TÚNEL DE TAGUATINGA

TÚNEL DE TAGUATINGA
O FUTURO PASSA POR AQUI

quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

Suspeito de furto que foi baleado por policial já havia sido preso pelo mesmo crime

Foto:(crédito: Material cedido ao Correio)
O homem foi pego enquanto furtava rodas do carro de um policial penal no Guará O homem suspeito de tentar furtar rodas de carro na casa de um policial penal e entrar em luta corporal com o agente no Guará já havia sido preso em novembro do ano passado pela Polícia Militar (PMDF) pelos mesmos crimes. À época, ele foi detido no momento em que pulava o muro para fugir. O autor, de identidade não revelada, invadiu a casa do policial na madrugada desta quarta-feira (5/1), na QE 32. A vítima não estava na residência e foi acionada por uma vizinha, que relatou sobre a situação. Armado, o policial foi na residência para constatar a situação e flagrou o suspeito saindo do quintal carregando nos braços duas rodas de carro, que estavam na área de serviço. O agente deu ordem de prisão e ordenou que o homem se rendesse, mas ele correu rumo ao beco de outro conjunto. O policial conseguiu alcançá-lo e mandou que o suspeito o seguisse na rua com as mãos para trás até em casa, para que pudesse acionar a PM. Imagens do circuito de segurança registraram a ação. Em determinado momento, o homem partiu para cima dos policiais, dizendo. “Eu vou te pegar! Eu vou te matar!”
Autor e vítima entraram em luta corporal e o homem ainda tentou tomar a arma do agente, que reagiu e efetuou um disparo contra a coxa direita dele. Mesmo ferido, as imagens mostram que o rapaz deu continuidade às agressões contra o policial. Com um golpe de jiu-jitsu, o policial conseguiu imobilizá-lo. Furtos no Guará O mesmo homem foi preso pela PM em novembro do ano passado. A equipe foi acionada em para atender uma ocorrência de furto em uma residência na QE 32. Os policiais conseguiram flagrar o homem pulando o muro para fugir. Na abordagem, foram apreendidos diversos objetos furtados. O rapaz também é suspeito de cometer outros crimes parecidos na região. Fonte:https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário