UM NOVO TEMPO

UM NOVO TEMPO
+ DE 40 ATENDIMENTOS PEDIÁTRICOS

quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

Carlos Alberto de Nobrega teve que ser medicado após saber da morte de Batoré

Foto:Batoré em cena com Carlos Alberto de Nóbrega em A Praça é Nossa - (crédito: Divulgação/SBT/Lourival Ribeiro)
Marcelo de Nóbrega disse que tinha planos de chamá-lo de volta à Praça Marcelo de Nóbrega, filho de Carlos Alberto de Nóbrega disse que o apresentador da A Praça é Nossa , do SBT, teve que ser medicado ao receber a notícia da morte do humorista Ivanildo Gomes Nogueira, conhecido como Batoré, vítima de um câncer. Em entrevista ao site Splash, do Uol, Marcelo revelou que ficou chocado porque não sabia que o colega estava doente. "Para mim, foi um choque, um soco na cara. Não sabia que (Batoré) estava doente. Quando você vê doente, vai morrendo aos poucos", afirmou. "Mas de uma hora para outra, morre sem você saber. Meu pai está em choque [...] Falei com meu pai, ele está muito triste, tomou calmante para dormir. Farei a mesma coisa", declarou. Marcelo recordou detalhes da trajetória de Batoré no programa apresentado pelo pai, as primeiras participações aconteceram na década de 1980. "Trabalhou muitos anos com a gente, era figurante no começo como garçom. Um dia, meu irmão foi assistir show no São Paulo, gostou, falou com meu pai que ele era muito engraçado. Meu pai chamou para fazer o teste, já que já estava na Praça. Fez um teste desse personagem chamado Batoré. Na primeira vez, todo mundo aplaudiu, aprovou, de cara. Muito engraçado", lembrou. Batoré saiu do canal de Silvio Santos em 2004 e passou 13 anos sem falar com Carlos Alberto de Nóbrega. Longe da emissora , o ator ganhou dois papéis na TV Globo: o delegado Queiroz na novela Velho Chico (2016), e também viveu o Governador Pimpo na série Cine Holliúdy (2019). "Aconteceu sair do SBT, que resolveu cortar os artistas e despesas. Ele ficou magoado com meu pai, mas não foi meu pai, foi a ocasião. Então, ficaram sem se falar por um tempo. Fez a novela na Globo, depois o Celso Portiolli ficou sabendo e fez programa para botar os dois juntos. Foi muito legal, os dois se viram, começaram a chorar, se abraçaram". Marcelo de Nóbrega "Quando acabou o problema, ele voltou para a 'Praça'. A gente sabia que tinha um problema de saúde, mas ele não dizia o que era. Precisou parar novamente. Ficou fora por um tempo e eu estava pensando em chamá-lo para participar da 'Praça' até sabermos hoje", finalizou. MORTE DE BATORÉ Ivanildo Gomes Nogueira, conhecido como Batoré, morreu aos 61 anos, nesta segunda-feira (10/01), em São Paulo. O artista vinha lutando contra um câncer. O ator e humorista faleceu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pirituba, na capital paulista. "Os devidos esclarecimentos médicos foram repassados à família", informou a nota oficial do órgão da Prefeitura. Nascido em Serra Talhada, em Pernambuco, Batoré se mudou para São Paulo quando ainda era criança. Antes da carreira artística, Ivanildo Gomes foi jogador de futebol nas categorias de base em times da região em que morava. Ivanildo ainda foi eleito duas vezes Vereador pela cidade de Mauá, município da Região Metropolitana de São Paulo. Fonte:https://www.correiobraziliense.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário