TÚNEL DE TAGUATINGA

TÚNEL DE TAGUATINGA
O FUTURO PASSA POR AQUI

terça-feira, 18 de janeiro de 2022

Clima estável em Brasília pode acabar nesta terça

Foto:Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Amanhã, chuvas isoladas estão previstas no DF, quebrando os dias de céu aberto vistos desde a última sexta (14) Por Vítor Mendonça redacao@grupojbr.com O clima aquecido e com sol tem chance de ir embora do Distrito Federal ao longo da semana. Dando uma trégua nas chuvas constantes da semana passada, o tempo na capital tem sido ameno desde a última sexta-feira (14), com céu claro e sem nuvens escuras. A tendência, porém, não exclui o risco de precipitação – que poderá acontecer em áreas isoladas. De acordo com previsão feita pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a partir de amanhã à tarde (18), as nuvens mais carregadas podem voltar a surgir, trazendo a possibilidade de chuvas no DF. Elas devem permanecer no céu também durante o período da noite e até a próxima sexta-feira (21), quando o tempo deve abrir novamente. A mínima hoje está prevista com 18°C, com máxima em 29°C – estas são as mesmas temperaturas esperadas para o restante da semana, até a sexta-feira (21), na capital. Nesta manhã, as nuvens devem começar a se juntar e à tarde as muitas nuvens comporão parte do céu do DF. A umidade relativa do ar deve variar entre 30% e 90%. Beber água Devido ao tempo mais quente nos últimos dias, e sem a presença de chuvas, a umidade relativa do ar pode variar bastante, alternando entre 30% e 90% durante o dia. Por mais que chova e pareça um tempo agradável, a necessidade de água no organismo permanece a mesma. Portanto, com o reforço de períodos de umidade baixa, o consumo do recurso natural precisa aumentar. O consumo diário vai variar de acordo com o peso de cada indivíduo. Para cada 1kg, são necessários 35 ml de água – basta fazer a multiplicação e dividir por 100 para saber quantos litros por dia, no mínimo, são requisitados pelo corpo. Compondo quase 70% do peso corporal, a água traz muitos benefícios. Além de proporcionar disposição e energia, facilita a manutenção dos órgãos, mantendo-os sempre em bom funcionamento. É com a água também que se regula o funcionamento dos rins, que por sua vez, filtra o sangue, eliminando as substâncias prejudiciais ao organismo. Nos rins, a falta do recurso pode gerar cálculo renal, isto é, pedra nos órgãos. Fonte:https://jornaldebrasilia.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário