A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS

A CADA DIA, VIVEMOS MAIS PERTO DA VALPARAÍSO QUE QUEREMOS
VALPARAÍSO QUE EU QUERO 27

quinta-feira, 26 de maio de 2022

Mulher que tentou sequestrar criança tem 99 ocorrências na polícia

Foto: Darcianne Diogo/CB/ D.A Press
Maria Zilda Pinto Alves, 49 anos, foi presa na noite desta quarta-feira (25/5). As ocorrências acumuladas são por lesão corporal, ameaça e desacato A moradora de rua suspeita de tentar sequestrar uma criança em um parque infantil da 310 Sul acumula 99 ocorrências policiais por lesão corporal, desacato, injúria e ameaça. Nesta quarta-feira (25/5), a mulher entrou no parquinho da quadra e tentou levar uma menina, de 1 ano e 5 meses, que estava com a babá. Ela foi presa por investigadores da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul). Maria Zilda Pinto Alves, 49 anos, é natural de Minas Gerais e costumava perambular pelas ruas do Núcleo Bandeirante. Além das inúmeras ocorrências, ela tinha outras 50 ações penais. De acordo com o delegado Isac Azevedo, da 1ª DP, em uma das situações ocorridas este ano, Maria desacatou e afrontou policiais da 11ª Delegacia de Polícia, do Bandeirante. Durante toda a manhã e tarde, os investigadores fizeram rondas em busca do paradeiro da mulher. "Os policiais da 11ª DP nos forneceram algumas informações, até porque, ela costumava frequentar a delegacia e já chegou a tomar banho lá e receber doações. Com as imagens das câmeras de segurança, conseguimos identificá-la e a encontramos em uma rua do Bandeirante", detalhou o delegado. No momento da prisão, a moradora de rua partiu para cima dos policiais e chegou a arranhar uma agente. A servidora passou por exame de corpo delito no Instituto de Medicina Legal (IML). Presa, ele responderá por tentativa de sequestro qualificada, que pode resultar em uma pena de 2 a 5 anos.
O caso A tentativa de sequestro ocorreu por volta das 9h desta quarta-feira. Vitória Ferreira, 49 anos, uma babá que presenciou o crime, relatou que saiu do prédio onde trabalha por volta das 9h15, quando avistou a suspeita saindo por detrás de outros edifícios com uma sacola grande de roupas nas mãos. "Ela entrou no parquinho, sentou na gangorra e estendeu uma toalha", disse. Desconfiada, a babá saiu do local e foi para o outro parque em frente. "Nisso, a outra babá entrou no parquinho e começou a brincar com a criança." Pouco mais de 10 minutos, Vitória ouviu gritos de socorro. Testemunhas contaram que a moradora de rua tentou sequestrar a menina enquanto ela descia pelo escorregador. Depois, chegou a agredir a babá da menina no pescoço. "A babá veio correndo para o parque e a mulher veio atrás. Foi quando eu disse que ela não ia entrar no parquinho, porque senão eu iria chamar a polícia. Depois, ela saiu correndo", relatou Vitória. Fonte:https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário