A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS

A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS
VALPARAÍSO QUE EU QUERO 27

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

Homem que matou ex-enteado e feriu ex-companheira tem passagens na polícia

Foto:crédito: PMDF
Ao tentar defender a mãe, o filho de Luciene Xavier foi atingido com um disparo no olho. Ele acabou não resistindo e faleceu no local. O autor da tentativa de feminicídio fugiu do local, mas foi preso por policiais militares logo depois Um homem, de 40 anos, assassinou o ex-enteado Pedro Henrique Xavier dos Santos, de 16 anos, e tentou matar a ex-companheira, Luciene Xavier dos Santos, 41, a tiros em frente de uma casa no Itapoã, na noite de sábado (19/2), por volta das 20h. De acordo com o delegado-chefe da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), Ricardo Viana, a motivação do crime foi insatisfação, logo que Luciane não deixava o acusado visitar a filha de 12 anos porque o homem é acusado de estupro da própria sobrinha. Aos policiais, testemunhas afirmaram que o acusado, identificado apenas pelas iniciais G.S entrou no culto que estava sendo realizado dentro da casa de Luciene. O acusado, após uma discussão, empurrou a ex-companheira, puxou a arma e atirou. Apesar de estar ferida, Luciane entrou em luta corporal com o acusado, que durante a luta, segurou os cabelos dela e a arrastou para fora da residência. Ainda de acordo com as testemunhas, Pedro, ao ver a mãe sendo agredida, correu para fora da casa para tentar proteger a genitora, mas acabou sendo atingido com um tiro no olho. Ele morreu no local. Luciene foi encaminhada ao Hospital Regional de Paranoá (HRPA), onde se encontra estável, sendo que um dos tiros atingiu a coluna. O autor dos disparos fugiu do local, mas acabou sendo capturado por policiais do 20º Batalhão, na altura da DF-250. A arma do crime não foi encontrada pelos policiais militares e nem por policiais civis. Passagens De acordo com a delegacia que ficará responsável pela investigação, o homem já tinha várias passagens por roubo, furto e estupro. A outra filha de Luciene relatou aos policiais que realizou um boletim de ocorrência em 12 de janeiro de 2022, logo após o acusado afirmar que “iria matar todos da família”. Ainda na ficha do assassino, há uma outra ocorrência de ameaça, de 2021, agora contra Pedro. Como buscar ajuda em casos de violência contra a mulher: - Ligue 190: Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). Uma viatura é enviada imediatamente até o local. Serviço disponível 24h por dia, todos os dias. Ligação gratuita. - Ligue 197: Polícia Civil do DF (PCDF). E-mail: denuncia197@pcdf.df.gov.br WhatsApp: (61) 98626-1197 Site: https://www.pcdf.df.gov.br/servicos/197/violencia-contra-mulher - Ligue 180: Central de Atendimento à Mulher, canal da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres. Serviço registra e encaminha denúncias de violência contra a mulher aos órgãos competentes, além de reclamações, sugestões e elogios sobre o funcionamento dos serviços de atendimento. A denúncia pode ser feita de forma anônima, 24h por dia, todos os dias. Ligação gratuita. - Delegacias Especiais de Atendimento à Mulher (Deam): funcionamento 24 horas por dia, todos os dias. Deam 1: previne, reprime e investiga os crimes praticados contra a mulher em todo o DF, à exceção de Ceilândia. Endereço: EQS 204/205, Asa Sul. Telefones: 3207-6172 / 3207-6195 / 98362-5673 E-mail: deam_sa@pcdf.df.gov.br Deam 2: previne, reprime e investiga crimes contra a mulher praticados em Ceilândia. Endereço: St. M QNM 2, Ceilândia Telefones: 3207-7391 / 3207-7408 / 3207-7438 - Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos Whatsapp: (61) 99656-5008 - Canal 24h - Secretaria da Mulher do DF Whatsapp: (61) 99415-0635 - Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) Promotorias nas regiões administrativas do DF https://www.mpdft.mp.br/portal/index.php/promotorias-de-justica-nas-cidades Núcleo de Gênero Endereço: Eixo Monumental, Praça do Buriti, Lote 2, Sala 144, Sede do MPDFT Telefones: 3343-6086 e 3343-9625 E-mail:pro-mulher@mpdft.mp.br - Defensoria Pública do DF Núcleo de Assistência Jurídica de Defesa da Mulher (Nudem) Endereço: Fórum José Júlio Leal Fagundes, Setor de Múltiplas Atividades Sul, Trecho 3, Lotes 4/6, BL 4 Telefones: (061) 3103-1926 / 3103-1928 / 3103-1765 WhatsApp (61) 999359-0032 E-mail: najmulher@defensoria.df.gov.br http://www.defensoria.df.gov.br/nucleos-de-assistencia-juridica/ - Núcleos do Pró-Vítima Ceilândia End.: Shopping Popular de Ceilândia – Espaço na Hora (61) 9 8314-0620 - Horário: 08:00 às 17:00 Guará End.: Lúcio Costa QELC Alpendre dos Jovens – Lúcio Costa (61) 9 8314-0619 - Horário 08:00 às 17:00 Paranoá End.: Quadra 05, Conjunto 03, Área Especial D – Parque de Obras (61) 9 8314-0622 - Horário: 08:00 às 17:00 Planaltina End.: Fórum Desembargador Lúcio Batista Arantes, 1º Andar, Salas 111/114 (61) 9 8314-0611 /3103-2405 - Horário: 12:00 às 19:00 Recanto das Emas End.: Estação da Cidadania – Céu das Artes, Quadra 113, Área Especial 01 61) 9 8314- 0613 - Horário:08:00 às 17:00 Itapõa End.: Praça dos Direitos, Quadra 203 – Del Lago II(61) 9 8314-063208:00 às 17:00 (61) 9 8314-0632 - Horário:08:00 às 17:00 Taguatinga End.: Administração Regional de Taguatinga – Espaço da Mulher – Praça do Relógio (61)98314.0631 Site: https://www.sejus.df.gov.br/pro-vitima/ Brasília End.: Estação Rodoferroviária, Ala Norte, Sala 04 – Brasília/DF Contato: (61) 9 8314-0626 / 2104-4288 / 4289 Horário de funcionamento: 08:00 às 17:00 Fonte:https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário