TÚNEL DE TAGUATINGA

TÚNEL DE TAGUATINGA
O FUTURO PASSA POR AQUI

segunda-feira, 10 de janeiro de 2022

Estrutura de prédio desaba em Belo Horizonte e moradores são retirados

Foto:(crédito: reprodução )
Construção na Rua Ernani Agricola, Bairro Buritis, na Região Oeste, começou a ceder na manhã deste domingo (9/1) A estrutura de um prédio em Belo Horizonte começou a ceder na manhã deste domingo (9/1). A propriedade fica na Rua Ernani Agricola, Bairro Buritis, Região Oeste. A Defesa Civil está a caminho do local e, por questões de segurança, os moradores foram orientados a desocupar o edifício até que seja realizada vistoria de risco. A princípio não houve danos estruturais no prédio, mas somente na área de lazer (quadra). Militares do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais e da Polícia Militar já estão na rua para fazer o acompanhamento. No chamado, um morador informou que parte do prédio desabou, mas sem causar vítimas. Em um vídeo enviado por vizinhos, é possível perceber as rachaduras na base do prédio. Posteriormente, a estrutura cedeu. Confira no vídeo mais abaixo.
Segundo a Defesa Civil, Belo Horizonte registra um volume de chuva significativo o que potencializa ocorrências de risco geológico em toda cidade. “É muito importante que as pessoas redobrem suas atenções, observem sinais que possam evidenciar o risco de colapso de muros e moradias, deslizamentos de encostas e, principalmente, não permaneçam nesses locais e procurem um local seguro”, comunicou o órgão. Todas as nove regionais de Belo Horizonte estão sob alerta de risco geológico. Por isso, é importante ficar atento às recomendações da Defesa Civil: Coloque calha no telhado da sua casa. Conserte vazamentos em reservatórios e caixas-d'água. Não jogue lixo ou entulho na encosta. Não despeje esgoto nos barrancos. Sinais de que deslizamentos podem acontecer:%u2800 Trinca nas paredes. Água empoçando no quintal. Portas e janelas emperrando. Rachaduras no solo. Água minando da base do barranco. Inclinação de poste ou árvores Fonte:https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário