UM NOVO TEMPO

UM NOVO TEMPO
+ DE 40 ATENDIMENTOS PEDIÁTRICOS

sexta-feira, 10 de dezembro de 2021

Mulher é estuprada, torturada e deixada à beira da morte

Foto:(crédito: Pacífico/CB/D.A Press)-
Vítima foi encontrada desacordada, sem roupas, com várias feridas pelo corpo, perdendo muito sangue. Suspeito das agressões foi preso em flagrante por policiais militares Uma mulher, de aproximadamente 25 anos, foi torturada, estuprada e deixada à beira da morte na madrugada desta quinta-feira (9/12), no Núcleo Rural Morro da Cruz, em São Sebastião. Policiais militares encontraram a vítima desacordada, completamente sem roupas, com várias feridas pelo corpo e perdendo muito sangue. O suspeito de cometer as agressões foi preso por tentativa de homicídio e estupro. A Polícia Militar foi acionada por testemunhas que viram um homem dirigindo um Fiat Uno Prata arrastando uma mulher desacordada, que estava com parte do corpo para fora do carro. Os dois estavam em uma região erma e sem asfalto. Quando a equipe do 21º Batalhão da PM chegou ao local indicado, viram o veículo informado indo em direção a viatura, saindo da região rural. Os policiais solicitaram a parada do carro e que o condutor saísse para revista. Durante a atuação policial, não foi encontrado nada de ilícito em posse do motorista, mas foi observado que ele estava com as vestes sujas de terra e resquícios de sangue, além de algumas escoriações no braço, costas e rosto. O condutor, 20 anos, apresentava fala arrastada, vermelhidão nos olhos e forte odor de bebida alcoólica. No carro, foi identificado sangue e um possível pedaço de carne, aparentemente humana, no assoalho do veículo, em frente ao banco traseiro. A lateral do veículo também continha marcas de sangue. Os policiais iniciaram a busca na região, e a cerca de 100 metros de distância, encontraram uma poça de sangue e um rastro, indicando que alguém foi arrastado. Um pouco adiante, em um barranco avistaram uma mulher, inteiramente despida, desacordada, com respiração fraca e duas lacerações no antebraço direito. Após a localização da vítima, os policiais adotaram as medidas necessárias para preservar a vida da mulher, além de acionar o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal para prestar socorro. O condutor do veículo afirmou, inicialmente, aos policiais que estava ingerindo bebida alcoólica desde a hora que saiu de seu trabalho e que teria pego o carro de seu amigo emprestado. Ele teria dito que não estava acompanhado de uma mulher e não soube explicar os vestígios de sangue no veículo. Diante dos fatos, o homem foi preso e conduzido à 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião). Ele também foi notificado pela recusa do teste etilômetro, por não possuir CNH, além do licenciamento do carro estar atrasado. Depois de identificado, o proprietário do veículo compareceu à delegacia para prestar esclarecimentos e confirmou que havia emprestado o carro para o amigo. Segundo a Polícia Militar, o homem preso pelas agressões à mulher tinha passagens por Maria da Penha, furto e roubo. Ainda não se sabe se o agressor conhecia a vítima. O caso segue em investigação pela Polícia Civil. Fonte:https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário