A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS

A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS
VALPARAÍSO QUE EU QUERO 27

sexta-feira, 27 de maio de 2022

Ética no jornalismo especializado

Por Alberto Pessoa/Jornalista--
O jornalismo especializado tem dado ao decorrer do tempo, uma grande contribuição para a pesquisa científica e tecnológica, seja na área de saúde, educação, economia, cultura, segurança pública. As publicações da mídia especializada contribuem também com a disseminação dos resultados de estudos de relevante importância para a humanidade. O avanço da ciência e da tecnologia, bem como o crescente número populacional, a dinâmica positiva da comunicação social, o estreitamento das relações humanas em face ao processo globalizado requer cada vez mais o aperfeiçoamento das informações repassadas para o público: maior interessado e alvo principal da busca por uma melhor qualidade de vida. As publicações especializadas a cada dia têm melhorado a sua forma de cobertura, entretanto, em se tratando de publicações científicas devem-se buscar todos os ângulos possíveis no momento da elaboração dos trabalhos, vislumbrando sempre o melhor para o ser humano. Tomando-se como base a publicação especializada na área de segurança publica, ainda observamos agendamentos de pautas midiáticas que buscam principalmente o aumento da visibilidade junto ao público. Muitas vezes em publicações sobre violência, é focado somente o factual, o crime em si, deixando de lado as suas implicações direta e indireta. Diante de uma sociedade cada vez complexa, com suas diferenças marcantes, não só regional, mas também global, as questões sociais são mais abrangentes. O fenômeno da violência urbana com criminalidade acentuada também atrai agravante como: desemprego, pobreza, uso e tráfico de drogas, que remetem ainda à falta de políticas públicas eficientes nas áreas de saúde, educação, entre outras. A ressocialização dos condenados e as condições do sistema penitenciário, a assistência social, médica e psicológica a presos, vítimas e familiares são fatores associados ao fenômeno da violência e da segurança pública como um todo. Neste contexto, as melhorias alcançadas nos sistemas de informação e pesquisas, bem como na qualidade dos estudos científicos e tecnológicos, compelem a divulgação dos resultados a um trabalho bem mais coeso sobre o tema abordado. Assim sendo, o papel do jornalismo especializado tende a crescer cada vez mais, sempre primando pela boa qualidade das informações e pela sua contribuição efetiva na formação humana. Com isso, a ciência, auxiliada por esta mídia tem oportunidade de encontrar as respostas coerentes para questionamentos presentes no cotidiano das populações da Terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário