TÚNEL DE TAGUATINGA

TÚNEL DE TAGUATINGA
O FUTURO PASSA POR AQUI

domingo, 5 de dezembro de 2021

Veja quais são os possíveis candidatos à Presidência do Brasil nas eleições de 2022

Foto: Agência Brasil--
Definições que se arrastavam sumiram do radar e, a menos de um ano do pleito, pré-candidatos e partidos travam batalhas por crescimento e consolidação nas pesquisas, formação de alianças e atração de apoios, embora ainda restem pendências no horizonte A corrida presidencial de 2022 entrou em uma fase decisiva, com as principais pré-candidaturas já colocadas e intensa movimentação dos atuais favoritos -o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o postulante à reeleição Jair Bolsonaro (PL)- e dos que tentam despontar na chamada terceira via. Definições que se arrastavam sumiram do radar e, a menos de um ano do pleito, pré-candidatos e partidos travam batalhas por crescimento e consolidação nas pesquisas, formação de alianças e atração de apoios, embora ainda restem pendências no horizonte. PEÇAS PARA A CORRIDA PRESIDENCIAL DE 2022 O que já era Definição das principais candidaturas, com volta de Lula, desistência de Luciano Huck e entrada de Sergio Moro, por exemplo Prévias do PSDB concluídas, lançando ao escrutínio João Doria (SP) e clareando o cenário de composições partidárias Filiação de Bolsonaro ao PL, selando o casamento com o centrão e dando início à formação da coalizão que deve apoiá-lo O que vem aí Concorrência interna na chamada terceira via em busca de nomes com maior potencial e chance de aglutinar a centro-direita Definições partidárias, com a oficialização da criação da União Brasil (fruto da junção de PSL e DEM) e possíveis federações Ações de Bolsonaro para se garantir no segundo turno, com pagamento do Auxílio Brasil e acirramento da polarização com Lula POSSÍVEIS CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA EM 2022 Jair Bolsonaro (PL) Luiz Inácio Lula da Silva (PT) Sergio Moro (Podemos) Ciro Gomes (PDT) João Doria (PSDB) Rodrigo Pacheco (PSD) Simone Tebet (MDB) Luiz Henrique Mandetta (DEM/União Brasil) Luiz Felipe d’Avila (Novo) Alessandro Vieira (Cidadania) André Janones (Avante) Cabo Daciolo (Brasil 35) Leonardo Péricles (UP) Aldo Rebelo (sem partido) DATAS IMPORTANTES DO CALENDÁRIO ELEITORAL 2 de abril – Prazo final para a filiação partidária e mudança de domicílio eleitoral Abril – Mês da janela partidária, em que parlamentares podem mudar de legenda sem perda de mandato 20 de julho a 5 de agosto – Prazo para a realização das convenções partidárias 15 de agosto – Prazo final para o registro de candidatos na Justiça Eleitoral 16 de agosto – Data em que passa a ser permitido fazer campanha, com pedido de voto 2 de outubro – Primeiro turno da eleição 30 de outubro – Segundo turno da eleição Por FolhaPress Fonte:https://jornaldebrasilia.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário