https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário