UM NOVO TEMPO

UM NOVO TEMPO
+ DE 40 ATENDIMENTOS PEDIÁTRICOS

sexta-feira, 29 de julho de 2022

PP, PL, SD, Pros, Agir e PTB declararam apoio à reeleição de Ibaneis

Foto:Divulgação
No total, sete partidos já anunciaram que vão estar com Ibaneis Rocha (MDB) nas eleições de 2022 Sete partidos já declararam apoio à reeleição do governador Ibaneis Rocha (MDB). Além do próprio MDB, PP, PL, Solidariedade, Pros, Agir e PTB afirmaram que farão campanha para Ibaneis. O mais recente partido a entrar para o grupo favorável ao governador foi o Solidariedade. Na quinta-feira (28/7), o presidente do Solidariedade-DF, deputado federal por Goiás Lucas Vergílio, anunciou o apoio à reeleição: “O projeto de Ibaneis é o melhor para o Distrito Federal e para a Ride (Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno).” Ibaneis disse que a entrada do Solidariedade na campanha é “muito importante”. “É um partido que está bem constituído no DF e já tem sua nominata com nove candidatos a deputado federal e 25 a distritais. Outra coisa que é muito importante é a força do partido no Entorno do DF, que vem unir, neste momento, as (duas) regiões nessas candidaturas”, afirmou. No dia anterior, o Pros-DF declarou que irá apoiar Ibaneis nas eleições de 2022. “O Pros é um fiel aliado do governador Ibaneis”, disse o presidente do Pros-DF, Wanderlei Espindola. O grupo de Ibaneis também tem conversado com outros partidos, como Republicanos, PMN, Avante, Patriota, PRTB e PSD. Outros candidatos A disputa pelo Governo do Distrito Federal tem, até o momento, nove pré-candidatos: os senadores Reguffe (União Brasil), Izalci Lucas (PSDB), Leila Barros (PDT); o ex-secretário de Educação, Rafael Parente (PSB); o deputado distrital Leandro Grass (PV); Keka Bagno (PSol); Professor Lucas Salles (DC); e Robson da Silva (PSTU). Além de Ibaneis, Leandro Grass é quem tem, até o momento, mais partidos aliados. Ele é o representante da federação formada pelo PV, PT e PCdoB. Em maio, União Brasil, Podemos, Cidadania, PSC e Novo selaram “pacto” a favor da candidatura de Reguffe ao GDF. Porém, Cidadania agora está em federação com PSDB, de Izalci. E o PSC-DF é presidido por Luís Felipe Belmonte, que é marido da deputada federal Paula Belmonte (Cidadania). Com a canetada para que a legenda da congressista apoie a candidatura de Izalci, ainda não se sabe qual rumo o PSC deve seguir nas eleições de outubro: se acompanha Paula ou se apoia um projeto adversário. Izalci Lucas é o candidato a governador escolhido pela Federação PSDB-Cidadania. Os demais pré-candidatos seguem em negociação por apoio. Os partidos têm até o dia 5 de agosto para realizar convenção em que devem ser definidos os candidatos. O registro das candidaturas deve ser apresentado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até 15 de agosto. Por Isadora Teixeira e Caio Barbieri Fonte:https://www.metropoles.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário