UM NOVO TEMPO

UM NOVO TEMPO
+ DE 40 ATENDIMENTOS PEDIÁTRICOS

quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Vídeo: Suspeito de matar travesti é preso em Anápolis

Joana Souza, de 37 anos, foi morta após o suspeito se envolver em uma briga generalizada com travestis A Polícia Civil prendeu na manhã desta terça-feira (11), um jovem de 20 anos, suspeito de matar uma garota de programa a tiros em uma boate de Anápolis. Joana Souza, de 37 anos, foi morta após o suspeito se envolver em uma briga generalizada com travestis. No entanto, a apuração do caso mostrou que a mulher trans não tinha envolvimento na confusão. Segundo as autoridades, o crime aconteceu no dia 11 de dezembro de 2020, no Setor Calixtolândia. O vídeo mostra o suspeito e o irmão em uma briga com um grupo de travestis. Durante a confusão, o irmão do suspeito ficou ferido no pescoço e precisou ser levado a um hospital. Após a briga, o suspeito foi em casa, pegou uma arma e voltou ao estabelecimento. A região é conhecida por ser frequentada por várias profissionais do sexo, segundo a polícia. No local, ele pula um portão, invadiu a boate e abordou uma funcionária. Em um dos quartos, o assassino se deparou com a vítima e a matou com um tiro no peito. No interrogatório, o suspeito confessou o crime e disse que “agiu de cabeça quente” por conta do ocorrido. O suspeito foi preso e levado para o presídio de Anápolis, onde aguarda julgamento. Se condenado, pode pegar até 30 anos de prisão. Fonte:https://jornaldebrasilia.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário