TÚNEL DE TAGUATINGA

TÚNEL DE TAGUATINGA
O FUTURO PASSA POR AQUI

terça-feira, 4 de janeiro de 2022

Covid-19: Média móvel de casos no Brasil quase dobra em uma semana

Foto:(crédito: BARBARA GINDL / APA / AFP)
Foram registradas 2,8 mil mortes nas últimas 24h. Festas de final de ano explicam aumento nos diagnósticos O número de casos de covid-19 voltou a subir em um nível preocupante no Brasil. Na última semana, a média móvel aumentou em 95,3% — subindo de 4,3 mil casos no dia 27 de dezembro para 8,4 mil nesta segunda-feira (3/01). De acordo com a atualização diária do Ministério da Saúde, 22,3 milhões de pessoas pegaram covid-19 desde o começo da pandemia. Nas últimas 24 horas, as secretarias de Saúde do país registraram 11.850 novos diagnósticos da doença. Já o número de pessoas que perderam a vida para o vírus chegou a 619.209 casos. A mais recente atualização diária registrou 76 mortes, mas ainda há 2830 óbitos ainda em investigação. O estado de Roraima não enviou os dados desta segunda. Os números, em geral, são menores aos domingos, segundas-feiras e nos dias seguintes aos feriados em razão da redução de equipes para a alimentação dos dados. Às terças-feiras e dois dias depois dos feriados, em geral, há mais registros diários pelo acúmulo de dados atualizado. Imunizados O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou a 161.268.710, o equivalente a 75,6% da população total. Nas últimas 24 horas, 28.202 pessoas receberam a primeira dose da vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal. Entre os mais de 161 milhões de vacinados, 143,5 milhões receberam a segunda dose, o que representa 67,29% da população com a imunização completa contra o novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, 125.263 pessoas receberam essa dose de reforço. Somando as vacinas de primeira e segunda dose aplicadas, além da terceira de reforço (492.580), o Brasil administrou 648.088 doses nesta segunda-feira. Em termos proporcionais, o Piauí é o Estado que mais vacinou sua população até aqui: 83,03% dos habitantes receberam ao menos a primeira dose. A porcentagem mais baixa é encontrada em Roraima, onde 55,28% receberam a vacina. Em números absolutos, o maior número de vacinados com a primeira dose está em São Paulo (38,2 milhões), seguido por Minas Gerais (16,6 milhões) e Rio de Janeiro (13 milhões). Fonte:https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário